22/09/2019
Por Danilo Evaristo em Natal

Prefeitura do Natal convoca novos aprovados no Concurso Público da Saúde

A prefeitura do Natal publicou, no Diário Oficial do Município (DOM) de sexta-feira (20/09), a chamada de aprovados no concurso público da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A convocação acontece depois que os candidatos nomeados anteriormente não se apresentaram no prazo determinado ou não quiseram assumir as funções e pediram exoneração.

Os cargos contemplados foram: auxiliar de farmácia (3); técnico em enfermagem (15); técnico em enfermagem do trabalho (1); técnico em segurança do trabalho (1); técnico em saneamento (1); técnico em patologia clínica (1); assistente social (2); enfermeiro (5); enfermeiro obstetra (2); farmacêutico (3); farmacêutico bioquímico (1); médico anestesiologista (2); médico cardiologista (1); médico cínico geral (10); médico da estratégia de saúde da família (3); médico gastroenterologista (1); médico geriatra (1); médico ginecologista (2); médico obstetra (6); médico pediatra (9); médico psiquiatra (1); e médico urgencista (2).

Os candidatos nomeados deverão, no prazo máximo, de 30 dias, a partir desta segunda (23/09), comparecer ao auditório da Secretaria Municipal de Saúde, localizada a Rua Fabrício Pedroza, 915, Areia Preta, Natal/RN, CEP: 59014-030, das 8h às 13h, de segunda à quinta-feira, a fim de receberem instruções sobre a documentação necessária para a posse. Sob pena de não assim o fazendo perderem o direito a exercício do cargo.

Os aprovados precisarão apresentar os seguintes exames: hemograma – tipo sanguíneo; glicemia – VDRL – EAS – EPF – TSH – colesterol – triglicerídeos; eletrocardiograma (laudo e parecer do cardiologista); eletroencefalograma (laudo/parecer do neurologista); laudo de sanidade mental com parecer do psiquiatra; audiometria com parecer do otorrinolaringologista; e Raio X do tórax com parecer do radiologista.

Além disso, é necessário apresentar estes documentos: laudo médico (emitido pela comissão competente/CPMSHT/Semad); 01 foto ¾ recente; carteira de identidade e CPF; título de eleitor; certidão eleitoral de antecedentes criminais; certificado de reservista (sexo masculino); diploma de habilitação para o cargo; registro no conselho (quando exigido); certidão de antecedentes criminais (estadual e federal); certidão de nascimento ou de casamento; cartão do PIS ou do Pasep (caso seja inscrito); comprovante de residência; carteira de trabalho (incluindo folha do contrato assinado ou não); cartão de conta corrente do Banco do Brasil (caso tenha); e ato de exoneração ou cópia do requerimento no ato da posse (se servidor público).

A relação com os nomes está no DOM

Compartilhe:
22/09/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Gato ‘ganha na Justiça’ o direito de circular por galeria de Copacabana, Zona Sul do Rio

Gato Rubinho – Foto: Reprodução / TV Globo

Por Lívia Torres, Bom Dia Rio

O dono de um gato que tinha sido proibido de andar sem coleira por uma galeria comercial em Copacabana, na Zona Sul do Rio, ganhou na Justiça o direito de soltar o bichano pelo local.

O felino Rubinho, adotado pelo lojista Pedro Duarte Correia, andava há anos sem coleira pelos corredores do espaço. Em abril do ano passado, a administração da galeria determinou que os animais fossem proibidos de andar, sob o risco de penalidade no caso de descumprimento.

“Eu fiquei muito deprimido. O gato não poder andar?”, contou Pedro.

O lojista recorreu à Justiça, e a juíza Márcia Correia Hollanda, da 47ª Vara Cível do Rio, confirmou, em sentença divulgada nesta quinta (19), que o gato poderia continuar andando normalmente pelo local.

“Aqui na galeria conseguimos 15 mil nomes em um abaixo-assinado”, lembrou Pedro. “Um casal de advogados se interessou pela causa e entrou na Justiça”, emendou.

“Tem gente que vem aqui todo dia para ver o Rubinho”, destacou.

Desde setembro do ano passado, o dono do gato já tinha obtido na Justiça, através de tutela de urgência, o direito do gato ir e vir pelos corredores da galeria.

Compartilhe:
21/09/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Sesap divulga novo Boletim Epidemiológico sobre Sarampo

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulga o Boletim Epidemiológico referente ao período da semana epidemiológica 01 a 37, encerrada no dia 14 de setembro. De acordo com o documento, permanece o número de quatro casos confirmados, entretanto, aumentou para 33 os que estão em investigação.

A maior concentração dos casos em investigação está na 7ª região de saúde (Região Metropolitana de Natal), na capital potiguar, e na 4ª região de saúde (Região do Seridó), destacando-se o município de Currais Novos.

De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Lucchesi, para confirmar um caso de sarampo a Sesap leva em consideração os aspectos clínicos, epidemiológicos e os exames laboratoriais. “Nós testamos os exames tanto para sarampo quanto para outros vírus, o que nós chamamos de exames diferenciais. E os exames que, no primeiro momento, dão como reagentes para sarampo, a amostra é enviada para o laboratório de referência para ser feito o isolamento viral. Os três casos confirmados tiveram o isolamento viral detectado para sarampo”, explica Lucchesi.

CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO AO BOLETIM

HISTÓRICO

O primeiro caso foi de sarampo no Rio Grande do Norte foi de um paciente do sexo masculino de 54 anos que teve um histórico de viagem a São Paulo; os outros confirmados foram de uma criança de 6 anos, do sexo masculino, do município de Macaíba, uma criança de 1 ano e 6 meses, residente no município de Tibau do Sul, e o quarto caso foi de uma paciente de 19 anos, do município de Extremoz.

DOSE ZERO

No final do mês de agosto, o Ministério da Saúde passou a recomendar a aplicação da chamada dose zero e tríplice viral para todas as crianças de seis meses a menores de 1 anos. A medida foi adotada com o intuito de intensificar a vacinação nesse público-alvo da doença, que é mais suscetível a casos graves.

É importante esclarecer que a chamada dose zero não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela.

Compartilhe:
21/09/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Maioria dos ‘MEIs’ potiguares desenvolve a atividade em casa

Ruth Maia explica – Foto: Agência Sebrae

Por Agência Sebrae de Notícias

Uma reforma daqui, uma adaptação dacolá, e, de repente, a residência está transformada no ambiente de trabalho. Essa realidade, comum para muitos brasileiros em tempos de retração econômica, é também a prática mais frequente entre os Microempreendedores Individuais (MEI) do Rio Grande do Norte quando se trata de endereço comercial. 44% dos microempreendedores potiguares ainda desenvolvem a atividade na própria residência, enquanto 30% deles têm um ponto comercial.

A informação consta na pesquisa Perfil do MEI, elaborada anualmente pelo Sebrae Nacional com dados de empreendedores de todo o Brasil, cuja taxa de empreendedores que exercem as atividades no lar é de 40% e no Nordeste de 39%. O estudo indica ainda que no Rio Grande do Norte 11% dos MEIs atuam na rua, de forma ambulante. Já 10% deles atendem na casa do cliente. Atualmente, o estado conta com mais de 114 mil negócios enquadrados nessa categoria jurídica.

“Quando a figura do MEI foi criada, foi justamente para atender essas pessoas que estavam na informalidade, e a maioria trabalhava por conta própria em casa. Então, é muito natural percentual mais elevado”, analisa a coordenadora do MEI no Sebrae no Rio Grande do Norte, Ruth Suzana Maia. Segundo ela, o ponto comercial, em alguns casos, vem com a evolução do negócio, tipo de atividade e também por exigência da clientela. “Acontece muito com sacoleiras. As pessoas que compram as roupas pedem para que elas tenham um ponto fixo para poder ver melhor os produtos”.

Sobre aqueles que atuavam na informalidade, Ruth Maia comenta: “Muitos deles já trabalhavam em casa, ao montar uma venda de gás – quando era permitido – ou até uma lojinha de confecção. Isso até para diminuir custos. Ao se registarem como MEI, só fizeram legalizar a empresa no endereço residencial. Isso é muito comum”.

A pesquisa também revelou que 30% dos microempreendedores potiguares se formalizaram porque almejavam independência, o que sinaliza uma tendência que se aproxima do empreendedorismo por oportunidade. Por outro lado, 34% dos MEIs só se registraram porque precisavam de uma fonte de renda para assegurar o orçamento doméstico, uma espécie de empreendedorismo por necessidade.

E esse dado também é justificado pelo estudo do Sebrae. O levantamento comprova que 48% dos microempreendedores do estado antes de se formalizar trabalhavam com carteira assinada. Outros 20% eram autônomos que atuavam informalmente para desenvolver as atividades. Já 15% dos que hoje têm um negócio registrado como MEI trabalhavam, no entanto, sem a ter a carteira assinada. Esse é o perfil da maioria dos microempreendedores do estado.

O Perfil do MEI 2019 ouviu, entre os dias 1º de abril e 28 de maio, 10.339 empreendedores, sendo 383 somente no Rio Grande do Norte, sondagem que alcança 95% de nível de confiança e 1% de margem de erro, delineando as principais características desses empreendedores.

Compartilhe:
21/09/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Nelter Queiroz sugere benfeitorias para Caicó, Serra do Mel, Jucurutu e São José do Seridó

Ao longo desta semana o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) deu entrada em pleitos na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte pleiteando benefícios para os municípios de Caicó, Serra do Mel, Jucurutu e São José do Seridó nas mais diversas áreas: infraestrutura de trânsito, infraestrutura hídrica, ações na segurança pública e projeto de lei de reconhecimento de utilidade pública, respectivamente.

Para Caicó, o parlamentar sugeriu à superintendência regional do DNIT no Estado a revitalização da faixa de pedestres localizada em frente à escola EECAM em Caicó. Para Serra do Mel, Nelter cobrou que a CAERN normalize o abastecimento hídrico da Vila Guanabara.

Já para Jucurutu, o deputado quer providências da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social em relação a crimes que estão anunciados no município. Por fim, para São José do Seridó, Nelter deu entrada em projeto de lei reconhecendo a utilidade pública da Associação Comunitária dos Produtores e Pescadores da Comunidade São Paulo (ASPAULO).

“Demandas como essas, que chegam ao nosso mandato, trazidas diretamente pela população potiguar, são de grande importância e tem total atenção nossa, pois reflete diretamente o anseio e as necessidades de nosso povo. Assim, dedicamos todos nossos esforços e cobramos constantemente a concretização destas demandas”, frisou Nelter Queiroz, lembrando que o projeto de lei, de sua autoria, que reconhece a utilidade pública da ASPAULO, em São José do Seridó, já tramita nas comissões técnicas da Assembleia Legislativa do RN.

Compartilhe:
21/09/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Governo desbloqueia R$ 8,3 bilhões do Orçamento

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O governo desbloqueou R$ 8,3 bilhões do Orçamento deste ano. A informação consta do Relatório Bimestral de Receitas e Despesas, que foi divulgado ontem (20) pelo Ministério da Economia.

O relatório bimestral orienta a execução do Orçamento Geral da União com base na revisão dos parâmetros econômicos e das receitas. Quando as receitas caem, o governo tem que fazer bloqueios para cumprir a meta de déficit primário – resultado negativo nas contas do governo sem os juros da dívida pública – de R$ 139 bilhões para este ano.

No relatório divulgado em julho, o valor contingenciado do Orçamento de 2019 chegou a R$ 31,225 bilhões.

A liberação de hoje foi possível devido à melhora na previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, de 0,81% para 0,85%, neste ano, à expansão da arrecadação e ao aumento de receitas de dividendos e participações em empresas estatais.

Na última terça-feira (17), o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, já havia antecipado que o descontingenciamento ficaria em torno de R$ 8,3 bilhões.

Entre os ministérios, o que teve maior liberação foi o da Educação, com R$ 1,99 bilhão, seguido por Economia (R$ 1,75 bilhão) e Defesa (R$ 1,65 bilhão).

Compartilhe:
21/09/2019
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Em entrevista concedida ao Jucurutu Notícias, General Girão fala das obras da barragem de Oiticica

A entrevista foi gravada nesta sexta-feira (20), dia em que o deputado federal General Girão visitou as obras da barragem de Oiticica em Jucurutu.

Confira a entrevista:

Em entrevista concedida ao Jucurutu Notícias, deputado federal general Girão fala das obras da barragem de Oiticica

Em entrevista ao Jucurutu Notícias, deputado federal general Girão fala das obras da barragem de OiticicaA entrevista foi gravada nesta sexta-feira (20), dia em que o deputado Girão visitou as obras da barragem em Jucurutu.Confira a entrevista:

Posted by Jucurutu Notícias on Friday, September 20, 2019

Compartilhe:
21/09/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Emparn: primavera tem previsão de temperatura elevada

A estação da primavera no Hemisfério Sul do planeta começa neste próximo domingo (22), às 04h50 e termina no dia 21 de dezembro às 8h02, quando começa o verão. De acordo com a Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), a primavera representa o início do período mais quente no Hemisfério Sul, os dias ficarão mais longos do que as noites, as temperaturas aumentarão e o vento na costa leste do Nordeste tende a diminuir com o enfraquecimento do centro de Alta Pressão do Atlântico Sul.  Quanto às chuvas, a estação é a mais seca do ano. Os valores são baixos tanto no litoral como no interior.

O meteorologista Gilmar Bristot, destaca que “no início da primavera as condições climáticas não terão mudanças significativas aqui no Rio Grande do Norte, pois em todas as regiões, a variável que define o clima, a chuva, praticamente estará ausente, uma vez, que está época do ano e o período de estiagem. As temperaturas máximas e mínimas irão aumentando com o passar dos dias até atingirem os maiores valores durante o mês de outubro. Ao contrário a umidade relativa do ar, nas regiões do interior, apresentarão os menores valores, em média abaixo de 50%, atingindo concentrações ainda menores em determinados horários do dia, por exemplo no período da tarde, onde a temperatura atinge valores máximos e a umidade do ar valores mínimos”.

No aspecto global, segundo Bristot, quando se analisa a presença de algum fenômeno climático ou meteorológico que possa ocasionar alguma mudança no comportamento do clima, evidencia-se o início do resfriamento do Oceano Pacífico Tropical, significando que a estação de primavera irá ocorrer sob condições normais na circulação atmosférica dos ventos. Para o natalense, isso significa que as temperaturas não serão muito elevadas, variando entre 29ºC a 31ºC. Para o interior potiguar não implicará em alterações significativas. Nessa época evidencia-se claramente o comportamento do clima semiárido que predomina na região, isto é muito quente e seco durante o dia e temperaturas mais amenas durante a noite. Quanto ao comportamento do Oceano Pacífico, está em fase de transição da fase quente da oscilação sul (El Niño) para uma fase mais fria, e para a primavera (próximos três meses), predominará uma condição de neutralidade no Oceano Pacífico Equatorial.

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros