01/10/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Ministro da Fazenda prevê queda do desemprego para 2017

Agência Brasil – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse ontem (30), após participar de evento com empresários na capital paulista, que a taxa de desemprego deverá começar a perder força a partir de 2017. Segundo ele, a situação da economia ainda é grave, mas a queda nos indicadores está começando a estabilizar.

“A expectativa é que [o desemprego] comece a cair no ano que vem”, disse. “Esperamos que, com o crescimento da economia, a retomada do emprego acontecerá inevitavelmente. Não imediatamente, acreditamos que durante o ano de 2017, certamente. Não há dúvida que com o crescimento acentuado e continuado da economia nos próximos anos, aí de fato, o desemprego vai tender a cair de uma forma consistente”.

O ministro da Fazenda disse, no entanto, que é prematuro falar em recuperação econômica, e que o país ainda vive uma recessão. “Ainda é prematuro dizer que já começou a recuperação [econômica]”, disse. “É muito séria ainda a situação. A economia continua em recessão, mas a queda começa a se estabilizar e muitos setores começam a dar indicadores de que podem já estar no início do processo de recuperação, que deve se confirmar e consolidar no próximo ano”.

Meirelles voltou a defender a proposta de emenda à Constituição (PEC), em tramitação no Congresso Nacional, que estabelece um teto para os gastos públicos. De acordo com ministro, mesmo antes de ser aprovada, a medida já está gerando um clima positivo na economia. “O fato de que já está em andamento no Congresso já faz com que a expectativa já melhore, que a economia já comece a dar sinal de recuperação”, disse.

Compartilhe:
01/10/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

O que pode e o que não pode fazer no dia das eleições?

Os eleitores que vão às urnas neste domingo (2) devem ficar atentos. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) estabeleceu uma série de regras para o dia das eleições municipais. Saiba o que pode e o que não pode fazer na hora de votar.

No dia da votação, é proibida aglomeração de pessoas portando bandeiras, broches, adesivos ou roupas padronizadas que caracterizem manifestação coletiva – incluindo comícios, carreatas e uso de amplificadores sonoros. O eleitor pode manifestar sua preferência política por candidato, partido ou coligação apenas de forma individual e silenciosa.

Na seção eleitoral, é proibido o porte de armas, além de trajes de banho, telefone, filmadoras ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. É permitido ao eleitor levar a cola com os números dos candidatos e votar uma única vez. Tentar violar a urna eletrônica e o pleito eleitoral é crime.

Nenhum automóvel poderá fazer transporte de pessoas com objetivo de interferir na decisão do eleitor, a partir do dia 1º de outubro. O comércio pode funcionar normalmente, desde que proporcione efetivas condições para os funcionários votarem.

Via G1 RN

Compartilhe:
01/10/2016
Por Danilo Evaristo em Esporte

Botafogo-SP e ABC empatam sem gols em Ribeirão Preto e decidem acesso em Natal

Globoesporte – O primeiro jogo entre Botafogo-SP e ABC pelas quartas da Série C foi duro para ambos times. Depois de disputar um primeiro tempo preso e com poucas chances de gols, as equipes voltaram abertas na parte final da partida, mas não conseguiram chegar ao gol.

O Mais Querido evitou o prejuízo graças ao goleiro Edson, em duas chances claras para o Botafogo-SP. A melhor chance alvinegra veio já no fim da partida, com Erivelton tentando cavadinha por cima de Neneca após jogada do lateral Filipi Sousa.

Do lado do tricolor de Ribeirão Preto, o técnico Márcio Fernandes promoveu a estreia do volante Guly. O jogo da volta está marcado para o dia 7 de outubro, com início às 19h, em Natal. Se o resultado voltar a se repetir, a decisão será nos penaltis. Em caso de empate com gols, o Botafogo-SP é o classificado.

Compartilhe:
01/10/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Horário de verão começa dia 16 de outubro no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

Agência Brasil – Daqui a 15 dias começa o horário brasileiro de verão, e os relógios deverão ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Neste ano, o horário diferenciado vai vigorar do dia 16 de outubro a 19 de fevereiro.

O objetivo da medida, adotada no Brasil desde 1931, é proporcionar uma economia de energia para o país, com menor consumo no horário de pico (entre as 18h e as 21h), pelo aproveitamento maior da luminosidade natural. Com isso, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade.

No ano passado, a adoção do horário de verão possibilitou uma economia de R$ 162 milhões, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A economia foi possível porque não foi preciso adicionar mais energia de usinas termelétricas para garantir o abastecimento do país nos horários de pico.

Essa redução representa cerca de 4,5% da demanda de ponta das três regiões e é equivalente a uma vez e meia a carga no horário de ponta de Brasília ou o dobro da carga no horário de ponta de Florianópolis.

Compartilhe:
01/10/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Chuvas aumentam na segunda quinzena de outubro

08

Chuvas aumentam na segunda quinzena de outubro – Foto: Danilo Evaristo

O Ministério da  Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgou a Previsão Climática Sazonal. Segundo o documento, a partir da 2ª quinzena de outubro, as chuvas serão mais regulares na grande área central do Brasil, que cobre o sul da Amazônia, as Regiões Sudeste e Centro-Oeste e o oeste da Região Nordeste. Além disso, até dezembro, as temperaturas podem ficar acima da média histórica na maior parte do País.

De acordo com a pesquisadora do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe), Renata Tedeschi, a tendência dos últimos anos é de aumento das temperaturas, ainda que haja entradas ocasionais de massas de ar polar de alta intensidade no território brasileiro. “O que temos percebido é que as mudanças climáticas têm um papel importante no aumento da temperatura ano após ano. Claro que há episódios de frio intenso, como tivemos no inverno, mas a tendência é de aumento nas temperaturas na comparação com a média histórica”, disse Renata Tedeschi.

Compartilhe:
30/09/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Desemprego chega a 11,8% e já afeta 12 milhões de pessoas

Do G1 – O desemprego ficou em 11,8% no trimestre encerrado em agosto, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a maior da série da Pnad, que teve início no primeiro trimestre de 2012.

A taxa aumentou em relação à registrada no trimestre anterior, de março a maio, quando ficou em 11,2%, e em comparação à relativa ao trimestre encerrado em agosto de 2015, que atingiu 8,7%.

De junho a agosto deste ano, havia 12 milhões de desocupados no Brasil, de acordo com o IBGE. O número representa uma alta de 5,1% sobre o trimestre de março a maio de 2016 e de  36,6% diante do mesmo período de 2015.

Por outro lado, a população ocupada somou 90,1 milhões. Em comparação ao trimestre anterior, o contingente recuou 0,8% e em relação ao mesmo trimestre do ano passado, diminuiu 2,2%.

Desse total, havia 34,2 milhões de trabalhadores com carteira assinada. O número não mudou em relação ao trimestre de março a maio de 2016. Já frente ao trimestre de junho a agosto de 2015, a queda foi de 3,8%.

No trimestre encerrado em agosto, o rendimento médio dos trabalhadores ficou em R$ 2.011 e praticamente não variou em nenhuma das comparações.

Compartilhe:
30/09/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Empresários deixam pessimismo e elevam confiança na economia

Agência Brasil – Os empresários do setor da indústria de transformação retomaram o otimismo quanto à possibilidade de um crescimento das atividades nos próximos meses, revertendo o comportamento de desânimo manifestado em agosto último. É o que mostra o Índice de Confiança da Indústria (ICI), relativo a setembro, com alta de 2,1 pontos ante uma queda de 1 ponto em agosto, passando de 86,1 para 88,2 pontos. A marca foi a mais elevada desde julho de 2014 (88,8).

O ICI avalia a percepção dos empresários em relação aos negócios atuais e, no médio prazo (seis meses), por meio da Sondagem da Indústria de Transformação feita pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV). Entre 5 e 23 de setembro, foram ouvidos dirigentes de 1.122 companhias. De um total de 19 segmentos, 12 indicaram melhoria nas avaliações tanto em relação ao momento atual quanto no quadro previsto para daqui a seis meses.

O Índice de Expectativas (IE) avançou 2,5 pontos e atingiu 89,8 pontos, o maior desde junho de 2014 (90,3 pontos). Já o Índice da Situação Atual (ISA) aumentou 1,5 ponto, alcançando 86,7 pontos, o maior desde janeiro de 2015 (88,4 pontos).

A pesquisa mostra que, em relação ao momento presente, o resultado foi influenciado pelo nível dos estoques. A proporção dos entrevistados que consideraram os estoques excessivos teve queda, passando de 14,1% para 12,7%. Ao mesmo tempo aumentou de 5,4% para 7,1% a parcela dos que avaliaram os estoques como insuficientes. Este foi o maior índice desde maio de 2013 (7,3%).

Compartilhe:
30/09/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Pelo menos dez estados vão proibir venda de bebidas alcoólicas no dia da eleição

urna_menor

Urna eletrônica – Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

A restrição de venda de bebidas alcoólicas no próximo domingo (2), por causa das eleições municipais, será adotada em pelo menos dez estados, segundo levantamento feito pela Agência Brasil. Em alguns, a proibição valerá para todo o estado, mas em outros casos, apenas a capital ou alguns municípios vão aderir à Lei Seca nas eleições.

Em Minas Gerais, no Acre, Pará e Paraná, a proibição da venda, distribuição e do fornecimento de bebidas alcoólicas valerá para todo o estado, das 6h às 18h de domingo.

No Amazonas, a proibição vale para a capital, Manaus, entre as 22h de sábado (1º) e as 18h de domingo (2). Segundo o TRE, a medida é tomada em razão do entendimento de que a bebida alcoólica “afeta a capacidade de discernimento do ser humano”.

No Ceará, a restrição da venda de bebidas alcoólicas está confirmada para Fortaleza, onde já foi assinada uma portaria conjunta proibindo a venda e o consumo de bebidas em bares, restaurantes e locais abertos ao público entre 0h e 18h de domingo. Para os outros municípios, foi dada uma recomendação para que a venda de álcool fosse proibida, mas ainda não há uma definição.

Em Mato Grosso do Sul, será proibido o consumo de bebidas alcoólicas na capital, Campo Grande, das 3h às 17h de domingo, em estabelecimentos comerciais como bares, lanchonetes, restaurantes e em locais abertos ao público. Ainda não há definição sobre a restrição em outros municípios.

No Espírito Santo, a proibição valerá, em princípio, para seis cidades: Ibiraçu, João Neiva, Pinheiros, Boa Esperança, Ibitirama e Dores do Rio Preto. Em Rondônia, a Lei Seca já foi definida para três zonas eleitorais de municípios do interior: Ariquemes, Cerejeiras e Nova Brasilândia d’Oeste, da 0h às 18h. No Tocantins, a restrição vai valer para quatro municípios: Xambioá, Porto Nacional, Gurupi e Araguaína.

Nos estados da Bahia, de Goiás, do Maranhão, de Pernambuco, do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e São Paulo não há previsão de Lei Seca este ano no dia das eleições.

Nos outros estados, a decisão sobre a aplicação da restrição de venda de bebidas alcoólicas está sendo feita individualmente por cada juiz das seções eleitorais. Por isso, a regra pode ser diferente para cada município, e é preciso que os eleitores fiquem atentos ao regulamento adotado em sua cidade. No Distrito Federal, não há eleições municipais.

A restrição da venda e do consumo de bebidas no dia das eleições é determinada pelas secretarias de Segurança Pública estaduais e pela Justiça Eleitoral. Os estabelecimentos comerciais que não cumprirem a restrição da venda e os eleitores que forem flagrados consumindo álcool onde há proibição podem ser enquadrados no crime de desobediência, previsto no Código Eleitoral Brasileiro.

Compartilhe:
30/09/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Termina hoje campanha para atualizar caderneta de vacinação

Brasília - Crianças e adolescentes são vacinados no Centro de Saúde n 8, no bairro Asa Sul, durante o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, que ocorre neste sábado em todo o Brasil (Marcelo Camargo/Agê

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Termina hoje (30) a Campanha Nacional de Multivacinação, que tem como objetivo atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes. Devem comparecer aos postos de saúde crianças menores de 5 anos e crianças e adolescentes de 9 a 15 anos.

De acordo com o Ministério da Saúde, o objetivo da ação é combater a ocorrência de doenças imunopreveníveis no país e reduzir os índices de abandono à vacinação – sobretudo entre adolescentes. Ao todo, 350 mil profissionais participam da campanha.

Ainda segundo a pasta, estão sendo disponibilizadas vacinas contra a tuberculose, o rotavírus, o sarampo, a rubéola, a coqueluche, a caxumba e o HPV, entre outras. Como a vacinação é feita de forma seletiva para a população-alvo, não há meta a ser alcançada.

Compartilhe:
30/09/2016
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Prefeito George Queiroz participa do encerramento da festa de São Miguel em Jucurutu

george-festa-de-sao-miguel

Prefeito George Queiroz participa do encerramento da festa de São Miguel em Jucurutu

Após nove dias de programação religiosa e social, a festa de São Miguel Arcanjo, co-padroeiro de Jucurutu, foi encerrada nesta quinta-feira, dia 29, feriado municipal, com procissão e missa celebrada em frente à igreja de São Sebastião.

Ao lado dos secretários municipais Pablo Cassiano (Esporte, Lazer e Turismo) e José Almeida Neto (Finanças e Arrecadação), o prefeito e candidato a reeleição no município, George Queiroz (PMDB), participou do evento religioso.

“Parabenizo toda comunidade católica de Jucurutu, em nome da paróquia de São Sebastião, na pessoa do padre Luiz Carlos – pároco da cidade – pela belíssima festa de São Miguel Arcanjo, um evento religioso de grande relevância para a espiritualidade da sociedade do município”, comentou o prefeito.

Compartilhe:
Página 1 de 87412345...102030...Última »

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros