31/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Termina hoje prazo para sacar FGTS de contas inativas

Hoje (31) é o último dia para sacar os valores disponíveis nas contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Quem perder o prazo, só poderá usar os recursos nos casos previstos anteriormente, como a compra da casa própria, aposentadoria, em caso de demissão sem justa causa, quando a conta permanecer sem depósitos por três anos ou no caso de algumas doenças.

No entanto, quem comprovar que estava impossibilitado de sacar no período estabelecido pelo governo, como no caso de presos e de doenças graves, poderá retirar o recurso até o dia 31 de dezembro de 2018.

Nessa etapa, o saque está liberado para todos os trabalhadores que têm direito ao benefício, não importa a data de nascimento. Pode fazer o saque quem teve contrato de trabalho encerrado sem justa causa até 31 de dezembro de 2015.

“A Caixa ressalta que o prazo de saque das contas inativas do FGTS não sofreu alteração. O prazo encerra na segunda-feira (31/07) para todos os trabalhadores, exceto os casos que serão contemplados pelo decreto”, informou o banco, em nota.

Caixa criou em seu site uma página especial e um serviço telefônico para tratar das contas inativas. O banco orienta os trabalhadores a acessar o endereço ou ligar para  0800-726-2017, para que possam saber o valor, a data e o local mais convenientes para os saques. Os beneficiários também podem acessar o aplicativo FGTS para saber se têm saldo em contas inativas.

Agência Brasil

Compartilhe:
31/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Inscrições para vagas remanescentes do Prouni começam hoje

As inscrições para o processo seletivo de vagas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni), para o segundo semestre de 2017, começam nesta segunda-feira (31) e vão até até 25 de agosto, para o candidato que não estiver matriculado em instituição de educação superior.

Para os estudantes já matriculados, o prazo para dar início ao processo é 30 de outubro. No total, há 77 mil bolsas remanescentes das 147.492 ofertadas na chamada regular referente ao segundo semestre de 2017, em 1.076 instituições privadas de educação superior.

Podem se inscrever aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram nota média igual ou superior a 450 pontos, além de superior a zero na redação.

Professores da rede pública de educação básica, no efetivo exercício do magistério e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública, também poderão se inscrever para cursos de licenciatura, independentemente da renda.

A conclusão da inscrição assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa, estando a sua concessão condicionada à comprovação de atendimento dos requisitos legais e regulamentares do programa.

Compartilhe:
31/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Operação na fronteira com a Colômbia vai monitorar entrada de armas no País

Arquivo/Ministério da Justiça

Parceria entre Brasil e Estados Unidos com objetivo de monitorar a entrada de armas de fogo no Brasil, especialmente a partir da Colômbia, é uma das ações anunciadas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim  para reforçar a segurança no Rio de Janeiro.

“Há armas no Rio que, até então, só se tinha conhecimento de estarem em poder das Farc [Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia]”, revelou Jardim. O ministro destacou que a informação de que esse material bélico estaria sendo usado por grupos criminosos no Rio será alvo de monitoramento e investigação, por meio de acordo firmado na semana passada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) brasileiro e o Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos (ATF), órgão norte-americano.

Torquato Jardim explicou, ainda, que o Brasil passa a integrar um banco de dados único sobre o assunto, além de compartilhar informações com os EUA a respeito do tráfico de armas. A agência norte-americana ATF faz o rastreamento de armas roubadas naquele país e contrabandeadas por rotas do narcotráfico em países como México e Colômbia. No caso das Farc, segundo Torquato Jardim, a suspeita é que armamento mais novo tenha entrado no país por rotas no Peru e na Bolívia.

O acordo firmado com a ATF permitirá identificar fornecedores de armas ilegais, rastrear rotas e intermediários e monitorar crimes transnacionais. Caberá à Polícia Federal e à Polícia Rodoviária Federal rastrearem esse arsenal.

Fronteira

Além do reforço na segurança pública do Rio, o ministro destacou que há preocupação de fiscalizar as fronteiras. Por isso a PRF está realizando operações em Uruguaiana (RS), Cáceres (MT) e Foz do Iguaçu (PR) para, desde lá, cortar o fluxo do comércio ilícito. O ministro acrescentou que são quatro tipos de crime que compete à União combater: comércio de drogas, tráfico de armas, tráfico de pessoas e crimes de colarinho branco.

Compartilhe:
31/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Partido PODEMOS tem seu lançamento oficial no RN

Partido PODEMOS tem seu lançamento oficial no RN

O Partido Podemos (PODE) realizou, durante a manhã do último sábado (29), seu encontro estadual, no Átrios Recepções, em Natal. O evento contou com a participação do senador Álvaro Dias, da presidente nacional do partido, deputada federal Renata Abreu, do vice presidente nacional, deputado federal Antônio Jácome, o deputado federal Ricardo Teobaldo, o deputado estadual Jacó Jácome, o governador Robinson Faria, além de diversos representantes políticos e lideranças do estado.

Antônio Jácome iniciou o encontro falando sobre as ações democráticas do PODEMOS, destacando os pilares ideológicos do partido: a democracia direta, a participação popular e a transparência. A ideia central é dar voz à população através da participação virtual em que o cidadão pode interagir, votar e sugerir projetos de lei para seu representante político.

A presidente nacional falou sobre a importância do engajamento da sociedade. “A mudança no Brasil não é na omissão é na participação. Somos nós que temos o poder de mudar o nosso país. Nós cidadãos brasileiros temos a obrigação de lutar e não tem como pensar no futuro sem pensar nas novas gerações”, concluiu.

“Nossa prioridade tem que ser estar onde estão as necessidade da nossa gente. Nós temos que eleger prioridades e trabalhar de maneira direcionada. Os brasileiros não fracassaram, fracassaram os que assaltaram os cofres públicos deste país”, ressaltou o senador Álvaro Dias.

Presidente municipal do PODEMOS em Natal, o vereador Eriko Jácome ressaltou a importância de se recuperar a confiança nos representantes do povo. “Podemos mudar esse quadro de descrença na política com ações”, completou.

Via Portal no Ar

Compartilhe:
30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Governo federal avalia corte de benefícios de servidores, que hoje custam R$ 13 bilhões

Adriana Fernandes e Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

Os auxílios concedidos aos servidores públicos estão na mira do governo e podem ser os próximos alvos no plano da equipe econômica de enxugar os gastos com pessoal. Esses benefícios, que complementam os salários do funcionalismo, consumiram R$ 16,6 bilhões no ano passado, segundo dados do Ministério do Planejamento obtidos pelo Estadão/Broadcast.

O cálculo leva em consideração nove tipos de auxílios pagos a servidores dos todos os Poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público da União e Defensoria da União), como alimentação, transporte, moradia e assistência médica. Nem tudo poderá ser reavaliado agora porque o Executivo não pode interferir nas despesas dos outros Poderes. Mas só os benefícios do Executivo custaram R$ 12,9 bilhões no ano passado.

“O servidor público tende a ganhar uma remuneração muito maior, especialmente na União, em relação ao salário médio da iniciativa privada”, diz o assessor especial do Ministério do Planejamento, Arnaldo Lima Júnior. Ele coordena o Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas, criado para analisar gastos de diversas áreas e que prepara propostas para garantir mais recursos ao caixa da União.

Um benefício que pode ser afetado é o auxílio-moradia, que custou R$ 900 milhões em 2016. “Às vezes a pessoa fica muito tempo em uma cidade e mantém o auxílio-moradia. Isso é sujeito, sim, a uma avaliação”, disse Lima Júnior. “Não temos como antecipar nenhuma medida, mas não há como negar que estamos reavaliando.”

A discussão de novas medidas de ajuste nas despesas de pessoal ganhou força porque não há mais espaço para o governo cortar em outras áreas. Também está na pauta o adiamento dos reajustes dos salários dos servidores do Executivo em 2018.

O gasto com pessoal é o segundo maior grupo de despesas do Orçamento, após os benefícios do INSS. Como a reforma da Previdência ainda não foi aprovada ainda pelo Congresso, o governo está tendo de atacar outras áreas. Enquanto os gastos totais com pessoal da União cresceram 3,2% acima da inflação de 2012 a 2016, os benefícios tiveram crescimento real de 23% nesse período.

O diretor da Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira (Conorf) da Câmara dos Deputados, Ricardo Volpe, afirma que, em muitos casos, a lei não é seguida ao pé da letra. “Se fosse, o auxílio-moradia só seria pago para membro ou servidor que está trabalhando fora do seu local de lotação.”

Compartilhe:
30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

‘Vivia a melhor fase de sua vida’, diz Abel Braga sobre o filho em velório

Abel com o filho caçula, João Pedro – Foto: Arquivo Pessoal

O técnico Abel Braga, que perdeu tragicamente o filho caçula, João Pedro, de 18 anos, no último sábado, foi confortado por amigos ao longo da noite, no salão nobre do Fluminense, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, local do velório.

O presidente do clube, Pedro Abad, desdobrou-se durante todo o dia. Chegou a ir ao Instituto Médico Legal e foi o primeiro a chegar ao clube, antes mesmo de Abel, que em nenhum momento esteve só. Querido pelo grupo, o treinador recebeu o abraço de Diego Cavalieri, Douglas e Gustavo Scarpa, que encabeçaram a fila de solidariedade, repleta de jogadores, nas Laranjeiras.

Aos familiares de Abel, o perito responsável pelo caso sustentou que João Pedro, que fazia uso de medicamento anticonvulsivo, caiu acidentalmente de costas, do sexto andar do apartamento no Leblon, atravessando o basculante do banheiro, onde tomava banho. A janela, grande e vertical, era baixa, acima de uma mureta de aproximadamente 90 centímetros e não estava travada. A hipótese de uma convulsão ganhou força porque, durante o acidente, o vaso sanitário chegou a ser quebrado. Na queda, João Pedro fraturou as duas pernas e a coluna.

Inconsolável, Abel lembrou que o filho vivia “a melhor fase de sua vida, feliz com a universidade”. O treinador admitiu que o rapaz, fazendo tratamento para convulsões, talvez tivesse se esquecido de tomar o medicamento. O sepultamento será neste domingo, por volta das 11 horas, no Memorial do Carmo, na Zona Norte do Rio.

EXTRA

Compartilhe:
30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Novas regras para concursos tramitam no Senado

Paulo Paim – Foto: Pedro França

No Brasil, os concursos públicos como conhecemos hoje foram instituídos pela Constituição Federal de 1988. O artigo 37 definiu os certames como porta de entrada padrão para o trabalho em órgãos governamentais e criou algumas regras. No entanto, de lá para cá, durante a execução de diversos processos seletivos públicos, foi possível observar que as normas carecem de atualização.

O Poder Legislativo vem tentando estipular novos princípios para a questão. Uma das mais recentes tentativas é a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 29/2016, que pretende alterar as regras para a realização de concursos no país e, se aprovada, pode ter grandes impactos tanto para os órgãos governamentais quanto para os concurseiros.

O documento, de autoria de 27 senadores, estabelece que o número de vagas ofertadas em editais de seleções deve ser igual ao número de cargos realmente desocupados na instituição, que fica obrigada a preencher essas vagas. A proposta também veda a abertura de certames exclusivamente para formação de cadastro de reserva e a quantidade de vagas ofertadas nessa modalidade não poderia exceder 20% das oportunidades efetivas oferecidas. Ficaria proibido ainda o lançamento de concurso quando houver candidatos aprovados não convocados em certame anterior dentro do prazo de validade.

Outra alteração importante seria com relação ao período de validade dos editais, que passaria a ser de dois anos, prorrogável uma vez por igual período. Desde março, o documento está pronto para ser votado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, com relatoria do senador Ivo Cassol (PP-RO), que avaliou a proposta como constitucional. O senador Paulo Paim (PT-RS), o primeiro signatário da PEC, espera que o texto tramite ainda este ano.

Correio Web

Compartilhe:
30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Mega-Sena

Mega-Sena: Aposta única acerta todas as dezenas

A Caixa realizou neste sábado (29) o concurso 1.953 da Mega-Sena. Os números sorteados foram: 09 – 26 – 29 – 42 – 43 – 45. Uma única aposta, feita no Rio de Janeiro, acertou todas as dezenas e irá levar R$ 107.956.102,12.

A quina teve 237 apostas ganhadoras e cada uma irá levar R$ 37.495,41. A quadra irá pagar R$ 747,28 para 16.988 apostadores. O sorteio foi às 20h (horário de Brasília) em Rio Branco (AC).

 G1

Compartilhe:
30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Desempregada, mulher gasta quase R$ 4 mil por mês para cuidar de 200 gatos no ES

Angélica com os gatos em sítio alugado para manter abrigo (Foto: Angélica Broedel/ Arquivo Pessoal)

Por G1

O amor incondicional pelos animais fez com que, ao longo de quase 10 anos, Angélica Broedel mudasse completamente a rotina para cuidar de 200 gatos. Sem conseguir novos donos para os bichanos que resgatava da rua, ela precisou até mudar de endereço e criar um abrigo animal, que fica em Venda Nova do Imigrante, no Espírito Santo. Desempregada há um ano e meio, hoje ela conta com a ajuda de doadores e da família para manter o local.

O abrigo “Amor de 4 patas”, fica no interior da cidade e nasceu “por acaso”. Apaixonada por animais, Angélica pegava cães e gatos na rua para cuidar e, em seguida, doá-los a pessoas interessadas.

Mas, ao longo do tempo, o número de animais que chegava até ela ficou muito maior que o de que eram acolhidos por outras famílias.

“Eu trazia, cuidava e doava. Mas foi aumentando muito o número. Eu conseguia doar alguns, outros não. As pessoas começavam a me dar os animais com promessas de adotar depois. Eu levava, cuidava e a adoção não acontecia. E desse jeito eu cheguei aos 200 gatos”, contou.

Por causa da quantidade de animais, ela precisou se mudar e morar sozinha em um sítio, no interior. O local foi escolhido por ter mais espaço do que a antiga casa onde ela morava, mas já está sendo requisitado pelos proprietários, que têm planos para o terreno.

Além disso, desempregada há um ano e meio, Angélica precisa se desdobrar para arcar com as despesas pessoais e as que tem com os animais. Para os gastos pessoais, ela tem ajuda da família.

Já com os bichos, segundo ela, são cerca de R$ 3 mil por mês, para comprar 700 kg de ração para gato. Com a alimentação dos cães, o gasto é de R$ 400 mensais.

O jeito, segundo ela, é contar com a ajuda de doadores e “pendurar” as contas. “A gente vai pendurando, vai comprando, vai anotando, vai pagando o que dá. Sempre tem dívida”, contou.

Apesar das dificuldades, não existe nenhum arrependimento. “O amor que eles passam para mim é insubstituível. Por mais que eu passe dificuldades, esteja morando na roça com eles, não trocaria, não deixaria eles de lado de forma alguma. A vida deles é a minha vida, eu gosto realmente do que eu faço”, garante.

Compartilhe:
30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Renata Abreu: “Nós temos a obrigação de lutar por este país”

A declaração é da presidente nacional do Podemos, a deputada federal Renata Abreu, que neste sábado (29) discursou na solenidade de lançamento do partido em Natal (RN), que contou com a participação de várias lideranças da legenda, entre elas o senador Alvaro Dias (PR) e os deputados Antônio Jácome (RN) – anfitrião da solenidade, e Ricardo Teobaldo (PE).

Compartilhe:
29/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Em Baraúna, Robinson anuncia Microcrédito, Restaurante Popular e Café Cidadão

Anúncio foi feito durante a 18ª edição do Vila Cidadã

Durante realização do Vila Cidadã em Baraúna, na manhã desta sexta-feira (28), o governador Robinson Faria confirmou que a cidade receberá a 33ª unidade do Restaurante Popular e a 7ª unidade do Café do Cidadão, todas ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social.  No evento, o chefe do Executivo estadual foi acompanhado pela secretária da Sethas, Julianne Faria, dos deputados estaduais José Dias e Jacó Jácome, de auxiliares da administração direta e indireta, vereadores de Baraúna e ex-prefeitos da região Oeste.

A edição do Vila Cidadã foi a 18ª desde 2015. O evento possibilita à população acesso a diversos serviços oferecidos pelo Governo do RN por meio da Defensoria Pública, ITEP, Sine, Agência de Fomento, entre outros. Através da ação a população pode dar entrada em documentos como carteira de identidade e a carteira do artesão.

Também pode se submeter a testes rápidos de HIV e verificar pressão arterial.  Nesta edição, a ouvidoria da Segurança Pública também esteve presente para recebimento de denúncias, reclamações, sugestões sobre a Segurança no RN. O Vila Cidadã é um projeto do Governo do RN, coordenado pela Sethas-RN, que presta serviços diretamente à população.

Até agora, o Vila Cidadã já atendeu 38 mil pessoas em cinco bairros de Natal e em 12 municípios do estado. Nesta edição, a ouvidoria da Segurança Pública também estará presente para recebimento de denúncias, reclamações, sugestões sobre a Segurança no RN.

Segurança alimentar

Em Baraúna, a 7ª unidade do Café Cidadão será inaugurada oficialmente no próximo dia 7 de agosto, no prédio da Guaíba. Atualmente, a ação serve cerca de mil refeições matinais ao valor de R$ 0,50 por pessoa. A 33ª unidade do Restaurante Popular ainda será licitada. Quando aberta, oferecerá almoços ao preço de R$ 1 real cada.  Os dois programas são importantes ações que garantem a segurança alimentar para a população mais carente.

Compartilhe:
29/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Mega-Sena pode pagar R$ 105 milhões neste sábado

G1 – O sorteio 1.953 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 105 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (29), em Rio Branco (AC).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio o ganhador poderá comprar 700 carros de luxo. Se quiser investir na poupança, receberá mensalmente R$ 581 mil em rendimentos.

Compartilhe:
Página 1 de 3212345...102030...Última »

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros