05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Número de turistas no RN aumenta 7,2% no primeiro semestre

Número de turistas no RN aumenta 7,2% no primeiro semestre

No turismo um resultado positivo conquistado é reflexo de trabalho planejado e executado há pelo menos dois anos. E é com essa visão estratégica que o Governo do RN, por intermédio da Secretaria de Estado do Turismo do RN e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) tem apresentado, de forma constante, números de crescimento no fluxo turístico no Estado.

Após crescimentos consecutivos nos últimos meses, o mês de Junho – comumente considerado um dos piores do ano para o setor – não fugiu à regra e registrou alta de 2,9% no fluxo turístico pelo Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, segundo dados fornecidos pelo Consórcio Inframérica. O percentual representa um acréscimo de 4.566 turistas no Estado, se comparado com o mesmo mês em 2016.

No acumulado do primeiro semestre, entre janeiro e junho, o RN tem saldo positivo de 7,2% ou 81.475 turistas a mais do que os primeiros seis meses do ano passado. Os números representam uma injeção de mais de R$ 12 milhões ao cofre do Estado neste mês de junho, ou mais de R$ 220 milhões em receita gerada pelo turismo no primeiro semestre de 2017.

“Divulgar e promover nosso Estado em feiras e eventos nunca é demais. É um trabalho que só gera resultado com a continuidade, sobretudo no mercado internacional, quando se espera dois ou três anos para colhermos o que plantamos. E ainda temos muito que colher”, destacou o titular da pasta do Turismo estadual, Ruy Gaspar.

Como exemplo, a Setur e a Emprotur estiveram no último fim de semana na oitava edição do Festival das Cataratas, em Foz do Iguaçu, mais uma vez promovendo, com exclusividade, uma Noite Potiguar para vendes destinos dos cinco pólos turísticos do Estado para mil agentes de viagem. Evento realizado pelo Governo do RN com recursos do Governo Cidadão via acordo de empréstimo com o Banco Mundial e apoio da Fecomércio, ABIH/RN e prefeitura de Tibau do Sul.

Para a presidente da Emprotur, Aninha Costa, várias ações bancadas pelo Governo desde o início da gestão contribuíram para os recentes resultados, desde a desoneração do querosene de aviação, às iniciativas de divulgação e promoção dos destinos, capacitações e estratégias de marketing, com fampress, famtrips e campanhas junto à Gol e à TAP.

Ainda segundo dados da Inframérica, a variação no número de voos no primeiro semestre de 2017, se comparado ao mesmo período do ano passado, foi de crescimento de 3,6%, ou 335 voos a mais.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Prefeituras do RN justificam limites de gastos com queda de arrecadação

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – esclarece que a grave queda da arrecadação do país, aliada ao aumento de gastos com programas federais e à crise econômica, são os fatores primordiais para a elevação dos gastos das prefeituras municipais do Rio Grande do Norte com servidores. Nesta terça-feira (04), o Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) identificou que 75 municípios do Estado se encontram acima dos patamares exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Para o presidente da Federação, Benes Leocádio, o alerta do TCE/RN demonstra o reflexo dos problemas enfrentados pelos municípios: “A gente agradece o trabalho do Tribunal de Contas, e o parabeniza por estar alertando os gestores para que tomem as medidas que estejam ao alcance de cada um para respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal. Infelizmente o alto índice de gastos ocorre pela queda da arrecadação versus o crescimento de gastos com a execução de programas federais, levando as gestões municipais a extrapolar os limites. Agora os prefeitos terão que reduzir, cortar ainda mais despesas com pessoal”, afirmou Benes.

Benes lembra que o reajustes dos pisos salariais de algumas categorias e os programas federais – que são pagos, em parte, pelos municípios – afetam as folhas de pagamento das cidades: “O salário mínimo é reajustado todo ano, assim como piso de professores, piso de agentes comunitários, etc., mas a receita não. Pelo contrário: vem tendo frustrações”, lamenta Benes. Para exemplificar, o piso dos professores cresceu 125% desde que foi instituído, em 2008, enquanto a receita do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), destinado ao pagamento, cresceu apenas 65% no mesmo período.

Via Portal no Ar

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Sesap orienta municípios a realizarem ações contra hepatite

Dia 28 de julho é comemorado o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) está apoiando os municípios na realização de eventos de mobilização da sociedade para o reforço ao combate à epidemia. O Programa Estadual IST, Aids e Hepatites Virais dispõe de preservativos, testes rápidos e, através de parceria com o programa Estadual de Imunização, disponibilizará aos municípios vacina para Hepatite B no dia D (28 de julho).

A Sesap orienta que os municípios trabalhem ações durante todo o mês de julho e façam intensificação na semana de 24 a 28.07. Mas para isso é necessário que enviem as suas programações e solicitações para os e-mails: hepaids-coordenacao@rn.gov.br  e imunizacao24@gmail.com. De acordo com o responsável técnico do programa, Sergio Fabiano Cabral,    “as atividades de prevenção devem ocorrer durante todo o ano em um processo contínuo, e o Dia Mundial é um momento importante para a intensificação da campanha, onde é possível fazer uma grande mobilização social para relembrar a importância do combate às Hepatites Virais e despertar na população a consciência da necessidade da prevenção, reforçando que a resposta às epidemias é responsabilidade de todos”.

As hepatites virais são doenças que acometem o fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano. Há vários tipos, sendo as causadas pelos vírus da hepatite A, B e C os mais comuns, com manifestações variadas de acordo com cada agente etiológico. São doenças que possuem uma distribuição universal, apresentando diferenças regionais tanto na ocorrência quanto na sua magnitude. Sua importância para a saúde pública é devido ao número de indivíduos acometidos e das complicações resultantes das formas agudas e crônicas da infecção.

No ano de 2016, houve 122 casos confirmados de hepatites virais notificados no Sistema de Informação de Agravos Notificáveis (SINAN) do Rio Grande do Norte, sendo 03 casos de hepatite A, 26 casos de Hepatite B e 93 casos de hepatite C. A hepatite A apresentou expressiva redução no registro de casos nos últimos 3 anos. Essa redução pode ser atribuída à melhoria do sistema de saneamento básico e na oferta de água tratada no estado, além da introdução da vacina contra hepatite A no calendário nacional de vacinação infantil a partir de 2014.

Houve, também, diminuição no registro de casos de hepatite B que pode estar relacionada à ampliação da oferta da vacina contra hepatite B para faixas etárias acima de 30 anos a partir de 2013. De maneira oposta, o estado vem apresentando aumento na detecção de casos de Hepatite C, principalmente, na faixa etária acima de 50 anos, após a ampliação do acesso ao diagnóstico através da utilização de testes rápidos para triagem da hepatite C. Apesar do declínio nas notificações de casos, os esforços para o enfrentamento das hepatites virais não podem ser paralisados ou atenuados.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

MEC libera R$ 347 milhões para universidades e institutos federais

As universidades e institutos federais de todo o País receberão mais R$ 347,22 milhões em recursos financeiros. Os valores serão aplicados na manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros.

A maior parte, R$ 256,82 milhões, será repassada às universidades federais, incluindo repasses para hospitais universitários. Já a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica receberá R$ 90,40 milhões. Haverá ainda mais R$ 2,64 milhões que serão repassados ao Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), ao Instituto Benjamin Constant (IBC) e à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

O MEC também aumentou o limite de empenho para as universidades e institutos federais. A liberação do orçamento de custeio, que é utilizado para a manutenção das instituições de ensino, passou de 60% para 70%. Já o orçamento de capital, utilizado para adquirir equipamentos e fazer investimentos, passou de 30% para 40%.

Recursos

Os recursos estão previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017. Essa liberação cobrirá as despesas de custeio e investimento das unidades de um modo que não comprometa o funcionamento das instituições. Essa elevação aumentará o limite de empenho em mais R$ 900 milhões para as universidades e os institutos federias em todo o País.

Desde o início do ano, o MEC repassou R$ 3,76 bilhões em recursos financeiros para as instituições federais: universidades; institutos federais; Instituto Nacional de Surdos; Instituto Benjamin Constant; e Fundação Joaquim Nabuco.

No segundo semestre do ano passado, o MEC conseguiu aumentar o limite de custeio das instituições para 100%. Vale lembrar que os repasses financeiros são enviados pelo MEC às reitorias das instituições na medida em que a execução da despesa pública vai ocorrendo.

As instituições, no âmbito da autonomia administrativa e de gestão financeira e patrimonial que possuem, é que realizam a aplicação dos recursos. Dessa forma, o ministério, após efetuar liberação financeira, não possui qualquer ingerência sobre os processos de pagamento e sobre decisões administrativas que estejam a cargo de suas unidades vinculadas.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Caicó

Caern divulga calendário de abastecimento de água para Caicó em julho

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) divulgou o calendário do rodízio de abastecimento de água para a cidade de Caicó, referente ao mês de julho. Confira de acordo com a tabela abaixo, os dias em que cada área terá o seu fornecimento.

A cidade de Caicó está sendo abastecida somente pelo sistema da adutora emergencial, com uma vazão baixa, de 330m³/h, o que ocasiona um abastecimento mais lento.  A Caern lembra a importância de redobrar os cuidados com os hábitos diários que utilizam a água, como por exemplo, fechar a torneira para escovar os dentes e se ensaboar, evitar lavar a calçada usando a mangueira como vassoura e outros.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Caicó

Caicó: Emenda de um milhão permite ao CT Têxtil gerar empregos e desenvolvimento, diz prefeito

Caicó: Emenda de um milhão permite ao CT Têxtil gerar empregos e desenvolvimento, diz prefeito

Em entrevista à imprensa, o prefeito de Caicó, Batata Araújo, destacou que a construção do Centro Tecnológico Têxtil do Seridó vai gerar empregos e desenvolvimento econômico para a região do Seridó. Técnicos e engenheiros do governo do Estado estiveram na terça-feira (04) no local da obra do CT Têxtil, por trás do cemitério Campo Jorge, para agilizar a retomada do projeto. A perspectiva é que até outubro a obra seja retomada.

“Essa obra estava parada há quase dez anos e o local está servindo para o consumo de drogas. Nós lutamos para destravar esse projeto, mostrando ao deputado Rogério Marinho a importância de Caicó ter um Centro Tecnológico Têxtil. Ele colocou uma emenda em torno de um milhão e cem mil reais para viabilizar essa obra”, afirmou Batata. O CT Têxtil contará com um laboratório tecnológico que atenderá bonelarias, confecções, bordados, entre outros. A discussão sobre a obra e a governança corporativa do CT Têxtil será feita entre o Município de Caicó, SEDEC-RN, IFRN, FIERN (SENAI) e SEBRAE.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Natal

Manutenção de adutora pode afetar abastecimento de 14 bairros da capital

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realiza neste sábado (08), a lavagem e desinfecção de um reservatório da adutora 3, integrante do sistema de abastecimento de água que abastece as zonas Sul e Leste da capital, a partir da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Jiqui.

A intervenção é preventiva e pode ocasionar desabastecimento nos seguintes bairros: Tirol, Petrópolis, Ribeira, Rocas, Santos Reis, Mãe Luiza, Alecrim, Quintas, Bairro Nordeste, Lagoa Nova, Morro Branco, Nova descoberta, Lagoa Seca e Pirangi. A previsão para retomar a normalidade do abastecimento é de 24 horas.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Sejuc inicia ação preventiva de saúde em Alcaçuz

Sejuc inicia ação preventiva de saúde em Alcaçuz

O Governo do Estado, em conjunto com a prefeitura de Nísia Floresta, iniciou nesta terça-feira (04), na Penitenciária  Estadual de Alcaçuz, um trabalho pioneiro no sistema prisional brasileiro:  distribuição de ivermectina, remédio usado para erradicação de escabiose entre os presos.

Acompanhado pelo secretário de Justiça e Cidadania, Mauro Albuquerque, a equipe de saúde da unidade, coordenada pelo médico Lionaldo Duarte, começou o tratamentos, neste primeiro momento aplicando a dose 1 em 370 apenados do Pavilhão 3.

Com apoio dos agentes penitenciários e da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) uma equipe composta por três médicos, dois enfermeiros, um psicólogo, um assistente social, um dentista, um técnico em saúde bucal, um técnico em enfermagem e cinco alunos do 12º período do curso de medicina da UNP participaram da ação, fazendo avaliação preliminar dos presos, através de exame clinico, com informações documentadas em planilhas. Cada preso ingeriu dois comprimidos. Após sete dias será ministrada a segunda dose, com mais dois comprimidos. Com 30 dias a equipe volta a Alcaçuz para fazer uma nova verificação da aplicação, repetindo o questionário.

O objetivo é implementar um esquema terapêutico para livrar essa população carcerário dos riscos e consequências da escabiose, doença de pele que serve de porta de entrada para outras enfermidades, além de agir também de forma preventiva. “Fizemos tudo de maneira planejada para implementar um projeto modelo e evitar um dos piores surtos em presídios, que é o da escabiose, doença cujas complicações podem levar a morte. Com essa ação evitamos, ainda, a saída de presos para atendimento na rede pública”, comentou Thiago  Cabral, um dos médicos de Alcaçuz.

Na ocasião, a Sejuc também distribuiu kits de higiene pessoal doados por uma igreja e compostos de pasta, escova, barbeador e sabão, além de uma edição da Bíblia Sagrada para cada cela, das alas A e B do pavilhão. O titular da Sejuc comentou que o projeto integra as mudanças que vêm sendo implementadas para reestruturar o sistema prisional do RN.  “Com essa imunização estamos cuidado não só dos presos, mas também dos agentes penitenciários que lidam com eles diariamente”, ressaltou Ivo Freire, o diretor de Alcaçuz. A projeto contou ainda com o apoio (com parte do fornecimento da medicação) e acompanhamento da  secretária de saúde de Nísia Floresta, Lidiane Costa.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Senadores discutem hoje (05) a reforma trabalhista

A sessão do plenário do Senado deve ser aberta nesta quarta-feira (5) às 14h para que os senadores possam debater a proposta de reforma das leis trabalhistas.

A discussão deve seguir até as 22h e será retomada na quinta-feira (6). Na noite desta terça-feira (4), os senadores aprovaram por 49 votos favoráveis e 16 contrários o pedido de urgência para que a reforma seja o primeiro item da pauta na próxima semana.

Com o pedido de urgência aprovado, a votação já poderia ocorrer nesta quarta (5), como havia anunciado o líder do governo no Senado, senador Romero Jucá, há alguns dias, mas houve um acordo entre base e oposição para que a votação definitiva ocorra apenas dia 11 de julho, próxima terça-feira.

Por meio de seu porta-voz, o presidente Michel Temer comemorou a aprovação do pedido de urgência e disse que a votação expressiva demonstra o comprometimento da base aliada com as medidas propostas pelo governo para modernizar o país.

O projeto de lei da reforma trabalhista já passou pela Câmara dos Deputados e caso seja aprovado na próxima semana, será enviada para sanção presidencial.

Radioagência Nacional

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Prorrogadas as inscrições para curso preparatório para a aposentadoria no Seridó

As inscrições para o Curso de Preparação para a Aposentadoria em Caicó foram prorrogadas até o dia 13 de julho. O público-alvo são servidores públicos estaduais da região do Seridó que estão próximos de se aposentar. O formulário de inscrição pode ser acessado clicando aqui.

A iniciativa é da Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN), coordenadora do Programa de Apoio à Aposentadoria na Administração Pública do Rio Grande do Norte (Proap), em consonância com o Programa Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho (PQVST).

O curso será ministrado por servidores envolvidos com o PQVST, psicólogos, especialistas jurídicos e financeiros, nutricionistas e educadores físicos. A finalidade é capacitar o servidor público estadual na transição trabalho-aposentadoria e seus aspectos psicossociais e legais envolvidos; em suma, é ajudar as pessoas a se organizarem da melhor forma para viver bem o período fora do campo formal de trabalho.

As aulas serão realizadas em Caicó, no Campus Avançado da UERN (Av. Rio Branco, nº 725, Centro), nos dias 18, 19 e 20 de julho e 01, 02 e 03 de agosto, no horário das 8 às 12h e 14 às 18h. Essa é a terceira oferta do curso em 2017 e a primeira destinada à região do Seridó. Para o resto do ano, ainda estão programadas outras ofertas, com turmas em Mossoró, Pau dos Ferros e Natal.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Testemunha de Cunha, Lula chama Temer de ‘ingrato’

Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer em 2010 (Foto: Gustavo Miranda)

Por Gilberto Amendola, Estadão Conteúdo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento nessa terça-feira, 4, no Fórum de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, como testemunha de defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no processo que acusa o peemedebista e o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) de participarem de um esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal.

O depoimento foi tomado, via videoconferência, pelo juiz federal de Brasília Vallisney de Souza Oliveira. A audiência durou menos de dez minutos. Nela, Lula disse que não recebeu qualquer pedido de Michel Temer para que o atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, fosse nomeado vice-presidente da Caixa Econômica Federal. Lula afirmou que a indicação teria sido do próprio PMDB e de toda a base aliada.

O ex-presidente ressaltou que a escolha “normalmente passava pelo ministro das Relações Institucionais, Ministério da Fazenda e Casa Civil”. Segundo ele, depois desse caminho, a nomeação era levada novamente à Presidência da República e, não havendo nada que desabonasse o escolhido, era confirmado. Além disso, Lula disse não se recordar de um suposto encontro em que Temer e Moreira, ainda em 2010, teriam agradecido a ele a nomeação e confiança. “Não agradeceram. Foram ingratos”, disse.

Liberação

No depoimento, Lula também afirmou desconhecer qualquer influência de Cunha na liberação de recursos do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS) e uma preferência para projetos que fossem de interesse da Odebrecht. Ele também afirmou não saber de nenhuma irregularidade no financiamento do projeto do Porto Maravilha (revitalização da área portuária para a Olimpíada).

Cunha é suspeito de ter cobrado propina para liberar empréstimo com juros reduzidos por meio do FI-FGTS. Segundo a Polícia Federal, o fundo teria gerado cerca de R$ 20 milhões de propina para políticos – o deputado cassado, preso em Curitiba, está entre eles. Alves, ex-ministro do Turismo, que está preso em Natal, é réu na mesma ação penal.

Compartilhe:
05/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Petrobras reduz preço do gás de cozinha em 4,5%

A Petrobras reduziu em 4,5%, em média, os preços do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás cozinha, para uso residencial envasado pelas distribuidoras em botijões de até 13 kg (GLP P-13). Este reajuste entrou em vigor à meia noite desta terça-feira (5). O último reajuste para o gás de cozinha foi anunciado há menos de um mês, no dia 8 de junho.

De acordo com a estatal, a alteração não se aplica ao GLP destinado ao uso industrial e comercial. A Petrobras informou que, como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor e vai depender de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores.

O ajuste foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Pelos cálculos da companhia, caso seja repassado integralmente ao consumidor, o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reduzido, em média, em 1,5% ou cerca de R$ 0,88 por botijão. Isso ocorrerá se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) considerou como positiva a flutuação de preços no mercado brasileiro de GLP, mas ressaltou, em nota, que o ajuste anunciado ontem (4) “ainda deixa o preço praticado pela Petrobras para as embalagens até 13 quilos aproximadamente 18% abaixo do preço de paridade internacional, o que inibe investimentos privados em infraestrutura no setor de abastecimento”.

Na segunda-feira, a Petrobras tinha anunciado a redução média de 5% nos preços de comercialização às distribuidoras do GLP [gás liquefeito de petróleo] destinado aos usos industrial e comercial, que entrou em vigor nesta terça-feira. Para este reajuste, a companhia informou que o motivo principal foi a queda das cotações do produto no mercado internacional.

Por Cristina Indio – Agência do Brasil

Compartilhe:
Página 20 de 950« Primeira...10...1819202122...304050...Última »

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros