31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Prefeito George Queiroz entregou computadores para unidades básicas de saúde em Jucurutu

Ao lado da vice-prefeita, Paula Lopes, da secretária municipal de Saúde, Liane Araújo e do vereador Willame Lopes, o prefeito de Jucurutu, George Queiroz, realizou na última quinta-feira (29) a entrega de 15 computadores, 16 notebooks e 10 impressoras para auxiliar o trabalho dos profissionais da atenção básica que atuam nas unidades de saúde do município.

“Observando a exigência do Ministério da Saúde, que solicita ao município a implantação do sistema do Prontuário Eletrônico para o atendimento a população nas unidades básicas de saúde, estamos entregando todos esses equipamentos para esse trabalho”, explicou a secretária Liane Araújo. Os setores de vigilância sanitária e de endemias, também foram contemplados, cada um, com um computador e uma impressora.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Mega-Sena

Confira as dezenas da Mega da Virada

Foto: Aloisio Mauricio/Fotoarena/Estadão Conteúdo

UOL – O concurso 1.890, a ‘Mega da Virada’, com prêmio estimado em R$ 225 milhões, sorteou os seguintes números na noite deste sábado (31), véspera de Ano-Novo: 05 – 11 – 22 – 24 – 51 – 53. O sorteio foi realizado na cidade de São Paulo, no estúdio da TV Globo.

Pela quarta vez desde que foi criada, a ‘Mega da Virada’ deve pagar um prêmio menor que o oferecido na edição anterior. Em 2015, o valor pago foi de R$ 264,5 milhões.

Ao contrário do que pode ocorrer nos concursos regulares, o prêmio da ‘Mega da Virada’ não acumula. Se nenhuma aposta acertar os seis números sorteados, ganha quem tiver acertado a quina, ou seja, cinco entre os seis números sorteados (e assim por diante).

A ‘Mega da Virada’ é realizada desde 2009 e já distribuiu quase R$ 1,5 bilhão (R$ 1.496.205.208,74) entre as 28 apostas que acertaram a sena em suas sete edições. Em três delas, o prêmio foi menor que no ano anterior: em 2011, 2013 e 2015.

O que dá para fazer?

Apesar de ser um prêmio menor em relação ao de 2015, os R$ 225 milhões, investidos na poupança, renderiam cerca de R$ 1,5 milhão por mês.

O valor também seria suficiente para comprar 450 imóveis de R$ 500 mil. Ou, então, adquirir 1.500 carros de luxo, de R$ 150 mil. A quantia ainda permitiria a compra de 45 iates de R$ 5 milhões ou 90 helicópteros de R$ 2,5 milhões.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Quem toma conta de outras pessoas pode viver mais tempo, diz estudo

Época – Quando você ajuda outra pessoa, pode significar mais do que meramente um fato de bondade – mas o prolongamento da sua própria vida. É isso que defende um novo estudo, publicado na revista “Evolution and Human Behavior”. Os pesquisadores descobriram que quem ocasionalmente toma conta dos outros vive mais tempo do que aqueles que não o fazem.

A pesquisa analisou dados de sobrevivência de mais de 500 pessoas com idades entre 70 e 103 anos. Entre elas, estavam pessoas que eram avós que cuidavam dos netos de vez em quando – mas não os principais responsáveis por eles. Os pesquisadores também estudaram pessoas sem filhos, mas que cuidavam de outras em seus respectivos círculos sociais.

Os participantes do estudo foram acompanhados por quase 20 anos, segundo a revista Time. Resultado? Os avós que olhavam seus netos ou mesmo que cuidavam dos seus filhos adultos eram mais propensos a estarem vivos 10 anos após sua primeira entrevista, no início do estudo. Entre os que não prestaram esse tipo de cuidado, metade do grupo morreu cinco anos após o início da pesquisa.

Mesmo fora da família, prestar cuidados pode gerar o benefício da longevidade. Entre os que cuidaram de alguém em seu círculo social, cerca de metade viveu durante sete anos após a primeira entrevista. Os outros tiveram uma média menor.

“Esse padrão sugere que há uma ligação não só entre ajudar o próximo e efeitos benéficos para a saúde, mas também entre ajudar e a mortalidade”, escrevem os pesquisadores no estudo.

A pesquisa não pode confirmar que cuidar de alguém definitivamente aumenta a longevidade, mas sinais têm sugerido que ter um círculo social pode ajudar. Pesquisadores acreditam que as emoções positivas decorrentes do fato de ter outros ao redor podem combater efeitos negativos, como o estresse.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Cenário é terrível para os futuros prefeitos, diz CNM

Estadão – Na véspera da posse dos prefeitos em mais de 5,5 mil cidades, o diagnóstico feito pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, é duro e direto. Para ele, os gestores municipais enfrentarão um “cenário terrível” por causa da crise financeira do País.

A avaliação do dirigente é que os novos prefeitos precisam reduzir o máximo possível de gastos para poder atravessar a crise. Ele cita, como exemplo, que existem hoje no Brasil 46 mil secretários municipais. “Dá para cortar esse número pela metade sem problemas”, avalia.

Ziulkoski diz que os prefeitos precisam romper com o modelo tradicional de coalizão partidária. “Se os prefeitos deixarem os partidos indicarem ocupantes de cargos, o colapso é garantido”, afirma. Para ajudar prefeitos menos experientes, a CNM tem prestado assessoria técnica para vários municípios explicando quais ações são mais favoráveis.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Martins e Frutuoso Gomes têm abastecimento retomado pela Caern

Com a adutora Alto Oeste sendo finalizada pelo Governo do Estado, através Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), e funcionando em pré-operação, as cidades de Martins e Frutuoso Gomes saem do colapso e estão sendo abastecidas regularmente.

Em Serrinha dos Pintos a água está chegando gradativamente enquanto nas cidades de Antônio Martins e João Dias, a previsão é restabelecer o fornecimento pleno de água nos próximos dias. Atualmente o Estado tem 18 cidades em colapso e 75 em rodízio, resultado dos últimos cinco anos consecutivos de seca que vem esvaziando os mananciais como açudes, barragens e rios.

O engenheiro da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Anderson Araújo de Souza, responsável pelo abastecimento de água na região Alto Oeste informou que a empresa continua com o faturamento suspenso, ou seja, sem emissão de contas nessas cidades que já estão recebendo água parcialmente.

A água da adutora Alto Oeste é captada na barragem Santa Cruz na zona rural do município de Apodi onde é tratada na Estação de Tratamento de Água (ETA), passando pelos processos de floculação (agregação de partículas), decantação, filtração e desinfecção. Após o tratamento a água é conduzida à Estação Elevatória (EE) que bombeia o equivalente a 580 mil litros de água por hora e lança na Adutora Alto Oeste com 400 milímetros de diâmetro.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Del Rayssa promove confraternização de seus colaboradores em Jucurutu

Del Rayssa promove confraternização de seus colabores em Jucurutu

Blog do Danilo Evaristo – Conforme faz anualmente reunindo em Jucurutu os seus colaboradores que vestem a camisa da marca na fábrica e em todas as lojas, a Del Rayssa, através de seus administradores Menezes e Fátima, promoveu na noite da última quarta-feira (28) a tradicional confraternização da empresa.

Aproximadamente 350 pessoas, entre funcionários da Del Rayssa e seus familiares se confraternizaram no São Matheus Ranch, ao som de Robson Carneiro e Forró de Autoridade, degustando de um churrasco especial, com direito uma variedade de bebidas. “É sempre uma alegria para mim e Menezes, promovermos esse momento especialmente pra vocês, colaboradores, que realmente vestem a camisa da empresa e fazem a Del Rayssa crescer a cada ano”, contou a empresária Fátima Menezes. Fotos: Danilo Evaristo.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Ao postar foto de sua equipe de trabalho, prefeito George Queiroz é elogiado por seguidores nas redes sociais

Prefeito George Queiroz agradece o trabalho de sua equipe

No fim da tarde de ontem (30), o penúltimo dia de trabalhos oficialmente como prefeito de Jucurutu, George Queiroz, postou uma foto em suas redes sociais, onde ele aparece acompanhado de sua equipe de secretários e demais profissionais das secretarias municipais. George faz um agradecimento especial aos servidores pelo trabalho aplicado nos quatro anos de sua gestão e a Deus pela oportunidade de trabalhar ao lado deles.

“Hoje me despeço dessa equipe maravilhosa que trabalhou comigo nos últimos 4 anos! Só tenho a agradecer a todos e agradecer a Deus por essa oportunidade! Saindo com a certeza do dever cumprido!”, escreveu o prefeito na postagem, o que resultou numa enxurrada de comentários de usuários das redes sociais, enaltecendo sua gestão. Até mesmo adversários políticos e eleitores que não votaram em George Queiroz, na última eleição, aproveitaram o momento para destacar a maneira educada com que ele atendeu a todos: servidores e a população em seu gabinete.

Compartilhe:
31/12/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Municípios recebem mais R$ 152 milhões para combate ao Aedes aegypti

Para intensificar medidas de prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya neste verão, o Ministério da Saúde vai repassar a todos os municípios brasileiros e ao Distrito Federal R$ 152 milhões extras. O recurso foi garantido em portaria, publicada quinta-feira (29), e deverá ser liberado aos municípios em duas parcelas.

Na primeira etapa, serão repassados R$ 91,2 milhões, a partir da data da publicação da portaria. O repasse da segunda parcela está condicionado ao cumprimento de alguns critérios, cujas informações deverão ser consolidas pelas secretarias estaduais de saúde e repassadas ao ministério até o dia 30 de junho de 2017.

Critérios

Um dos critérios para que os municípios recebam a segunda parcela, de R$ 60,8 milhões, é a realização do Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) , no caso de cidades com mais de dois mil imóveis.

Já os municípios com menos de dois mil imóveis deverão realizar o Levantamento de Índice Amostral (LIA) e as cidades sem infestação do mosquito devem realizar monitoramento por ovitrampa ou larvitrampa. Excepcionalmente, serão consideradas as metodologias alternativas de levantamento de índices executados pelos municípios, desde que essas informações sejam repassadas ao governo.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera de fundamental importância este recurso extra para as ações de prevenção e controle do vetor. “Com este reforço financeiro, os municípios vão poder concentrar ainda mais esforços no combate ao mosquito evitando, assim, a proliferação e, consequentemente a transmissão da dengue, vírus zika e chikungunya”, reforçou o ministro.

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros