31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Mega-Sena

Mega-Sena sorteia R$ 70 milhões neste sábado

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

O concurso 2.230 da Mega-Sena pode pagar amanhã (1º) um prêmio de R$ 70 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo.

Se aplicado na poupança, o prêmio pode render mais de R$ 181 mil mensais. Se o ganhador investir em bens, poderá adquirir 25 carros esportivos de uma das principais marcas da categoria.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer lotérica do país e também no portal Loterias Caixa. O valor da aposta simples da Mega-Sena é de R$ 4,50.

Para jogar pela internet, no portal Loterias Caixa, o apostador precisa ser maior de 18 anos e fazer um pequeno cadastro.

Agência Brasil

Compartilhe:
31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Bandeira tarifária em fevereiro de 2020 será verde, sem custo para os consumidores

ANEEL

A bandeira tarifária em fevereiro de 2020 será verde, sem custo para os consumidores. O acionamento deve-se à previsão mais positiva de chuvas nas regiões onde se localizam os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A expectativa é de que ocorra recuperação mais intensa do armazenamento ao longo de fevereiro.

Essa condição mais favorável resulta no aumento da produção das hidrelétricas e de sua participação relativa no atendimento à demanda de energia do SIN. Desse modo, diminui-se a necessidade de acionamento do parque termoelétrico, o que, por sua vez, contribui para reduzir o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Com as bandeiras, a conta de luz ficou mais transparente e o consumidor tem a melhor informação, para usar a energia elétrica de forma mais eficiente, sem desperdícios.

Mesmo com o acionamento da bandeira verde, é importante que o consumidor mantenha ações relacionadas ao uso consciente de energia e evite o desperdício.

Compartilhe:
31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Sem categoria

Em fevereiro, a Caern lança primeira campanha de renegociação de débitos do ano

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) começa 2020 trazendo vantagens para o cliente. Fevereiro chegando, mês da alegria do Carnaval, a Caern aproveita o clima positivo da folia para reeditar sua campanha de renegociação de débitos em atraso com as condições especiais que marcaram a grande procura em 2019. A partir do dia 3 de fevereiro, os usuários com conta em atraso já podem procurar os escritórios da Caern.

Como nas campanhas anteriores, para os pagamentos à vista serão dispensados os juros e multa por atraso. Para os parcelamentos, dependendo do valor da entrada, será dispensado até 70% do valor de juros e multa. Será mantida a correção monetária. A entrada mínima continua sendo de 10% do valor do débito e o prazo máximo para parcelamentos será mantido em 48 meses.

O usuário com dívida atrasada também pode fazer outro parcelamento, mesmo que já esteja pagando parcelas de uma negociação anterior. Nesse caso, o valor da dívida a ser negociada é somado ao saldo devedor restante do parcelamento anterior e o total é parcelado em até 48 meses, com entrada de 20%.

As campanhas de renegociação que a Caern vem editando têm o objetivo de diminuir a inadimplência.

Para fazer o acordo, o cliente pode procurar o escritório mais próximo de sua casa. As negociações não poderão ser feitas pela internet. Em todos os parcelamentos feitos, a parcela a ser paga não pode ser inferior a 50% do valor da fatura média do cliente. A campanha é válida apenas para o mês de fevereiro

Compartilhe:
31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Novo valor do salário mínimo começa a vigorar amanhã

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil  

Começa a vigorar amanhã (1º de fevereiro) o novo valor do salário mínimo. A medida provisória que fixa em R$ 1.045 o salário mínimo foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (31). De acordo com a MP, o valor diário do salário mínimo ficará em R$ 34,83; e o valor por hora, em R$ 4,75.

Estimativas divulgadas pelo governo apontam que cada R$ 1 a mais no salário mínimo resulta em um aumento de R$ 355,5 milhões nas despesas públicas. Ao todo, o reajuste do salário mínimo de R$ 1.039 para R$ 1.045 terá impacto de R$ 2,13 bilhões para o governo neste ano. Isso porque o mínimo está atrelado a 80% dos benefícios da Previdência Social, além de corrigir o Benefício de Prestação Continuada (BPC), o abono salarial e o seguro-desemprego, entre outros.

Além disso, há um impacto de R$ 1,5 bilhão decorrente da elevação do valor do salário mínimo em relação ao valor original enviado no Orçamento de 2020, de R$ 1.031.

Até o ano passado, a política de reajuste do salário mínimo, aprovada em lei, previa uma correção pela inflação mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país).

Esse modelo vigorou entre 2011 e 2019. Porém, nem sempre houve aumento real nesse período porque o PIB do país, em 2015 e 2016, registrou retração, com queda de 7% nos acumulado desses dois anos.

Na semana passada, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, informou que o projeto de lei com a nova política de correção do salário mínimo incluirá uma mudança no período usado para definir os reajustes.

Segundo ele, em vez do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior fechado, de janeiro a dezembro, o governo pretende usar o índice entre dezembro do ano anterior e novembro do exercício atual para calcular o valor do mínimo para 2021.

Rodrigues acrescentou que a medida tem como objetivo prevenir situações como a deste ano, em que o salário mínimo primeiramente foi reajustado para R$ 1.039 e depois aumentou para R$ 1.045, porque a alta dos preços da carne fez o INPC fechar o ano além do previsto.

O sistema é semelhante ao do teto de gastos, em que o governo usa o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho do ano anterior a junho do exercício atual para corrigir o limite das despesas federais para o ano seguinte. Segundo Rodrigues, a mudança terá pouco impacto prático no valor final para o salário mínimo, mas dará mais transparência aos reajustes e mais previsibilidade para o governo e para os trabalhadores.

Compartilhe:
31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Prefeitura de Upanema inicia substituição de lâmpadas convencionais da iluminação pública por LED

A prefeitura de Upanema deu o pontapé inicial em um importante projeto na tarde de quarta-feira (29). Trata-se da substituição das lâmpadas convencionais da iluminação pública por LED.

Segundo o prefeito Luiz Jairo, estão sendo investidos recursos próprios, arrecadados através da CIP, na ação e a previsão é que o serviço seja concluído até o final do próximo mês de fevereiro, atendendo toda a cidade.

São inúmeras as vantagens das lâmpadas de LED em relação às convencionais, incluindo durabilidade, menor consumo de energia elétrica, qualidade de iluminação, menos calor e preservação do meio ambiente.

“Com a arrecadação da CIP iremos substituir todas as lâmpadas da cidade para LED e com isso oferecer melhor luminosidade, maior resistência dos equipamentos e mais economia para o município, potencializando a capacidade de investimento nessa área”, destaca Luiz Jairo.

A título de comparação: enquanto uma lâmpada de LED tem uma vida útil de 50.000 horas, uma incandescente dura apenas 1.000 horas.

Compartilhe:
31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Ufersa abre concurso para professor substituto em Mossoró e Pau dos Ferros

A Comissão Permanente de Processos Seletivos – CPPS da Ufersa divulgou edital com vagas para Professor Substituto – Edital 002/2020 com regimes de trabalho de 20 (vinte) horas e 40 (quarenta) horas semanais sem dedicação exclusiva.

São oferecidas ao todo 07 (sete) vagas divididas entre os campi de Mossoró e Pau dos Ferros. A remuneração varia de acordo com o regime de trabalho e da titulação do candidato aprovado acrescida de R$ 458,00 de auxílio alimentação.

As inscrições serão de 31 de janeiro a 10 de fevereiro de 2020. A taxa de inscrição é de R$ 50,00 reais para as vagas com regime de trabalho de 20 (vinte) horas R$ 70,00 reais para as demais com pagamento até o dia 11 de fevereiro, observado o expediente bancário. O candidato pode ainda solicitar isenção de taxa até o dia 03 de fevereiro de 2020.

Página para acompanhar o concurso

Compartilhe:
31/01/2020
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Em Jucurutu, moradores do Novo Rumo sem acesso à água encanada cobram solução para o problema

Várias famílias residem no bairro Novo Rumo em Jucurutu ainda não têm acesso a água encanada. Para cobrar providências objetivando solucionar o problema, o programa Jucurutu Notícias foi mais uma vez acionado por moradores.

Atendendo ao chamado o radialista Robson Oliveira esteve nesta quinta-feira (30), no local e ouviu a reclamação das pessoas que apesar de residirem na zona urbana de Jucurutu, moram em casas sem água encanada.

Assista ao vídeo e veja a situação:

Moradores do Novo Rumo em Jucurutu, que moram em casas sem água encanada cobram solução para o problemaVárias famílias que residem no bairro Novo Rumo ainda não contam com água encanada e voltaram a procurar a produção do Jucurutu Notícias para cobrar providências para solução do problema.Assista ao vídeo e veja a situação dessas pessoas que apesar de residirem na zona urbana de Jucurutu, moram em casas sem água encanada.

Posted by Jucurutu Notícias on Thursday, January 30, 2020

Compartilhe:
29/01/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Após atingir nota para cursar Medicina, potiguar de 17 anos consegue decisão judicial para concluir ensino médio

Por G1 RN

Um potiguar de 17 anos conquistou na justiça o direito de concluir o Ensino Médio após o resultado conquistado no Enem 2019, segundo informou a Defensoria Pública do Estado, que representou o estudante.

A defesa demonstrou que o aluno do IFRN atingiu nota suficiente para entrar nos cursos de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e do Estado de Pernambuco (UFPE) no Sisu 2020.

O jovem estuda no campus do IF em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Mesmo atingindo notas suficientes para ingressar no curso das duas instituições, a matrícula só poderia ser feita com apresentação do diploma de conclusão do ensino médio ou equivalente – documento que ele não tem.

Mesmo após pedido para realizar uma prova e conseguir o diploma antecipadamente, a Comissão de Exames de Certificação em Educação de Jovens e Adultos negou o direito de concluir o ensino médio antes de cursar o último ano por ele ser menor de idade.

Segundo o defensor público Rodolpho Penna Lima Rodrigues, no entanto, “o critério não é razoável, pois de caráter apenas etário, tendo o impetrante demonstrado ter capacidade”. De acordo com ele, esse seria o único critério previsto por lei.

A defensoria pediu um mandado de segurança liminar para garantir o direito do estudante a realizar a prova de conclusão do ensino médio e possibilitar a matrícula após a divulgação do resultado do Sisu.

“Há relevante fundamento nos argumentos lançados pela Defensoria Pública na petição, posto que o critério legal, repetido pela autoridade administrativa estadual, não é suficiente para medir a capacidade do impetrante para acessar um novo nível de educação, agora superior”, registrou o juiz em sua decisão.

Ainda segundo a Defensoria, o jovem realizou a prova nesta quarta-feira (29).

Compartilhe:
29/01/2020
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Nelter empenhado na luta pela pavimentação do acesso da Serra de João do Vale

Na tarde de ontem (terça-feira, 28) o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) visitou o presidente do MDB no Rio Grande do Norte, deputado federal Walter Alves e o ex-senador emedebista, Garibaldi Filho. A pauta do encontro girou em torno da política potiguar e sobre projeto de desenvolvimento para serra de João do Vale, localizada entre Jucurutu e Triunfo Potiguar.

“Estou peregrinando todos os gabinetes dos parlamentares federais de nosso RN e fazendo um trabalho de convencimento para que os mesmos destinem no final de 2020 uma emenda de bancada, na ordem de R$ 20 milhões, para que seja concluída a estrada de acesso à serra em seus dois lados”, destacou Queiroz.

Para Nelter, a serra de João do Vale precisa ser vista de forma diferenciada para que o local possa fomentar o turismo do Estado. “Ela [a serra de João do Vale] é praticamente da mesma altura das serras de Martins e de Sant’ana, está em torno de 750 metros de altitude acima do nível do mar, fica localizada entre as barragens Oiticica e Armando Ribeiro Gonçalves, e entre os municípios de Caicó e Assú, capitais das regiões Seridó e Vale do Assú, respectivamente; além de ficar muito próxima de Mossoró, a capital de nosso oeste potiguar”.

Ainda de acordo com o parlamentar, a serra de João do Vale tem um potencial turístico imenso, que falta apenas ser desenvolvido e bem aproveitado pelas iniciativas privada e pública. Nelter Queiroz também frisa que as obras de construção e pavimentação desta estrada já estão licitadas e contratadas, porém o Governo do Estado não têm recursos para tocá-las em frente.

“Já fiz contatos também com os deputados federais Benes Leocádio e Fábio Faria, e com o senador senador Jean-Paul Prates, e quero que este pleito seja abraçado por todos os demais parlamentares federais de nosso RN!”, disse o deputado jucurutuense.

Compartilhe:
29/01/2020
Por Danilo Evaristo em Mega-Sena

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 70 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.229 da Mega-Sena sorteadas nessa quarta-feira (29), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. O prêmio para o próximo sorteio, que ocorrerá no sábado (1º), está estimado em R$ 70 milhões.

Os números sorteados foram 06, 11, 29, 40, 41, 58.

A quina teve 64 ganhadores que vão receber, cada um, R$ 53.757,09. Acertaram quatro números 4.315 apostadores, que receberão o prêmio individual de R$ 1.139,03.

As apostas para o próximo concurso da Mega-Sena podem ser feitas até as 19h de sábado. Um jogo simples, de seis números, custa R$ 4,50.

Agência Brasil

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros