13/06/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Seminário reúne diversos entes envolvidos na perfuração de poços

Realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), seção Rio Grande do Norte, e do Programa Jovens Profissionais do Saneamento Ambiental da ABES, em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), o “Seminário Perfuração de Poços: Controle, Monitoramento e Fiscalização” aconteceu no Auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na manhã desta terça-feira (12), das 8h45 às 12h15.

O evento teve por objetivo discutir as melhores formas de controlar, monitorar e fiscalizar a construção de poços de modo a garantir a qualidade da água e a segurança hídrica estadual. Também serviu de um ambiente de aproximação entre os diversos atores envolvidos na perfuração de poços, desde os órgãos fiscalizadores até os empreendedores e usuários de água.

A primeira palestra do seminário foi a da professora da Ufrn, Vera Lúcia Castro, que falou sobre a importância do controle, monitoramento e fiscalização de obras hídricas, com ênfase em poços, na visão conceitual, mas também trazendo para a prática. Em seguida o gerente de fiscalização do CREA/RN, José Marcelino Júnior, trouxe o tema para o campo de atuação e visão do Conselho.

Logo após foi assinado um convênio entre o IGARN e o CREA/RN para aumentar o número de fiscalizações de perfuração de poços no estado. “Nós iremos potencializar a relação entre as duas instituições, principalmente porque o CREA/RN já faz fiscalizações na área de construção de poços, e podem identificar, trabalhando junto ao Igarn, irregularidades ajudando a garantir o fortalecimento do controle, monitoramento e fiscalização”, explicou Josivan Cardoso, diretor-presidente do Igarn.

Finalizando o evento, foi montada uma mesa com os dois palestrantes do dia, Josivan Cardoso e a servidora do Setor de Licenças e Outorgas do Igarn, Telma Tostes, em que o trabalho de controle, monitoramento e fiscalização realizados pelo Igarn foi explicado ao público presente, que também teve a oportunidade de tirar dúvidas com os palestrantes sobre os temas abordados em duas palestras, assim como também puderam dar sugestões.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros