22/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

RN: Microcrédito financia 830 pequenos empreendedores da região Oeste

Microcrédito financia 830 pequenos empreendedores da região Oeste

O ginásio de esportes no centro do município de Messias Targino ficou lotado no final da tarde e início da noite desta quinta-feira, 21, para o ato de entrega pelo Governo do Estado de 830 financiamentos do programa Microcrédito do Empreendedor. O programa beneficiou pequenos empreendedores de outros cinco municípios, além de Messias Targino – Patu, Umarizal, Lucrécia, Janduís e Parau e representa um investimento de R$ 2 milhões.

Os financiamentos são para diversas atividades produtivas como comércio de roupas, cosméticos, perfumaria, salão de beleza, fabricação de doces e salgados, vendas de peças de automóveis, lojinhas de variedades, lanchonetes, oficina mecânica e artesanato, além de prestadores de serviços.

O governador Robinson Faria reafirmou a orientação da administração estadual: “Este é um Governo para quem mais precisa. Para quem precisa de uma mão amiga. Com o Microcrédito investimos para dar oportunidade ao negócio próprio, para dar opção a quem está desempregado, e, para quem já tem negócio próprio mas quer melhorar. O Microcrédito dá independência ao pequeno empreendedor, movimenta a economia, gera renda e estimula a geração de emprego, de novos negócios”.

90 MILHÕES

O programa Microcrédito do Empreendedor financiou desde o início da atual administração 20 mil pequenos empreendedores norte-riograndenses que movimentaram R$ 90 milhões. “Municípios em todas as regiões do Estado foram beneficiados. Isto num período em que o Rio Grande do Norte e o país enfrentam sua maior crise econômica e quando estamos no sétimo ano consecutivo de seca”, destacou o Governador, para concluir: “Não tememos a crise. Vamos vencer a crise com criatividade, ousadia e com ações diretas para a população que mais necessita, estimulando o trabalho, a produção e a renda”.

Compartilhe:
22/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Senado e Câmara têm 15 dias para votar reforma eleitoral

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

As próximas duas semanas serão decisivas para a definição da reforma política no Congresso. O Senado analisa novas regras para o financiamento das campanhas, enquanto a Câmara discute o fim das coligações nas eleições proporcionais e uma cláusula de barreira para que as legendas tenham acesso ao fundo partidário e ao tempo de rádio e TV. Para valer nas eleições de 2018, as duas propostas precisam ser aprovadas nas duas Casas até o dia 7 de outubro.

Na próxima terça-feira (26), os senadores devem votar o Projeto de Lei do Senado (PLS) 206/2017, do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO). O texto cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha e acaba com a propaganda partidária e com o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV. Pela proposta original, o dinheiro da compensação fiscal que a União paga às emissoras pela veiculação desses programas seria repassado ao fundo.

— É a única proposta que não mexe no Orçamento do país. Ela simplesmente retira o tempo de rádio e televisão do horário das eleições e do horário partidário e acresce multas junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Isso soma R$ 1,5 bilhão. Ponto-final. Não há tempo de rádio e televisão, e nós temos um fundo de R$ 1,5 bilhão — explica Caiado.

Mas o relator, senador Armando Monteiro (PTB-PE), apresentou um substitutivo ao projeto. Ele extingue a propaganda partidária no rádio e na TV, veiculada nos anos sem eleições. Mas mantém o horário eleitoral dos candidatos durante as campanhas.

De acordo com o substitutivo, o fundo também receberia metade do valor das emendas impositivas apresentadas pelas bancadas de deputados e senadores ao Orçamento Geral da União nos anos eleitorais. A previsão é de que o fundo conte com R$ 3 bilhões em 2018.

— Estamos propondo destinar 50% das emendas de bancada, exclusivamente no ano eleitoral, para poder prover esse fundo de recursos compatíveis com as exigências do processo eleitoral. Se foram gastos R$ 7,3 bilhões na eleição passada, estamos constituindo um fundo que representa menos de 40% dos gastos oficialmente declarados – explica Armando Monteiro.

O relator sugere ainda regras para a distribuição do dinheiro: 2% seriam divididos igualitariamente entre todos os partidos registrados no TSE; 49% de acordo com o percentual de votos obtidos na última eleição para a Câmara; 34% na proporção do número deputados federais; 15% na proporção do número de senadores.

O substitutivo também detalha a distribuição dos recursos dentro de cada partido: 20% seriam divididos igualitariamente entre todos os candidatos a um mesmo cargo. Respeitado esse piso, as executivas nacionais poderiam decidir como repartir o restante do dinheiro.

O texto prevê uma regra geral para o caso de os comandos partidários não conseguirem chegar a um acordo sobre como dividir os recursos: 50% iriam para as campanhas de presidente, governador e senador; 30% para deputado federal; e 20% para deputado estadual e distrital.

Agência Senado

Compartilhe:
22/09/2017
Por Danilo Evaristo em Esporte

CBF reunirá 64 profissionais em semana de treinos para árbitro de vídeo

Foto: Divulgação/Conmebol

Por GloboEsporte.com

Após o treino teórico, o treino prático. A partir da próxima segunda-feira, a CBF promoverá uma semana de treinamentos para a implantação dos árbitros de vídeo no futebol brasileiro. A atividade será no CT Oscar Inn, em Águas de Lindóia, no interior de São Paulo. Entre árbitros e assistentes, 64 profissionais devem passar pela semana de aprendizagem.

Inicialmente, a CBF pretendia usar a tecnologia neste fim de semana, na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, a implantação do recurso foi postergada para melhor adaptação e treinamentos.

Os treinamentos serão semelhantes ao realizado pela Fifa para a Copa das Confederações, em junho, do qual o árbitro mineiro Sandro Meira Ricci foi um dos participantes (veja no vídeo acima). Ricci também participou das atividades realizadas pela Conmebol para capacitação dos árbitros para o uso do vídeo nas semifinais e final da Libertadores.

Nesta semana, a CBF realizou um encontro para revisão de instruções e atualização de protocolo com a presença do presidente da Comissão de Arbitragem da entidade, Marcos Marinho, e o ex-árbitro e idealizador do projeto de árbitro de vídeo, Manoel Serapião Filho. A decisão da entidade foi tomada na última segunda-feira, após o polêmico gol de mão de Jô, na vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Vasco, no último domingo.

Compartilhe:
22/09/2017
Por Danilo Evaristo em Esporte

Fluminense elimina LDU e fará clássico contra o Flamengo

Pedro marcou o gol da classificação do Fluminense em Quito (Nelson Perez/Fluminense F.C.)

Após perder uma final de Libertadores e outra de Sul-americana para a LDU Quito, em 2008 e 2009, o Fluminense pela primeira vez eliminou o rival equatoriano, agora nas oitavas de final da Copa Sul-americana. Mesmo com derrota por 2 a 1, o time brasileiro avançou pelo gol fora de casa após a vitória por 1 a 0 no Rio de Janeiro. Agora, o Fluminense vai disputar as quartas de final da Copa Sul-americana com o Flamengo, que nesta quarta-feira passou pela Chapecoense.

Via Veja.com

Compartilhe:
22/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Fátima Bezerra critica corte de verbas para agricultura familiar e reforma agrária

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) disse considerar uma tragédia o corte orçamentário previsto em 2018 para as áreas de reforma agrária e agricultura familiar. Na tribuna do Plenário, nesta quinta-feira (21), ela fez críticas ao governo de Michel Temer e observou que a redução de verbas vai prejudicar todo o país, principalmente o Nordeste, que sofre com seis anos de estiagem.

Como exemplo da situação, ela citou o programa de construção de cisternas, que vai receber no próximo ano somente R$ 20 milhões, segundo informou. Em 2015, a dotação foi de R$ 248 milhões. Outro corte brusco, de acordo com a senadora, foi feito no Programa de Aquisição de Alimentos, que teve R$ 32 milhões em 2015 e terá R$ 3 milhões em 2018.

– São cortes profundos, brutais. Aliás, nem o Ministério da Agricultura escapou, apesar do apoio da bancada ruralista a esse governo ilegítimo e golpista – ressaltou.

Fátima Bezerra informou ainda que está sendo realizado em Brasília o Seminário Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar, convocado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais (Contag), com a participação de delegados de todo o país.

– Diante dessa realidade de supressão de direitos do povo e dos trabalhadores, só tem um caminho, o da luta. Por isso, saúdo este seminário. Os trabalhadores rurais estão em Brasília denunciando o governo Temer e estes cortes profundos no orçamento, e a Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura Familiar está mobilizada para tentar reverter isso – afirmou.

Agência Senado

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Deputados transformam prefeitos e vereadores em “cobaias” das mudanças nas regras eleitorais, afirma presidente da UVB

Legislando em causa própria deputados jogam mudanças da reforma política para a eleição de prefeitos e vereadores em 2020. Para o presidente da UVB, vereador Gilson Conzatti (Iraí/RS), deputados federais fazem de prefeitos e vereadores as “cobaias” das mudanças nas regras eleitorais.

A Câmara dos Deputados aprovou no início da madrugada desta quinta-feira (21), em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição que cria uma cláusula de desempenho para as legendas terem acesso ao fundo partidário já a partir do ano que vem. A PEC também põe fim às coligações, a partir de 2020.

Para concluir a votação da PEC, porém, a Câmara ainda analisará, na próxima semana, os destaques apresentados para modificar a proposta. Passada esta fase é que o projeto seguirá para o Senado.

O presidente da União dos Vereadores do Brasil – UVB, Gilson Conzatti, manifestou que os atuais deputados federais não respeitam o parlamento municipal, fazem de nós as cobaias das mudanças nas regras eleitorais. Fizeram mudanças que não irão mudar nada na eleição de 2018. Conzatti manifesta que espera que os vereadores do Brasil, tenham atitude nas eleições de 2018, dando a resposta aos parlamentares, não os apoiando, já que os mesmos, nas bases fazem um discurso e no plenário da Câmara Federal votam de acordo com seus interesses, desvalorizando as eleições municipais, em especial o papel dos vereadores, que são os cabo eleitorais de luxo desses deputados.

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Antônio Jácome antecipa voto favorável à investigação contra Michel Temer

Antônio Jácome – Foto: Danilo Evaristo

O deputado federal Antônio Jácome saiu na frente e já adiantou seu posicionamento em relação à denúncia contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB).

“O Brasil inteiro tem acompanhado mais uma denúncia contra o presidente Temer, desta vez por organização criminosa e obstrução de justiça. Reafirmo minha posição contra a corrupção e serei favorável à investigação”.

Na primeira denúncia contra Temer, Jácome também votou pela investigação.

Via Thaisa Galvão

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Cartão do Bolsa Família deve ser ativado antes do saque do benefício

Famílias que acabaram de entrar no programa Bolsa Família devem, primeiramente, ativar o cartão enviado pelos Correios. Após esse passo, poderão retirar o dinheiro repassado mensalmente pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Para ativar o cartão, o responsável familiar deve ligar gratuitamente de qualquer telefone, fixo ou celular, para o número 0800 726 0207, solicitando o desbloqueio e a liberação para o cadastramento da senha. Em seguida, é preciso ir a uma lotérica para assinar o termo de responsabilidade de guarda do cartão. Nesse momento, também será cadastrada a senha do beneficiário, caso tenha sido feita a liberação prévia por telefone.

Depois do cadastramento, o atendente passará o cartão no terminal eletrônico para ativá-lo. Também é indispensável apresentar um documento de identificação para realizar o procedimento. A ativação do cartão e cadastramento da senha também podem ser feitos diretamente em qualquer agência da Caixa.

Ao entrar no programa, a família recebe uma correspondência informando que foi selecionada. O prazo para entrega dos cartões, emitidos pela Caixa, é de 30 a 45 dias. Nesse período, o beneficiário pode sacar o dinheiro por meio de guia bancária apresentando documento de identificação em qualquer agência da Caixa.

A diretora do Departamento de Benefícios do Ministério do Desenvolvimento Social, Caroline Paranayba, alerta que é proibida qualquer cobrança de taxas ou venda dos cartões. Ela ressalta ainda a importância de manter as informações do Cadastro Único sempre atualizadas.

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Agosto registra 35,45 mil novas vagas de trabalho formal no país

Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

Em agosto, o número de novas vagas de trabalho com carteira assinada somou 35.457, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (22) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Segundo o Caged, agosto foi o quinto mês seguido com mais vagas de trabalho formal abertas do que fechadas no país.

No mês anterior, julho, foram gerados mais 35.900 postos de trabalho com carteira assinada.

De janeiro a agosto deste ano, o mês de abril foi o que apresentou melhor resultado: 71.193 novas vagas em postos de trabalho formal.

No entanto, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o desemprego continua alto. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), no trimestre de maio a julho, 12,8% dos brasileiros estavam desocupados, número que representa um quantitativo de 13,3 milhões de pessoas.

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Wlademir Capistrano é nomeado juiz titular do TRE – RN

O juiz substituto da corte eleitoral potiguar, na classe jurista, Wlademir Capistrano, foi nomeado juiz titular do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, pelo presidente da república em exercício Rodrigo Maia, para mandato de dois anos na corte.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União, de 20 de setembro de 2017. Wlademir Capistrano era o terceiro nome na lista tríplice e foi o advogado indicado pelo Tribunal de Justiça do estado. Wlademir irá ocupar a vaga aberta após o término do segundo mandato do juiz Verlano Medeiros.

A posse no TRE – RN será agendada em breve.

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

FEMURN recebe reunião de prefeitos da região do Seridó

Na tarde desta quarta-feira (20), o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, Benes Leocádio, presidiu uma reunião na sede da entidade, com os prefeitos e representantes dos municípios da região do Seridó, representados pela Associação dos Municípios do Seridó (AMS) e Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental (AMSO).

O encontro foi realizado para discutir orientações, ações e estratégias sobre os problemas em comum que as cidades da região vêm enfrentando e que têm sido agravados pela crise econômica. A conversa teve a participação do corpo técnico da FEMURN e do assessor jurídico da entidade, dr. Mário Gomes, que esclareceu dúvidas dos administradores municipais.

“A AMS e AMSO solicitaram à FEMURN, na oportunidade do encontro do Consórcio Regional de Resíduos Sólidos, orientações acerca de posicionamentos e ações que todos dessa região precisam tomar sobre decisões administrativas destes municípios. A troca de informações aqui foi muito importante. A ideia é que os prefeitos possam agir coletivamente com relação a esses temas, pois vivem situações parecidas em face aos problemas financeiros e administrativos agravados pela crise do país”, explicou Benes.

Foram formadas comissões para reuniões junto a outros órgãos e entidades e foram discutidos assuntos como: ordem cronológica, farmácia básica, limite prudencial e mobilização dos prefeitos, entre outros.

Fonte: ASSESSORIA DE IMPRENSA DA FEMURN

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Deputados aprovam pedido de empréstimo no valor de R$ 698 milhões para Governo do RN

Foto: João Gilberto

O pedido de empréstimo de R$ 698 milhões do Governo do Estado à Caixa Econômica Federal foi autorizado pela Assembleia Legislativa. A votação aconteceu durante a sessão plenária desta quinta-feira (21).

Os deputados aprovaram à unanimidade a mensagem 140/2017. Outra matéria também aprovada por todos os deputados foi a mensagem 137/2017, alterando a lei 9.626 de 2012, que previa obras exclusivamente para a Avenida Engenheiro Roberto Freire.

A alteração na lei irá permitir que os recursos da ordem de R$ 234,8 milhões possam ser aplicados em mobilidade urbana, saneamento básico e projetos de infraestrutura turística para os municípios de Natal, Macaíba, Parnamirim, Extremoz e São Gonçalo do Amarante. Uma dessas obras é a reforma e ampliação do Centro de Convenções de Natal.

Originalmente, estavam previstos cerca de R$ 11,5 milhões para a área de Segurança e foi ampliado para R$ 50 milhões. Desse valor, R$ 10 milhões serão destinados à Polícia Civil, garantidos por emenda parlamentar. Na discussão das matérias, o líder governista, deputado Dison Lisboa (PSD) defendeu a necessidade dos recursos para ampliar a capacidade de investimento do Governo.

Outros deputados também participaram do debate sobre a aplicação dos recursos, cobrando a utilização efetiva dos empréstimos na melhoria da qualidade de vida da população do Rio Grande do Norte.

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Flavio Rocha pede desculpas por criticar procuradora

O Estado de S.Paulo

O presidente da Riachuleo, Flavio Rocha, pediu desculpas à procuradora do Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte, Ileana Mousinho nesta quinta-feira, 21, após se manifestar contra uma ação que pede R$ 37,7 milhões de indenização à varejista por terceirizar a produção com condições trabalhistas piores que as dos funcionários diretos da empresa.

Rocha  havia usado as redes sociais para convocar uma manifestação em frente ao Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte. Em postagem direcionada à procuradora Ileana Neiva Mousinho, o executivo diz que ela persegue a companhia. “Ao nos expulsar do nosso próprio Estado, a senhora nos obrigou a construir nossas fábricas em outros Estados e países, que nos recebem com o respeito que merece quem cria empregos e riqueza. A iniciativa é toda dela. É uma coisa pessoal”, diz, ao citar “visão marxista” como razão para a suposta perseguição. Nas redes sociais, o empresário acusa a procuradora de “ódio” e diz que “todo o mal” que ela tem causado à companhia “recai sobre os trabalhadores”.

Ele diz que o piso salarial do setor tem como referência o salário mínimo e os valores são semelhantes na fábrica própria, nos arredores de Natal, e nas pequenas confecções terceirizadas.

Mais tarde, Rocha se desculpou com a procuradora, também pelas redes sociais. “Ao defender os interesses da Guararapes Confecção, não quis atingir a honra da procuradora. Se fui enfático nas críticas foi porque o que está em jogo é o emprego de milhares de pessoas.” Ele, no entanto, manteve sua posição em relação à terceirização. “Reafirmo, no entanto, minha posição a favor de práticas trabalhistas mais modernas, já aprovadas pela recente reforma, em linha com o que se pratica na grande maioria dos países.” / COM FERNANDO NAKAGAWA E DAYANNE SOUSA

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Papa anuncia fim da possibilidade de recurso para padres que cometem abusos

Da Agência EFE

O papa Francisco anunciou hoje (21) que um religioso efetivamente condenado por abuso sexual contra um menor de idade não poderá apresentar recurso e jamais terá a graça concedida.

O pontífice fez este anúncio ao receber os membros da Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores, organismo criado por ele há quatro anos para trabalhar pela educação e prevenção de abusos dentro Igreja Católica. A informação é da EFE.

Francisco, que tinha um discurso escrito, deixou o protocolo de lado para falar de improviso sobre algumas das preocupações e acusações de atraso que surgiram sobre como a Igreja está enfrentando o problema e reconheceu que existe lentidão na hora de analisar os muitos casos que chegam.

Francisco anunciou que está trabalhando para que quando um abuso for provado, isso será suficiente para não admitir recurso.”Se há provas, ponto. (A sentença) é definitiva”, declarou.

Compartilhe:
21/09/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

‘Eles estão mexendo com um político que não roubou’, diz Lula, sobre investigações

Foto: HEULER ANDREY / AFP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que os procuradores e delegados que o investigam estão mexendo com “um político que não roubou e não tem medo deles”.

Ao discursar num evento promovido pela Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT, para discutir o programa de governo do partido para a eleição de 2018, Lula O ex-presidente afirmou que se “sente estimulado” a defender a sua honra e que os investigadores “mexeram com quem não deveriam mexer.”

— Não é porque estou acima de qualquer coisa. É porque eu não fiz o que eles dizem que eu fiz. Se ele estão acostumados a mexer com político que roubou, que fez corrupção, que enriqueceu e está com o rabo no meio das pernas, eles estão mexendo com um político que não roubou, que não tem medo deles e que a única coisa que tem é a sua honra para defender — afirmou.

O ex-presidente ainda chamou de “excrescência, da excrescência, da excrescência”, a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) transformada em ação nesta semana contra ele na Operação Zelotes por causa da aprovação, durante seu governo, de uma medida provisória (MP) que beneficia o setor automobilístico.

POR SERGIO ROXO/O GLOBO

Compartilhe:
Página 3 de 80712345...102030...Última »

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros