12/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

MPRN adere à campanha Setembro Amarelo

MPRN adere à campanha Setembro Amarelo

Pelos dados do Ministério da Justiça, 32 brasileiros tiram a própria vida a cada dia. Os números assustam e, por essa razão, o tema “suicídio” precisa ser debatido de forma aberta.

Com esse objetivo, o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) aderiu à campanha “Setembro Amarelo”, capitaneada pela Associação Brasileira de Psiquiatria. A ideia é sensibilizar as pessoas para debaterem o tema e conscientizar as pessoas sobre o papel de cada um nessa questão. Para lembrar da campanha, a fachada da sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), em Candelária, ficará iluminada de amarelo durante este mês.

A prevenção ao suicídio não deve ter como foco apenas as pessoas potencialmente suscetíveis a essa prática, mas também – e principalmente – as pessoas que estão próximas a elas. Os amigos, os familiares, os vizinhos e os colegas de trabalho exercem uma influência muito importante para identificar e ajudar pessoas que estão passando por problemas que podem levar a um desfecho trágico. Muitas vezes uma palavra, um abraço ou mesmo um sorriso pode fazer a diferença.

O “Setembro Amarelo” é um alerta para que não fechemos os olhos para o próximo. E para simbolizar o apoio a essa causa, a sede da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) está iluminada na cor da campanha. Além disso, o portal de notícias do MPRN também está de cara nova, com alusão ao Setembro Amarelo.

Para o Ministério Público a preocupação com o tema não é apenas durante um único mês por ano. Os membros e servidores da instituição contam com o serviço de Plantão Psicológico, onde podem encontrar o apoio e a orientação profissional para lidar com suas dificuldades. O projeto é uma realização do Setor de Bem Estar da PGJ e atende o público interno da capital e interior.

Para saber mais sobre a campanha basta acessar o link http://www.abp.org.br/portal/setembro-amarelo/, onde existem diversas peças de divulgação para download. E caso precise de ajuda ou conheça alguém que precise desse apoio, basta entrar em contato com o Centro de Valorização da Vida (CVV). O centro realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e Skype 24 horas todos os dias: http://www.cvv.org.br/.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros