21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Ortopedista Silvio Santos Filho diz que Jucurutu é um dos municípios do Seridó onde mais ocorrem lesões por acidentes

A informação foi repassada nesta terça-feira (20), durante a entrevista que o ortopedista concedeu ao programa Jucurutu Notícias.

Na entrevista, Silvio Santos Filho, lista algumas dicas de prevenções de acidentes.

Confira a entrevista:

– Dicas de saúde do Jucurutu Notícias – Ortopedista Silvio Santos Filho diz que Jucurutu é um dos municípios do Seridó onde mais ocorrem lesões por acidentesA informação foi repassada nesta terca-feira (20), durante a entrevista que o ortopedista concedeu ao programa Jucurutu Notícias.Na entrevista, Silvio Santos Filho, lista algumas dicas de prevenções de acidentes.

Posted by Jucurutu Notícias on Tuesday, November 20, 2018

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Baleia com 6 kg de plástico no estômago é encontrada morta na Indonésia

Foto: Reuters

Por G1

Uma baleia cachalote foi encontrada morta em um parque nacional na Indonésia, com cerca de 6 kg de plástico no estômago. Já em estado de decomposição, não foi possível atestar a causa da morte do animal.

De acordo com a WWF (organização de recuperação, conservação e investigação ambiental) em seu perfil da Indonésia no Twitter, foram encontrados diversos tipos de plástico no estômago da baleia.

“Plástico rígido (19 peças, 140g), garrafas plásticas (4 peças, 150g), sacos plásticos (25 peças, 260g), chinelos (2 peças, 270g), pedaços de barnabte (3,26 kg) e copos plásticos (115 pedaços, 750g)”, diz a publicação.

Segundo as organizações Ocean Conservancy e McKinsey Center for Business and Environment, China, Indonésia, Filipinas, Vietnã e Tailândia são responsáveis por 60% do lixo plástico jogado nos oceanos. O número é de 2015.

No Brasil, a luta em favor do meio ambiente começou com os canudos plásticos. Desde julho de 2018, é proibido o uso deles na cidade do Rio de Janeiro – com exceção para os fabricados com papel reciclado ou biodegradável.

A mesma medida foi tomada na cidade de Santos, litoral do Estado de São Paulo. A partir de 2019, bares, restaurantes, pousadas e hotéis do município estarão proibidos de servirem canudos plásticos aos clientes.

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

UERN quer implantar cotas para pretos, pardos e indígenas a partir de 2020

A UERN pretende implantar o sistema de cotas étnico-raciais a partir de 2020. Uma minuta de projeto de lei tratando do assunto foi elaborada pela equipe do reitor Pedro Fernandes e já se encontra em tramitação na Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Fernando Mineiro (PT).

A proposta foi elaborada a partir de um estudo feito entre o Gabinete da Reitoria, a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG) e a Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN)com base em uma pesquisa sobre cotas raciais desenvolvida pelas estudantes Thaysa Lobo e Gabriela Soares, do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas Públicas (GEPP), da Faculdade de Serviço Social (FASSO/UERN), sob orientação da professora Ivonete Soares.

“Toda a proposta para implantação das cotas raciais foi discutida com o DCE (Diretório Central dos Estudantes) que levou o debate para a classe estudantil. Como resultado dessa articulação, elaboramos uma minuta que está para ser apresentada pelo deputado Fernando Mineiro, o qual já faz um trabalho de base com comunidades quilombolas”, informa a titular da PROEG, Francisca Ramos.

A UERN já prevê 50% das vagas para cotistas sociais e 5% para pessoas com deficiência, mas o projeto propõe que, dentro desse percentual, seja definido o percentual de cotistas para pretos, pardos e indígenas, com base no índice populacional informado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Importante frisar que o modelo proposto pela Universidade na minuta do projeto de lei é semelhante ao adotado nas federais”, destaca o subchefe de Gabinete, Esdras Marchezan.

A ideia é que, se aprovado na Assembleia Legislativa, as cotas raciais passem a valer para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) de 2020. “A Universidade têm se empenhado em criar caminhos que promovam a ampliação do acesso ao ensino superior por parte dos nossos jovens. A implantação das cotas étnico-raciais é um compromisso da gestão do reitor Pedro Fernandes e da vice-reitora Fátima Raquel, num diálogo com a comunidade estudantil e com a sociedade em geral. A universidade pública é de todos, e a equipe de gestão tem trabalhado para garantir cada vez mais este direito”, enfatiza Marchezan.

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Obras de construção da nova estrada que liga Jucurutu a Caicó em ritmo acelerado

As obras de construção da nova estrada que liga Jucurutu a Caicó (trecho da RN-118), executadas pelo governo do Rio Grande do Norte, seguem em ritmo acelerado.

As imagens foram registradas nesta terça-feira, 20 de novembro:

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Mais da metade dos brasileiros sofrem de refluxo, mostra estudo

Deborah Giannini, do R7

Mais da metade dos brasileiros ou, mais precisamente 51%, afirmam sofrer com refluxo semanalmente, além de azia e pirose (queimação), que podem ser indícios do problema.

Isso é o que revelou um estudo realizado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) divulgado nesta segunda-feira (19) na 17ª Semana Brasileira do Aparelho Digestivo (SBAD), realizada entre 17 e 20 de novembro em São Paulo.

O levantamento foi feito com mais de 3 mil pessoas, de ambos os sexos, em todas as regiões do país. Segundo a pesquisa, o grupo que mais sobre com a condição são mulheres obesas, sedentárias e fumantes entre 36 e 47 anos.

“Os resultados evidenciaram um grande desconhecimento da população sobre o assunto, uma vez que os principais sintomas, como azia e pirose, também podem ser uma simples má digestão. Além disso, 46% da população não sabe a diferença entre os principais tipos de tratamento. O refluxo, quando não identificado e tratado corretamente, pode gerar complicações bastante graves”, afirma o gastroenterologista Flavio Quilici, presidente da FBG.

O refluxo consiste na volta do alimento do estômago para o esôfago, juntamente com ácido gástrico, causando desconfortos, como azia e queimação. O motivo é uma falha no esfíncter esofágico inferior que funciona como uma válvula, não deixando que o alimento digerido, que está no estômago, retorne ao esôfago.

A azia e a queimação foram mencionadas como os sintomas mais recorrentes, 51% e 47% respectivamente, após a ingestão de alimentos específicos. Entre os principais estão petiscos, pratos condimentados e refrigerantes. O gastroenterologista explica que essa alta incidência se deve à acidez desses tipos de alimento e ao gás do refrigerante.

Segundo a pesquisa, o refluxo está diretamente relacionado à ingestão de produtos industrializados, fritos e gordurosos, pois sua frequência é maior entre as refeições.

Entre os que consomem esses tipos de alimento e declaram ter o problema, 85% estão obesos. Ainda de acordo com o estudo, a associação entre bebida alcoólica e cigarro também intensifica o problema para 54% dos fumantes.

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Caicó

Prefeitura de Caicó quer reduzir restos a pagar para equilibrar finanças

Em coletiva de imprensa nesta terça-feira (20), o prefeito de Caicó, Marcos José de Araújo, e o secretário de Finanças e Tributação, Francisco Oliveira, apresentaram as medidas para equilibrar as finanças do Município.

Segundo levantamento de restos a pagar, em 2012 esse montante foi de R$ 489.353,64 (2,08%). De 2013 a 2016, a gestão deixou de restos a pagar, respectivamente, R$ 136.357,06 (0,58%), R$ 1.236.010,11 (5,25%), R$ 434.908,67 (1,85%) e R$ 3.520.512,31 (14,94%).

“O que mais nos preocupou foi 2017. No ano passado, o valor dos restos a pagar chegou a R$ 17.741.010,38 (75,31%). Por isso, estamos tomando as medidas que, a princípio, foram vistas como impopulares, mas foram necessárias na contenção de despesas”, disse o prefeito.

De acordo com Francisco Oliveira, uma das medidas é o pagamento de empenhos por ordem cronológica. “Em 2019, temos que quitar os restos a pagar de 2018. Quanto aos anos anteriores, estamos programando o pagamento. Alguns débitos até foram judicializados. Outra prioridade é manter em dia o salários dos servidores”, lembrou.

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Municípios já podem aderir à nova etapa do programa Saúde na Escola

Gestores municipais de saúde e educação têm até o dia 15 de fevereiro para indicarem as escolas públicas que integrarão a nova fase do programa Saúde na Escola.

A política do governo federal destina recursos para que os municípios realizem ações de prevenção e promoção da saúde no ambiente escolar. O prazo para adesão foi iniciado na segunda-feira (19).

As unidades inscritas no programa devem realizar doze ações com foco no cuidado da saúde dos estudantes, como incentivo à prática de atividades físicas, à alimentação saudável, prevenção de acidentes, bem como do uso de álcool e drogas. As linhas de atuação estão previstas na portaria de criação da política.

Novidades

O novo ciclo do programa prevê o investimento anual de R$ 89 milhões nos próximos dois anos. O valor é 2,5 vezes maior que o executado nos anos anteriores e passou a ser pago em parcela única, para facilitar a realização das ações e o cumprimento das metas propostas.

A partir de agora, os gestores municipais deverão indicar as escolas e não mais o nível de ensino envolvido. Assim, com o apoio dos profissionais de atenção básica da saúde, as escolas desenvolvem as atividades previstas no momento de adesão à política.

Processo de inscrição

As inscrições no programa devem ser feitas no site e-Gestor Atenção Básica, espaço de informação e acesso ao sistema da área. Para entrar na plataforma, é necessário informar o CPF e senha do perfil cadastrado como “gestor municipal” vinculado ao “módulo PSE”. Caso o gestor não tenha entrada habilitada ou perfil no módulo PSE, deve-se informar o CNPJ e a senha do Fundo Municipal de Saúde.

Atualmente, a iniciativa investe em 90% dos municípios brasileiros, com mais de 20 milhões de estudantes de 85.706 escolas beneficiados e mais de 36 mil equipes da atenção básica do SUS envolvidas nos projetos.

Fontes: Ministério da Saúde e Agência Brasil

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Detran deixa de emitir carnê impresso com boletos de licenciamento, IPVA e DPV

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) não vai mais emitir o carnê físico impresso com as taxas de licenciamento, IPVA e seguro DPVAT. A medida começa a vigorar no ano de 2019 e acompanha o modelo de gestão sustentável que preza pela redução do consumo de papel, além de diminuir custos institucionais relacionados a emissão de material impresso e postagem de correspondência.

Na prática os proprietários de veículos automotores do estado do Rio Grande do Norte deixam de receber em suas residências o carnê com os boletos de taxas e impostos veiculares já no próximo ano. A medida não impacta em nada no usuário, já que todos os boletos estarão disponíveis 24h no site do Detran, podendo o usuário emitir os documentos em qualquer hora do dia ou da noite.

Para ter acesso a página de emissão dos boletos do Detran é simples, basta que o usuário vá até o endereço eletrônico da instituição digitando www.detran.rn.gov.br. Com a página aberta, o cidadão clica no ícone “Consulta de veículos e boletos”. Logo em seguida é mostrada uma página onde é possível digitar a numeração da placa e do Renavam do veículo a ser consultado. Dessa forma é possível ter acesso ao ambiente online onde fica disponível os boletos referentes a taxa de licenciamento, IPVA, DPVAT, além de possíveis débitos de infrações de trânsito relacionadas ao veículo consultado.

O diretor-geral do Detran, Eduardo Machado, lembrou que é possível realizar a quitação do débito até mesmo sem a necessidade de imprimir o boleto. “O proprietário do veículo pode optar por quitar em uma agência do Pagfácil fornecendo a placa do veículo, dessa forma o débito será localizado, ou mesmo pode pagar pelo aplicativo do Banco do Brasil digitando a numeração do boleto exposto na tela do computador”, explicou.

Um outro ponto positivo é a possibilidade do proprietário pagas as taxas no banco de sua escolha. A medida implantada pelo Detran funciona para os débitos referentes ao licenciamento e IPVA do veículo. É só clicar no imposto que deseja efetuar o pagamento, e imediatamente é aberta uma nova tela com as opções de emissão de boleto direcionado ao Banco do Brasil ou as demais instituições bancárias.

O cancelamento da emissão do carnê físico impresso com as taxas de licenciamento, IPVA e seguro DPVAT implantada pelo Detran do Rio Grande do Norte já vigora na maioria do Detrans do país.

Compartilhe:
21/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Justiça Eleitoral recebe 73% das prestações de contas de candidatos que concorreram no pleito de 2018

Até o momento, dos 28.070 candidatos que disputaram as Eleições Gerais deste ano, 20.546 entregaram à Justiça Eleitoral as prestações de contas de campanha, o que corresponde a 73,20% do total.

Para quem concorreu no segundo turno, o prazo para apresentar as informações sobre arrecadação e gastos realizados ao longo da corrida eleitoral terminou no último sábado (17). O dia 6 de novembro, por sua vez, foi o prazo final para candidatos que participaram do primeiro turno do pleito entregarem seus documentos. No total, a Justiça Eleitoral ainda espera receber 7.524 prestações de contas.

Todos os 14 candidatos a presidente da República entregaram as relações de receitas e despesas de campanha dentro dos prazos estipulados pela legislação eleitoral. Dos 203 políticos que disputaram o cargo de governador, 190 fizeram a entrega dos documentos à Justiça Eleitoral, o que equivale a 93,60% do total.

O índice de entrega da prestação de contas foi um pouco menor entre os candidatos ao Senado (88,12%) e à Câmara dos Deputados (74,08%). Entre os políticos que concorreram a deputado estadual, 71,98% entregaram as contas de campanha aos respectivos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). Esse total chegou a 77,70% em relação aos que disputaram uma das 24 vagas de deputado distrital. Nesse caso, a entrega dos documentos foi feita ao Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF).

Cabe ao TSE analisar e julgar as contas de campanha dos presidenciáveis. Cada TRE fica responsável por examinar as contas dos respectivos candidatos aos cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual/distrital.

Notificação

Os candidatos que não apresentaram suas contas de campanha serão notificados pela Justiça Eleitoral para que as apresentem em até 72 horas, contadas a partir do recebimento da notificação.

Candidatos com esse tipo de pendência não obterão a certidão de quitação eleitoral enquanto perdurar a omissão. Já os partidos que não prestarem contas podem ter suspendido o recebimento de cota do Fundo Partidário a que têm direito, também enquanto perdurar a omissão.

Toda a documentação entregue à Justiça Eleitoral por candidatos e partidos é disponibilizada na íntegra no Portal do TSE para consulta pública. A medida permite que candidatos, partidos, profissionais da imprensa, órgãos de fiscalização do Estado e qualquer cidadão tenham acesso aos documentos comprobatórios das prestações de contas dos candidatos e das legendas nas eleições deste ano.

De acordo com o artigo 48 da Resolução TSE n° 23.553/2017, a prestação de contas enviada pelos candidatos à Justiça Eleitoral deve abranger, nos cargos de presidente da República, governador e senador, os respectivos vice ou o suplente, e também todos aqueles que eventualmente o tenham substituído.

TSE

Compartilhe:
20/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Nelter destaca inclusão de obras de infraestrutura no Programa Governo Cidadão

Em pronunciamento na sessão plenária dessa terça-feira (20), na Assembleia Legislativa, o deputado Nelter Queiroz (MDB) destacou uma série de pleitos discutidos essa semana em reunião junto ao governador Robinson Faria (PSD). As solicitações apresentadas pelo parlamentar ao chefe do executivo estadual tratam da execução de obras de infraestrutura para o Seridó e Vale do Açu.

“Estive reunido ontem com o governador para uma audiência que considero uma das mais importantes para o planejamento de obras nas regiões do Seridó e Vale do Açu. Também fui prontamente atendido pelo coordenador do programa Governo Cidadão, Vagner Araújo, quando da determinação de Robinson para a inclusão de relevantes obras na segunda etapa do programa”, disse Nelter Queiroz.

Dentre os pleitos assegurados pelo governador, o deputado destacou a construção de uma Central do Cidadão, anel viário e conclusão da pavimentação asfáltica da estrada de acesso à Serra de João do Vale, em Jucurutu. Outras obras garantidas, tratam da pavimentação asfáltica do trecho da RN-088, que interliga os municípios de Cruzeta e Florânea; do trecho da RN-041, ligando Santana do Matos à Serra de Santana; da estrada que liga o Povoado Cobra à RN-086, em Parelhas; além da conclusão da Estrada da Produção, entre Cerro-Corá e São Tomé. Além dessas, o governador também assegurou, segundo Nelter, a ampliação da Escola Estadual Maria Terceira, em Parelhas.

Na oportunidade do encontro com Robinson, o deputado solicitou ainda, para inclusão na segunda etapa do Governo Cidadão, a pavimentação asfáltica da estrada de acesso às comunidades Porto Piató e Irmã Lindalva, em Assu, e a elaboração de projeto técnico-executivo visando à pavimentação da estrada de acesso ao Açude Medobim, naquele município. Pleitos parecidos foram feitos para a RN-087, entre Tenente Laurentino Cruz e Lagoa Nova.

Para Lagoa Nova, a solicitação do parlamentar foi pela construção de uma Central de Atendimento. Para o abastecimento hídrico do município de Equador, Nelter pleiteia a construção de uma adutora a partir do açude Boqueirão, situado em Parelhas. A construção do Polo Industrial de Caicó foi outro pedido feito pelo deputado ao governador.

Ao final do pronunciamento, o deputado Nelter Queiroz relatou que cobrou ainda de Robinson a regulamentação da lei “CNH Popular” e concluiu o discurso parabenizando a eleição do novo reitor da Universidade Federal do RN, José Daniel Diniz de Melo, que assume a instituição para o quadriênio 2019/2023.

Compartilhe:
Página 1 de 1.61712345...102030...Última »

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros