29/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

É preciso falar sobre bullying, depressão e suicídio, alertam especialistas

“Depressão é uma doença que faz a gente parar de enxergar a realidade que está a nossa volta. Por mais que alguém diga que você é bonita, bem-sucedida, nada disso adianta quando a gente está com esse defeito na cabeça, que diz exatamente o contrário”, conta Nauzila Campos, de 25 anos. A jornalista, advogada e modelo convive com a doença desde 2015.

No mês em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para o aumento de casos de depressão, especialistas e pessoas em tratamento destacam a necessidade de debater o assunto e de lidar com a influência do bullying sobre a depressão e da depressão sobre o suicídio.

O número de pessoas que vivem com depressão, segundo a OMS, cresceu 18% entre 2005 e 2015. A estimativa é de que, atualmente, mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades sofram com a doença no mundo. “No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio, segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos”, destaca a OMS.

“O problema da depressão é que, mesmo que ela não seja crônica, ela é um fantasma que fica ali na moita, à espreita, pronta para atacar novamente”, acrescenta Nauzila. Em uma das crises, a advogada ficou horas vagando pelas ruas. Hoje, ela usa as redes sociais para falar do problema.

A coordenadora da Comissão de Estudo e Prevenção ao Suicídio da Associação Brasileira de Psiquiatria, Alexandrina Meleiro, destaca que a falta de conhecimento faz com que o assunto se torne tabu, por isso, é tão importante discutir o tema. “Só sabe o que é depressão quem já passou ou está passando [por isso]. Quem está de fora claro que tem preconceito: é por que não tem o que fazer, é por que é preguiçoso. Então, [o doente] tem mil rótulos.”

O quadro de diminuição de autoestima, tristeza, desânimo e perda cognitiva é resultado de alterações nos neurotransmissores. “Então, a pessoa fica mais lenta nas reações emocionais, no sono, no peso que pode alterar para mais ou para menos. Uma infinidade de sintomas vai expor o quadro depressivo”, conta Alexandrina.

Segundo a OMS, a depressão será em uma década a doença que mais vai afastar as pessoas do seu dia a dia. Além das redes sociais, séries na internet, desafios virtuais e brincadeiras perigosas colocam esses assuntos em destaque.

Agência Brasil 

Compartilhe:
29/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Imposto de Renda: número de declarações entregues supera expectativa

Agência Brasil – A Receita Federal recebeu 28.524.560 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física até o fim do prazo para a entrega da documentação. O resultado superou a expectativa, que era de 28.3 milhões.

A perspectiva da Secretaria da Receita Federal, no entanto, só se confirmou a poucas horas do fim do prazo legal, encerrado às 23h59 (horário de Brasília) dessa sexta-feira (28). Até o meio-dia de ontem, 25,764 milhões de contribuintes, cujos rendimentos tributáveis superaram R$ 28.559,70 em 2016, tinham entregado a declaração. Ou seja, cerca de 2,76 milhões de pessoas só prestaram contas ao Fisco nas últimas 12 horas do prazo aberto em 2 de março. É quase 10% do total de declarações entregues ao longo dos 58 dias.

Os contribuintes que perderam o prazo estão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Quem identificou algum erro, omissão ou imprecisão na documentação entregue pode apresentar a declaração retificadora – a menos que a primeira declaração esteja sob procedimento de fiscalização, a chamada “malha fina”. A versão retificadora substitui a primeira versão integralmente e, portanto, deve conter todas as informações anteriormente declaradas, com as alterações e exclusões necessárias, bem como as informações adicionadas, se for o caso.

Compartilhe:
29/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Raízes de árvores podem provocar danos em tubulações de água e esgoto

Já parou para pensar nas árvores que estão na rua? Elas são perfeitas para o meio ambiente, fazem sombra e deixam a cidade arborizada. O problema é que nem sempre as pessoas que plantaram árvores souberam o local correto e o tipo de planta mais adequada. Existem árvores que provocam danos sérios ao sistema de abastecimento de água e de esgoto. Seja na calçada ou nas dependências de sua residência, antes de plantar é preciso buscar informações corretas.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) alerta para o cuidado com o plantio de espécies que após crescidas podem provocar danos. O ideal é procurar o setor nas prefeituras responsável pela arborização das cidades. Em Mossoró, a Unidade de Manutenção de Água da Caern, tem dados que mostra em alguns casos que as raízes das plantas danificam a tubulação (denominada ramal) na frente das residências o que pode obstruir a passagem da água.

O ideal para evitar problemas é se informar. Em Mossoró, o departamento de Parques e Jardins da Prefeitura oferece este tipo de orientação. De acordo com a chefe do departamento, Nora Aires, as plantas mais indicadas para o plantio são “Pata de Vaca (Bauhinia forficata)”, Flamboyanzinho (Caesalpinia pulcherrima) , Acácia (Acácia podalyriifolia), Ipê (Tabebuia), Caibreira (Tabebuia Caraiba), Ibisco (Ibiscus), Pitanga (Eugenia Uniflora) e Ipezinho de Jardim (Tecoma stams). Estas plantas não causam transtornos às tubulações porque não tendem a ter raízes que crescem em direção à água presente nas tubulações.

Mas, mesmo havendo indicação para estas espécies, que têm o sistema radicular menos agressivo, deve ser levada em consideração uma série de condicionantes como largura e profundidade da calçada. Na calçada deve ser preservada uma faixa livre de pelo menos 1.20m, para passagem de transeuntes/cadeirantes inclusive. É importante ser observada a passagem de fiação elétrica (pois a planta vai crescer)
e a presença de rede de esgoto, fossas, redes hidráulicas, sistemas elétricos, assim como a presença de bueiros e redes de drenagem.

As espécies Nim (Azadirachta indica) e Ficus (Ficus carica), são as preferidas dos moradores, mas não devem ser plantadas porque provocam danos ao sistema de água e esgoto em razão do crescimento de suas raízes em direção as tubulações. Elas têm o que os estudiosos chamam de raízes radiais que se desenvolvem horizontalmente e na extremidade delas há a coifa que é um sensor para captar a presença de água e nutrientes.

Há outras situações que devem ser bem planejada, pois após o crescimento da árvores, pode ocorrer a queda constante de folhas e frutos. Seja na calçada ou no quintal são muitas as variáveis antes de proceder o plantio. No período chuvoso, por exemplo, as pessoas procuram o departamento de Parques e Jardins em Mossoró porque temem a queda de árvores muito grandes e pedem autorização para retirá-las. Este problema não ocorreria se tivesse sido planejado o plantio. É preciso também observar que a cidade precisa de arborização e a retirada de árvores precisa de autorização.

As espécies Nim e Ficus também tendem a ter crescimento de suas raízes em direção a banheiros, por exemplo. Nora Aires teve este problema no jardim de casa. A raiz do fícus obstruiu completamente a encanação do banheiro. O fícus em vaso também deve ser observado porque a raiz tende a crescer, quebra o vaso por baixo, e começa a se infiltrar no subsolo. As raízes também podem danificar piscinas e cisternas.

Compartilhe:
29/04/2017
Por Danilo Evaristo em Mega-Sena

Mega-Sena pode pagar R$ 35 milhões neste sábado (29)

G1 – O sorteio 1.925 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 35 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (29), no município de Franco da Rocha (SP).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio, o ganhador poderá comprar cinco fazendas de alto padrão. Se quiser investir na poupança, receberá mensalmente R$ 228 mil em rendimentos.

Compartilhe:
29/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Após entrevista com o presidente, Ratinho defende reformas do governo

Ratinho defende reformas econômicas – Foto: Marcos Corrêa/PR

O apresentador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, apontou as reformas apresentadas pelo governo federal como forma de o País se recuperar da crise econômica. Ratinho entrevistou o presidente da República, Michel Temer, para o seu programa no SBT.

Na entrevista ao Programa do Ratinho, Temer defendeu a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista no Congresso Nacional como forma de o Brasil voltar a crescer e gerar empregos. Após conversar com o presidente da República, Ratinho conversou com o Portal Planalto.

Para o apresentador, as propostas apresentadas pelo governo federal põem o País no caminho certo para a retomada do crescimento econômico. “A reforma trabalhista será sentida imediatamente. A reforma da Previdência vai demorar um pouco mais, mas ela vai dar uma confiança externa, quem investe no Brasil vai saber que está mexendo com um governo sério”, ponderou.

Sustentabilidade

Diante do déficit de R$ 149 bilhões da Previdência Social registrado em 2016, o governo enviou o projeto de mudanças na idade mínima para a aposentadoria e no tempo mínimo de contribuição para garantir os benefícios no futuro. O apresentador considerou que a reforma é essencial para a sustentabilidade do sistema.

“Se nós não fizermos as reformas, nós não vamos conseguir dar emprego, o País vai se afundar mais, então nós precisamos dessas reformas. Se você não fizer a reforma Previdenciária, daqui a pouco nós não vamos ter condição de aposentar mais ninguém”, afirmou.

Para Ratinho, após a implantação das reformas, o cenário econômico será mais positivo. ” O Brasil é um país poderoso. Ele se recupera muito rápido, muito fácil, mas você tem que reformar”, disse.

Compartilhe:
28/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Rafael Motta e Ângela Paiva avançam com parceria entre ONU e UFRN

Rafael Motta e Ângela Paiva avançam com parceria entre ONU e UFRN

O deputado federal Rafael Motta (PSB) e a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Paiva Cruz, se reuniram na tarde desta quinta-feira (27), com representantes do Fundo Populacional das Nações Unidas (UNFPA), para continuar os diálogos com objetivo de tornar a UFRN a primeira fornecedora de medicamentos da ONU, na América Latina. No encontro, também foi debatido o relatório feito pela Organização das Nações Unidas da visita a Natal no mês de março e em que áreas a instituição poderá firmar parcerias com o Governo do Estado.

A reunião foi conduzida pelo representante da UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, que anunciou a data 1º de junho como o início da qualificação do Núcleo de Pesquisa de Alimentos e Medicamentos, órgão ligado à UFRN, para tornar-se fornecedor de medicamentos das Organizações das Nações Unidas (ONU), ação que deverá baratear o valor dos remédios em até 70% no Estado.

Em relação ao Governo do RN, o UNFPA afirmou que há a possibilidade de assinar termos de parcerias para viabilizar projetos nos setores que envolvem a saúde, a educação, a mulher e o jovem, principalmente o que diz respeito às ações vinculadas as políticas públicas para as mulheres e ao primeiro emprego.

“A visita da ONU em Natal foi muito importante para viabilizar projetos em áreas essenciais para o nosso Rio Grande do Norte, e hoje eles nos mostraram os resultados para que possamos prosseguir com os projetos idealizados. Estarei entregando pessoalmente este relatório ao governador do Estado, e com isso, obter a concretização da parceria entre a ONU e o RN”, afirmou Rafael Motta.

Compartilhe:
28/04/2017
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Obras de construção do ginásio poliesportivo da Escola Estadual Newman Queiroz em Jucurutu devem ser retomadas dentro de 40 dias, informa Nelter Queiroz

Nelter

Após buscar informações sobre a retomada das obras de conclusão do ginásio de esportes coberto, da escola estadual Newman Queiroz em Jucurutu, o deputado Nelter Queiroz foi informado pela secretária de Educação do Rio Grande do Norte, Claudia Santa Rosa, que a retomada dos serviços está prevista para ocorrer dentro de 40 dias.

“Em recente reunião a secretária estadual de Educação me comunicou que a previsão para a retomada das obras de conclusão desse importantíssimo ginásio ocorrerá dentro de 40 dias. Claudia Santa Rosa informou que uma nova empresa irá assumir a continuidade das obras do ginásio após a licitação”, disse o parlamentar.

O deputado lembrou que cobra a construção deste ginásio na Newman Queiroz desde o governo Rosalba. “A construção dessa quadra para prática de atividades físicas por parte dos alunos é um pleito que venho defendendo e cobrando desde o governo Rosalba Ciarlini, que não me atendeu, porém, continuei a cobrança junto ao Governo do Estado”, contou.

CLIMATIZAÇÃO

Nelter lembrou que todas as salas de aula da escola estão climatizadas. “A escola Newman Queiroz, a única que oferta ensino médio em Jucurutu, tem hoje todas as salas de aula climatizadas, após parceria feita entre a prefeitura municipal, na gestão George Queiroz e o nosso mandato parlamentar”, finalizou.

Compartilhe:
28/04/2017
Por Danilo Evaristo em Caicó

Prefeito de Caicó apresenta à Caixa novo projeto de asfaltamento

Prefeito de Caicó apresenta à Caixa novo projeto de asfaltamento

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, participou de reunião com técnicos da Caixa Econômica Federal, em Natal. O encontro serviu para discutir o novo projeto do recapeamento asfáltico do município. “Serão investidos quase cinco milhões de reais na recuperação asfáltica. Estamos trabalhando incansavelmente com toda a nossa equipe, para buscar agilidade nesta obra tão sonhada pela população”, disse o prefeito.

Desde que assumiu em janeiro, a atual gestão vem trabalhando para resolver a problemática dos buracos de forma célere. O projeto foi refeito, readequando as ruas que serão atendidas no convênio, já que no decorrer do tempo o custo de material aumentou consideravelmente. “Ocorreu a recepção pelos técnicos, uma análise prévia do projeto e, no prazo de quinze dias, teremos a resposta da Caixa sobre a licitação”, concluiu Batata.

Compartilhe:
28/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

“O mundo mudou e o Brasil precisa de reformas”, diz presidente da Fiern

FOTO: ALBERTO LEANDRO/PORTAL NO AR

Portal no Ar – O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, emitiu nota em que ressalta a legitimidade das manifestações desde que “seja respeitado o sagrado direito de trabalho dos brasileiros e que as empresas possam funcionar em sua plenitude.”

Para Amaro, “o mundo mudou e o Brasil precisa de reformas, sob riscos de ficar condenado ao subdesenvolvimento e pobreza”.

Veja nota na íntegra: 

Manifestações sobre quaisquer temas são legítimas e garantidas pela Constituição. Mas, da mesma forma que assegura a liberdade de expressão e de manifestação, a Constituição garante o direito de ir e vir do cidadão e a proteção aos patrimônios público e privado.

Não será com intimidação ou violência que construiremos um Brasil mais justo e democrático. A hora é de trabalhar e gerar empregos para os mais de 13 milhões de pessoas que aguardam uma oportunidade.

Portanto, contamos que nesta sexta-feira, 28 de abril, seja respeitado o sagrado direito de trabalho dos brasileiros e que as empresas possam funcionar em sua plenitude. O setor industrial potiguar irá produzir normalmente nesta sexta-feira, dando assim sua contribuição para fortalecer a economia, gerando emprego e renda e ajudando o país a vencer a crise.

O estado de direito democrático impõe a toda sociedade direitos e deveres. A Constituição é muito clara quanto aos limites do que pode e não pode. E para que a ordem legal não seja rasgada, com prejuízos a todos, é imprescindível que nos pautemos pela observância às leis, mas também pelo bom senso e respeito às decisões e opiniões individuais.

Entendemos que o mundo mudou e o Brasil precisa de reformas, sob riscos de ficar condenado ao subdesenvolvimento e pobreza. Nesse contexto, reafirmamos a importância do equilíbrio das contas públicas, da modernização das relações do trabalho e de um debate responsável, sem radicalismos, sobre a previdência social. Aliás, empregados e empreendedores, certamente, desejam os mesmos resultados, enfim, um país mais justo, pacífico e desenvolvido, com trabalho, diálogo e entendimento.

Amaro Sales de Araújo
Presidente do Sistema FIERN

Compartilhe:
28/04/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

Caraúbas: MPRN apóia projeto para ressocialização de presos pela leitura

O município de Caraúbas, através da secretaria de Educação, firmou parceria com o Centro de Detenção Provisória “Manoel Alves Pessoa Neto” para implantação de uma biblioteca para a ressocialização dos presos. O projeto intitulado “Na ressocialização do preso pela leitura”, foi idealizado pelo juiz Pedro Paulo Falcão Júnior, o promotor de Justiça Rafael Paes Pires Galvão e o diretor do presídio local, Sérgio Ildefonso.

A Cadeia Pública agora dispõe de um sistema de ensino no qual uma sala foi transformada em biblioteca, com o objetivo de proporcionar a ressocialização por meio da leitura e do estudo. O município disponibilizou um profissional para orientação dos presos no processo das leituras e produção de resenhas.

O preso interessado terá que frequentar a biblioteca, ler livros e escrever uma resenha e, após a correção deste texto crítico da obra, por um professor, será enviado ao Ministério Público Estadual que vai emitir um parecer após uma decisão judicial do processo da execução, para que seja diminuída a pena.

Como na Cadeia Pública já existe alguns apenados que fazem a remissão através do trabalho, agora também será feito por meio da leitura e resenha feita de livros escolhidos para leitura. “Precisamos estar engajados nos serviços e ações sociais, e esta biblioteca com certeza será um passo para ressocialização dessas pessoas tornando-as em cidadãos compromissados”, destacou o prefeito Antônio Alves da Silva.

Para o juiz de Direito Pedro Paulo falcão, a esperança é resgatar seres humanos apenados em condição para reabilitação e muitos querem mudar de vida, basta somente uma oportunidade. “A biblioteca vai ajudar a muitos apenados a saírem da ociosidade, vão diminuir suas penas e ganharão credibilidade com o sistema e futuramente estarão livres para a sociedade. Sabemos que este trabalho não vai conseguir atingir 100% dos presos, pois eles também precisam querer mudar, a chance será através deste projeto, resta saber se todos querem uma nova chance” disse o magistrado.

Para o promotor de Justiça Rafael Paes Pires Galvão, o objetivo do Judiciário e do MPRN com o projeto foi o de tentar socializar para diminuir o índice de violência, devolvendo a sociedade um cidadão de bem, compromissado, zeloso pela sua vida em coletividade. O diretor do presídio, Sérgio Ildefonso, explicou que o contato com o livro, será fundamental para socialização e mesmo que uma parte resista, o projeto terá um resultado positivo e que realmente sirva de modelo. “Essa é mais uma forma de trazê-los para o processo educativo e estimular a leitura”, ressaltou.

Com informações do www.icemcaraubas.com.

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros