12/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Número de acidentes graves e mortos cai em relação ao último feriado no RN

Foto: Divulgação/PRF

A operação Independência 2017 da Polícia Rodoviária Federal encerrou à meia-noite deste domingo (10), com o registro de menor índice de violência nas rodovias federais no Rio Grande do Norte, se comparado com o último feriado de Corpus Christi. O reforço na fiscalização e as ações de educação para o trânsito contribuíram para a redução da violência.

Durante os cinco dias da operação, foram registrados nas BRs do RN um total de 23 acidentes, que resultou em 22 pessoas feridas e uma morta. Comparando-se com os dados da última operação, verifica-se uma redução de 44% nos acidentes graves, bem como uma redução de 80% no número de óbitos.

A fiscalização de alcoolemia e de combate ao excesso de velocidade foram determinantes para essa redução. De quarta-feira (6) a domingo(10), mais de mil motoristas passaram pelo teste do bafômetro, dos quais 25 foram autuados por estarem dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. Com relação ao excesso de velocidade, 1.146 condutores tiveram a imagem do seu veículo capturada pelo Radar fotográfico. Inclusive um dos autuados foi flagrado transitando a uma velocidade de 151 km/h, em uma rodovia em que o limite máximo permitido é de 100 km/h.

Outro indicativo nessa direção de combate às causas dos acidentes graves é a fiscalização quanto ao número de ultrapassagens proibidas. 207 motoristas foram autuados por realizar a manobra em faixa dupla contínua amarela ou de forma forçada.

Destaca-se que o valor das notificações aplicadas aos motoristas flagrados por alcoolemia é de R$ 2.934,70, dobrando no caso de reincidência dentro de 12 meses; e por ultrapassar em faixa contínua amarela é de R$ 1.467,35, além dos 7 pontos no prontuário da CNH.

Crimes flagrados – Durante o feriado, a Polícia Rodoviária Federal também atuou no combate à criminalidade. Quinze pessoas foram detidas por crimes diversos. Também foram recuperados dois veículos e apreendidos seis.

Via Agora RN


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros