15/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Alteração no horário do atendimento presencial da Caern na sexta-feira (17)

Nesta sexta-feira (17) o expediente da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) será corrido em todas as unidades de atendimento presencial no Estado, das 7h30 às 13h30. A parada será necessária para uma melhoria no armazenamento de dados da Companhia. Os serviços considerados essenciais serão mantidos normalmente. Em decorrência da parada nos sistemas, o contact center, incluindo o telefone 115, também terá o seu atendimento limitado.

Compartilhe:
15/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Na tribuna do Senado, Agripino revindica participação do RN nos leilões de energia eólica

Foto: Mariana DiPietro

Em discurso no início da tarde desta terça-feira (14), o presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse na tribuna do Senado que reunirá a bancada federal do Rio Grande do Norte para debater estratégias para que o estado participe do leilão de energia eólica no país. “Meu estado é um grande produtor de energia eólica e hoje de manhã fui surpreendido com a notícia de que, no leilão de oferta de novos lotes para instalação das torres geradoras de energia eólica, não está previsto nenhum lote no RN. Não por falta de matéria prima, de investidor, mas por falta de linha de transmissão”, frisou.

O senador potiguar criticou ainda a ausência de investimento na construção e ampliação das redes de transmissão de energia no RN. “O governo não tomou a precaução de fazer linhas novas para receber novas torres eólicas que gerassem energia barata para o consumidor brasileiro. Como parlamentar do meu estado, vou reunir a bancada federal para lutarmos contra essa injustiça. É preciso corrigir esse equívoco. Tem que haver uma previsão de construção e ampliação das redes de alta tensão para que o vento do Rio Grande do Norte produza energia eólica barata e competitiva”, destacou o parlamentar.

Compartilhe:
15/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Buscando resolver problema da falta d’água, prefeitura de São José do Seridó perfura poços em área urbana

A gestão municipal de São José do Seridó, tem realizado ações objetivando amenizar as consequências da forte estiagem. Na última semana, por exemplo, alguns poços começaram a ser perfurados em setores da zona urbana.

Através da secretaria municipal de Obras, foi dado início a perfuração de um poço nas proximidades do Centro Municipal de Educação Infantil, cujo objetivo é resolver o grave problema de falta de abastecimento de água naquela unidade de ensino. O poço é uma conquista viabilizada pela prefeita Miúda Góes junto a FUNASA.

Compartilhe:
15/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Michel Temer deve trocar 17 ministros, diz Romero Jucá

Da Agência Brasil

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), disse ontem (14), pelo Twitter, que o pedido de demissão de Bruno Araújo do Ministério das Cidades acabou por “precipitar” o debate sobre a reforma ministerial dentro do governo. De acordo com Jucá, o presidente Michel Temer deverá trocar 17 dos 28 ministros.

“A saída do ministro da Cidades precipita a discussão da reforma ministerial, tendo em vista que há ministério vago. Temer está avaliando e discutindo como vai fazer. Será uma reforma ampla, 17 ministérios vagos no prazo que o presidente determinar. Ele quem vai definir o ritmo”, publicou o senador em sua conta no Twitter.

Compartilhe:
15/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Temporada de cruzeiros na costa brasileira começa nesta quarta-feira (15)

Foto: Arquivo/Abramar

A temporada de cruzeiros pela costa brasileira começa nesta quarta-feira (15). Durante toda a alta estação, que vai até depois do Carnaval de 2018, cerca de 439,7 mil turistas terão viajado nas 124 opções de rotas dos navios. Além dessas, serão disponibilizadas 45 viagens de curta duração.

Na temporada 2015/2016, o setor de cruzeiros marítimos contribuiu com R$ 1,911 bilhão na economia brasileira, de acordo com o Ministério do Turismo. A estimativa de crescimento para o nicho no Brasil, segundo a pasta, é de 4% ao ano.

“O setor de cruzeiros no Brasil contribui diretamente para a geração de emprego e renda. Atento a isso, o Ministério do Turismo tem trabalhado para fortalecer a atividade no País e, consequentemente, estimular a vinda de novos cruzeiros para a próxima temporada”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Segundo dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), para cada grupo de 18 turistas é gerado um novo emprego no Brasil. Dessa forma, na temporada de verão, 24 mil novas vagas diretas devem ser ofertadas e ocupadas no País.

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Mossoró: curso orientará como criar um grupo de apoio à adoção

Mossoró sediará nos dias 20 e 21 deste mês o curso “Como criar um grupo de apoio à adoção?”. O evento é uma realização do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 12ª Promotoria de Justiça da cidade e Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), em parceria com a Vara da Infância e Juventude da comarca e com o projeto Acalanto Natal. No dia 20, ocorrerá das 19h às 20h e no dia 21, das 9h às 18h30, na sede das Promotorias de Justiça de Mossoró.

O curso visa a fomentar localmente a criação de um grupo de apoio à adoção, para permitir que haja encontro daqueles que desejam ser pais com as crianças e adolescentes que estão crescendo nos abrigos à espera de uma família. “Queremos auxiliar a rede na criação desse grupo”, destacou o promotor de Justiça Sasha Alves do Amaral.

Estão sendo convidados para o evento os profissionais da rede de atendimento e do sistema de garantias de direitos, promotores de justiça, magistrados, defensores públicos, advogados, psicólogos, assistentes sociais e, principalmente, a sociedade em geral – especialmente quem possui desejo de adotar ou apoiar a causa.

Os facilitadores do evento, cuja programação segue abaixo, são todos do projeto Acalanto Natal. O Acalanto é uma sociedade civil e assistencial, sem fins econômicos, composto por voluntários que desenvolvem um trabalho de esclarecimento, estímulo e encaminhamento à adoção, tendo como objetivo básico evitar a institucionalização de crianças e adolescentes e prevenir o seu abandono e marginalização. Mais informações sobre o projeto no site:  http://www.projetoacalantonatal.com.br/.

PROGRAMAÇÃO

Segunda-feira 20/11

19h – Abertura
Palestra inaugural: Cláudio Medeiros
20h – Encerramento

Terça-feira 21/11

9h – Credenciamento
Abertura
“Os grupos e suas expectativas” com Rejane Bruno e Pedro Bruno;
9h50 – “Trabalho Voluntário” com Ruan Oliveira;
10h30 – “Grupos de apoio à adoção (GAA) e Angaad” (o que é um GAA, como substituir um GAA, Angaad e lutas atuais, gestão de um GAA) com Rejane Bruno e Pedro Bruno;
11h45 – Intervalo para almoço
13h30 – “GAA atendendo ao público” (atendendo um pretendente à adoção, atendendo uma gestante, reunião com os pais, trabalho com instituição de acolhimento) com Cláudio Medeiros;
14h40 – Intervalo/Coffee Break;
15h – “GAA agindo na rede de proteção” (conceitos básicos da rede, polêmica atualmente, papel do GAA na rede) com Cláudio Medeiros;
16h30 – Mesa-redonda e sistematização dos trabalhos com mediação do promotor Sasha Amaral
17h30 – Sistematização dos trabalhos com mediação do promotor Sasha Amaral;
18h30 – Encerramento

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Cavalo é ‘preso’ e passa a noite em delegacia de Sergipe

Por G1 SE

Um cavalo foi ‘preso’ pela Policia Militar na cidade de Nossa Senhora Aparecida (SE), após dar um coice em um veículo durante a realização de uma cavalgada no início na noite deste domingo (12). A informação foi confirmada pelo comandante do policiamento no município.

Segundo o engenheiro civil e proprietário do animal, Wiliams Francisco dos Santos, ele estava com o cavalo quando outras pessoas pediram para passear com o animal. “Como sou conhecido de muitas pessoas, não vi problema em emprestar. Um rapaz saiu para dar uma volta e o cavalo se assustou e deu um coice, que atingiu o veículo de uma mulher da cidade de Ribeirópolis. Em seguida, um policial pegou o cavalo e o levou para a delegacia”.

Wiliams diz que se ofereceu para levar o animal, mas o policial se recusou e informou que ele só seria liberado nesta segunda-feira (13). “Quando eu cheguei na delegacia o cavalo estava em uma cela, como se fosse um marginal. Ele estava sem comida, sem água e em um espaço onde não podia ser mexer. A noite eu levei comida, mas hoje de manhã não me deixaram alimentá-lo”, desabafou.

“Não existe nenhum procedimento contra mim, mas prenderam o meu cavalo. Estou registrando um Boletim de Ocorrência e vou entrar na Justiça. Precisei pedir ajuda para uma ONG de proteção aos animais para tentar soltá-lo. O que só aconteceu na tarde desta segunda-feira. Ele foi liberado, mas está mancando de tanto ficar sem se mexer”, denuncia.

A representante da ONG Educação Legislação Animal (Elan), Nazaré Morais, registrou um Boletim de Ocorrência referente aos maus tratos em virtude do cavalo ter ficado em um local inadequado.

Sobre os danos causados pelo coice do cavalo no veículo, Williams informou que nesta terça-feira (14) vai comparecer à delegacia no município de Ribeirópolis, onde a dona do carro reside para acertar o pagamento dos danos.

O capitão da Polícia Militar, Vagno Passos, comandante do policiamento no município, disse que o animal passou a noite na delegacia porque o dono se recusou a admitir a responsabilidade e culpou a motorista por ter estacionado na área da festa. “O cavalo deu um coice na porta de um veículo, sendo utilizado como meio para cometer o crime de dano. E foi conduzido à delegacia para que fosse realizado o procedimento”, disse.

O capitão negou que o animal sofreu maus tratos, mas admitiu que ele passou a noite na delegacia. “Ele ficou em uma área de serviço, recebeu água, alimento e não foi maltratado. Não ficou na área externa por questões de segurança, pois poderia ser roubado. Somente hoje o proprietário do animal assinou um termo de responsabilidade sobre o dano e o cavalo, e o animal foi solto”, finalizou.

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Inep divulga gabarito do Enem 2017

Estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano já podem conferir o gabarito oficial no site: https://enem.inep.gov.br. Ao todo, são seis gabaritos para cada dia e seis Cadernos de Questões, de acordo com as cores da prova. O participante deve ficar atento para conferir o gabarito relativo à cor de prova que fez em cada domingo de aplicação.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também divulgou os cadernos de provas com acessibilidade (ampliada, superampliada, ledor e a videoprova em Libras).

As provas ampliada e superampliada têm por base o caderno azul, no 1º dia, e o caderno amarelo, no 2º dia. O caderno laranja corresponde à prova do ledor e em braile e deve apresentar a mesma sequência do caderno azul, no 1º dia, e do caderno amarelo, no 2º dia.

O caderno verde foi o que acompanhou a videoprova traduzida em libras. Além dele, o Inep divulgará todo o conteúdo da videoprova em seu canal no YouTube, até 16 de novembro, como previsto.

Isso permitirá que os surdos e os deficientes auditivos tenham como estudar para futuras edições do Enem assim como os participantes ouvintes, em sua primeira língua.

Números

Na edição deste ano do Enem, cerca de 4,5 milhões de estudantes realizaram o exame. As provas foram aplicadas nos dois primeiros domingos de novembro (5 e 12). No total, foram mais de 58,5 mil atendimentos especiais: 41,2 mil especializados, 16,9 mil específicos e 306 de nome social.

Foram eliminados 842 candidatos por descumprimento de regras gerais do edital (264 no primeiro dia e 578 no segundo), 9 porque foram impedidos de entrar nos locais de prova por conta do detector de metais e mais 2 não fizeram as provas por recusa de coleta do dado biométrico.

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Cristovam Buarque se licencia do Senado para buscar candidatura à Presidência

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Com a aproximação das campanhas eleitorais, começou a temporada de licenças no Senado e a posse dos suplentes sem voto. Depois do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que se afastou semana passada por mais de 120 dias dando posse ao empresário Sérgio Castro (PDT-ES), hoje foi a vez do senador Cristovam Buarque (PPS-DF) anunciar que ficará fora do mandato quatro meses, para trabalhar junto à militância seu pleito à vaga de candidato do PPS àPresidência da República.

No seu lugar vai assumir o petista Wilmar Lacerda (PT-DF), ex-secretário do ex-governador Agnelo Queiroz e citado no mensalão. Dos 81 senadores, hoje, 11 são suplentes que assumiram pelo afastamento temporário dos titulares para ocupar cargos de ministro, governador, secretário de estado, ou em função de morte, licença ou cassação do senador eleito.

Ao anunciar hoje sua licença, Cristovam disse que vai iniciar uma rodada de conversas com a população e a militância do PPS. E disse que se sente pronto e preparado, porque o Brasil está precisando “ de retomar uma coesão de seus 200 milhões de habitantes”.

POR MARIA LIMA/O GLOBO

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Iluminação natalina: Cosern dá dicas de segurança e de economia para enfeitar sua casa

As luzes do Natal já estão por toda parte, nas ruas, comércios, prédios e residências. Artigos de iluminação para fachadas de imóveis e ambientes internos são um dos adornos mais procurados e comercializados nesta época do ano. Sejam novos ou reaproveitados de anos anteriores, a instalação dos tradicionais piscas-piscas natalinos exige atenção especial.

Para prevenir acidentes com energia elétrica, a Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, aconselha os consumidores a adotar alguns cuidados importantes ao adquirir, instalar e manusear esse tipo de decoração luminosa.

Tenha cuidado na escolha dos produtos. Os adornos devem ser de boa qualidade e, obrigatoriamente, certificados pelo Inmetro. As embalagens dos pisca-piscas devem conter informações como potência, tensão de alimentação e instruções de uso.

Fique de olho no consumo. No caso dos enfeites luminosos, a informação sobre a potência do produto, dada em watts (W), e contida na embalagem, merece atenção, pois quanto maior a potência, maior será o consumo de energia. Um conjunto padrão de 100 micro-lâmpadas, com 50 W de potência, consome 16,5 kWh/mês, se ligado por 11 horas diárias. Neste caso, a dica é reduzir o tempo de uso. Se forem ligadas por 5 horas, das 19h à meia-noite, o consumo dessas lâmpadas cai para 7,5 kWh/mês.

Outra opção de economia é dar preferência às lâmpadas de LED, que são mais eficientes, brilhantes e com maior durabilidade do que as convencionais. O hábito consciente de consumo evita desperdícios e proporciona economia na conta de energia.

Antes de decorar a residência, faça uma revisão nas instalações elétricas, com um eletricista capacitado. Atenção também para fios desencapados, com a parte metálica aparente. A capa de proteção evita choques e fuga da corrente elétrica. É importante verificar as condições do material que será instalado: aqueles pisca-piscas comprados em anos anteriores podem ter sofrido algum tipo de  desgaste.

Não faça várias ligações em uma mesma tomada, através do chamado “T” (benjamins), pois isso pode provocar aquecimento e curto-circuito e consequentemente interromper o fornecimento de energia elétrica. Se o incidente ocorrer próximo a materiais inflamáveis (cortina de tecido, papelão, fibras, isopor e etc.), pode até causar um incêndio. Além dos riscos, o aquecimento da tomada também gera perda de energia e o consequente aumento na fatura.

No caso das árvores de Natal, é importante procurar pela etiqueta “Resistente ao Fogo”. Essa medida preventiva pode evitar um incêndio, na eventualidade de um curto-circuito.

Fique atento na hora da montagem da árvore. É importante evitar o uso de luzes elétricas e piscas decorativas em estruturas de metal. Elas podem conduzir energia e provocar choques  elétricos. As luzes não devem estar próximas de enfeites produzidos com papel ou cartolina. Não utilize enfeites de papel em árvores com iluminação elétrica.

Ao manusear a instalação natalina é preciso certificar-se ainda de que ela está inteiramente desconectada das fontes de alimentação de energia. Os equipamentos só devem ser ligados depois que a montagem estiver concluída. Após isso, deve-se evitar tocar na fiação ou substituir lâmpadas queimadas. Dê preferência aos enfeites impermeáveis, pois são mais seguros, têm maior durabilidade e podem ser reaproveitados nos próximos anos.

Redobre o cuidado ao instalar pisca-piscas em áreas externas das residências, pois isso pode agravar os riscos de acidentes. Por estar mais vulnerável ao calor e à chuva, há mais riscos de choque elétrico e curto-circuito. A ação do tempo pode ressecar a fiação e a presença de água potencializa os efeitos da condução da corrente elétrica pelo corpo humano.

Em hipótese alguma, permita que crianças manuseiem a decoração natalina que envolva energia elétrica. O serviço deve ser feito por um profissional capacitado, evitando, dessa forma, o risco de acidentes, além da possibilidade de quedas das escadas.

Lembre-se que a decoração desperta a atenção das crianças que tendem, naturalmente, a querer tocar nos enfeites. Outra recomendação é não instalar objetos decorativos próximos à rede de distribuição de energia.

Desligue os aparelhos e enfeites de Natal ao sair de casa e na hora de dormir. Esta prática evita consumo desnecessário de energia e acidentes. Nunca desligue aparelhos elétricos puxando pelo cabo ou fiação. Para desligá-lo da tomada,  utilize o plugue.

Não faça ligações clandestinas de energia para a iluminação natalina. Além de sobrecarregar o sistema, elas representam risco de curto-circuito, acidentes graves e é crime previsto no Código Penal Brasileiro.

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Caern trabalha em conserto de bomba de abastecimento em Natal

Uma equipe da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está trabalhado na substituição de uma bomba que integra o sistema de abastecimento da Adutora 1, da Estação de Tratamento de Água (ETA) Jiqui.

A parada do equipamento pode afetar total ou parcialmente a oferta de água nos seguintes bairros e localidades de Natal: Felipe Camarão, Cidade Nova, Cidade da Esperança, Nazaré, Capim Macio (incluindo Cidade Jardim e Mirassol), Nova Descoberta, Neópolis, Bom Pastor, Candelária e Lagoa Nova.

A previsão é de que o serviço seja concluído até esta quarta-feira (15), com retomada imediata do abastecimento e normalização da oferta em até 48 horas, a depender da pressurização na rede para as localidades mais distantes.

A Caern orienta que neste momento, seja intensificado o uso consciente da água disponível nos reservatórios, até que seja restabelecido o serviço. Mais informações pelo telefone 115.

Compartilhe:
14/11/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Produtora de vídeo é condenada por não entregar gravação de casamento no RN

O juiz Sérgio Augusto Dantas, da 7ª Vara Cível de Natal, condenou o proprietário de um empresa de filmagem de eventos a indenizar um casal pelos prejuízos morais suportados por eles causados pela não entrega da gravação em vídeo do casamento dos autores. O valor é de R$ 5 mil, acrescidos de juros e correção monetária.

O magistrado que julgou a demanda também condenou o empresário a pagar ao casal os gastos comprovadamente realizados por eles, no valor de R$ 500,00, montante também a ser acrescido de juros e correção monetária. Ele ainda condenou o réu a devolver os quatro mídias de CDs que estão em seu poder.

Os autores disseram que contrataram com o proprietário da empresa, a prestação de serviços de filmagem de seu casamento, realizado na capital paraibana. Informaram que o valor do contrato ficou em R$ 500,00 e que este foi lavrado pelo profissional.

Mais adiante, disseram que realizado o casamento e a recepção na data aprazada contou com a presença do responsável pelas filmagens. Todavia este, em data posterior, informou à autora que não tinha como entregar o material, pois sua filmadora teria sido roubada.

Nela, ainda segundo o réu, estariam as imagens da festa de casamento. O réu teria justificado que aguardava a realização de outro evento, para daí passar as imagens para o seu computador. Por isso, afirmam que recorrem ao Judiciário para verem pagas indenizações por danos morais e materiais.

Ao final, requereram a condenação do réu para pagar a quantia de R$ 500,00 a título de danos materiais; condenação ao pagamento de dano moral em valor a ser arbitrado pelo juízo, além de condenação do réu a devolver quatro Cds (mídias de imagem) que estariam em seu poder.

Quando julgou o caso, o juiz considerou o réu revel no processo, já que não apresentou contestação. Para ele, a documentação levada aos autos é suficiente a comprovar a existência da dívida e um patente desinteresse do réu em pagá-la.

Compartilhe:
Página 5 de 1.064« Primeira...34567...102030...Última »

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros