27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Jucurutu: “Nossos foliões merecem ter essa festa”, diz Betinha ao avaliar o carnaval 2020 promovido pela CDL

Falando nesta quinta-feira (27), no programa Jucurutu Notícias, sobre a realização do carnaval 2020 em Jucurutu, a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Betinha, disse que “não foi o melhor carnaval da vida, mas foi o carnaval que a CDL pôde fazer”.

“Minhas palavras são de agradecimentos ao comércio que de uma forma muito pronta chegou até nós e quis realmente que Jucurutu tivesse um carnaval, que a gente pudesse aquecer a economia. O comércio foi aquecido com as festas do carnaval”, disse Betinha.

“Quero agradecer também ao deputado Nelter Queiroz, que nos ajudou e todos os dias falava comigo e perguntava como o carnaval estava”, agradeceu Betinha, lembrando que o evento contou ainda com apoio da maioria dos vereadores.

Sem o apoio da prefeitura municipal, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jucurutu promoveu mais uma edição do carnaval de Jucurutu. Foram 4 noites com atrações animando os foliões na praça de Eventos Autran Lopes.

Betinha fala sobre o Carnaval 2020 realizado mais vez em Jucurutu sob a coordenação da CDL

Posted by Jucurutu Notícias on Thursday, February 27, 2020

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Último FPM do mês entra nesta sexta-feira

Foto: USP/Imagens

Quase R$ 2,3 bilhões serão partilhados entre os 5.568 governos municipais, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor do terceiro e último repasse do mês já considera o porcentual destinado ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Sem essa retenção, o decêndio chega ao montante de mais R$ 2,8 bilhões.

Os recursos entram nas contas das prefeituras nesta sexta-feira, 28 de fevereiro, e serão 11,76% maiores que as transferências feitas em 2019. Ao somar o repasse deste decêndio com os dois anteriores, o crescimento do Fundo sobe para 19%. Enquanto os Municípios receberam R$ 10,7 bilhões em fevereiro do ano passado, este ano, o mês alcança com R$ 12,8 bilhões em recursos destinados aos cofres municipais.

Conforme mostra levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), com base nos relatórios da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), entre os dias 11 a 20, a última transferência representa 30% do valor total repassado no mês. No entanto, a entidade mostra que o crescimento fica menos expressivo quando se aplica a inflação, respectivamente, 7,21% e 15,44%, em relação ao mesmo decêndio e ao mesmo mês de 2019.

Por Raquel Montalvão/Agência CNM de Notícias

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Chuva de 75mm é registrada na zona urbana de Jucurutu

Uma forte chuva, acompanhada de ventos em alguns momentos da precipitação, caiu na tarde desta quinta-feira (27) na zona urbana de Jucurutu.

De acordo com o colega Jackson Douglas, um pluviométrico instalado no centro da cidade marcou 75mm.

Já na zona rural, de acordo com informações repassadas por moradores, foram registradas chuvas acima de 100mm, na região das comunidades Cacimbas e Adeque.

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Reservatórios potiguares começam a receber aporte hídrico após as chuvas

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte monitora, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), 47 reservatórios com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pela segurança hídrica estadual.

O Relatório de Situação Volumétrica dos Reservatórios do RN atualizado nesta quinta-feira (27) aponta que após as recentes chuvas alguns mananciais receberam acréscimo no seu aporte de água. O mais expressivo foi observado na cidade de Encanto, o açude de mesmo nome, passou de 73,60% da sua capacidade para 95,59%, faltando 20 centímetros para verter.

Outros açudes que receberam bons volumes de água foram: Tourão, localizado em Patu, que passou de 18% da sua capacidade para 22,15%; Mendubim, localizado em Assu, que passou dos 71,93% para 73,49%; e Morcego, localizado em Campo Grande, que passou dos 29,21% de sua capacidade para 31,06%.

Maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, atualmente acumula 534.605.124 m³, correspondentes a 22,53% do seu volume total. Em relação ao último relatório divulgado no dia 18 de fevereiro, o manancial também apresentou um acréscimo de volume de 13.516.359 m³, passando dos 21,96% de sua capacidade para os atuais 22,53%.

Segundo maior reservatório do Estado, a barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 599.712.000 m³, acumula atualmente 108.329.758 m³, o que corresponde a 18,06% do seu volume total. No último relatório o manancial estava com 108.467.001 m³, o que correspondia a 18,09% do seu volume total.

O açude Umari, localizado em Upanema, com capacidade para 292.813.650 m³, atualmente acumula 80.248.211 m³, percentualmente, 27,41% da sua capacidade total. Na última semana estava com 81.973.503 m³, percentualmente, 28% da sua capacidade total.

As reservas hídricas superficiais totais do Estado atualmente são 955.839.502 m³, percentualmente, 21,84% da capacidade total de acumulo das bacias potiguares, que é de 4.376.444.842 m³. Em relação ao relatório anterior, no dia 18 de fevereiro, as reservas superficiais totais eram 942.298.261 m³, percentualmente, 21,53% da capacidade total.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, 12 permanecem com menos de 10% das suas capacidades, considerados em nível de alerta, percentualmente, 25% dos mananciais monitorados. Já os secos são 7, o correspondente a 14,89% dos reservatórios. Em relação ao último relatório os números permanecem inalterados.

Os reservatórios com níveis inferiores a 10% são: Bonito II, localizado em São Miguel; Jesus, Maria, José, em Tenente Ananias; Lucrécia, localizado no município de Lucrécia; Malhada Vermelha, em Severiano Melo; Zangalheiras, em Jardim do Seridó; Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari; Passagem das Traíras, em São José do Seridó; Esguicho, em Ouro Branco; Cruzeta, localizado na cidade de Cruzeta; Dourado, em Currais Novos; Santa Cruz do Trairi, em Santa Cruz e Flechas, localizado em José da Penha.

Já os secos são: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Pau dos Ferros, localizado em Pau dos Ferros; Pilões, localizado no município de Pilões; Inharé, em Santa Cruz; Trairi, em Tangará, Japi II, em São José do Campestre e Itans, localizado em Caicó.

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Esporte

CBF divulga tabela do Campeonato Brasileiro 2020; veja os confrontos da 1ª rodada

Por Caíque Andrade e Raphael Zarko — Rio de Janeiro

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou, nesta quinta-feira, a tabela do Campeonato Brasileiro 2020. A competição começa a ser disputada no primeiro fim de semana de maio, nos dias 2 e 3.

O Flamengo, atual campeão brasileiro, receberá o Atlético-MG no Maracanã. A tabela detalhada ainda não foi definida pela CBF.

Primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2020

Flamengo x Atlético-MG

Botafogo x Bahia

Palmeiras x Vasco

Santos x Bragantino

Corinthians x Atlético-GO

Grêmio x Fluminense

Sport x Ceará

Coritiba x Internacional

Fortaleza x Athletico

Goiás x São Paulo

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

População deve ficar atenta à proliferação do Aedes aegypti durante período chuvoso

Foto: Rodrigo Nunes – Ministério da Saúde

Com a chegada das chuvas, o risco de proliferação do mosquito Aedes aegypti no País aumenta e, consequentemente, cresce o risco de transmissão da dengue, chikungunya e zika.

De acordo com especialistas, a melhor forma de evitar essas doenças é eliminar os criadouros do mosquito transmissor, evitando o acúmulo de água em vasos de plantas, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

No ano passado, o Ministério da Saúde notificou 1.544.987 casos prováveis de dengue no Brasil. As regiões Centro-Oeste e Sudeste apresentaram o maior número de registros. A maior concentração de casos prováveis foi em Minas Gerais, São Paulo e Goiás.

A aposentada Cida Monteiro chegou a ficar internada por quatro dias em decorrência da dengue. Agora, está atenta às medidas para combater o mosquito. “Você pode colocar areia nas suas plantinhas, mas não deixar juntar água. Você deve ter cuidado com as calhas da sua casa e não deixar água empossada, nem um ralo aberto. Cuidados muito simples. Não é nada complicado. A prevenção é tudo”, afirma Cida Monteiro.

Outros cuidados também são importantes no dia a dia para combater a doença, como o uso de roupas que diminuam a exposição da pele durante o dia, horário em que os mosquitos são mais ativos. Utilizar repelentes e inseticidas seguindo as instruções do rótulo também pode ajudar no combate. E o uso de mosquiteiros para aqueles que dormem durante o dia, como bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.

Sintomas

Os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem ser confundidos com sintomas de outras mais comuns, como gripes e resfriados. Por isso, é importante estar sempre em alerta, não tomar medicamentos sem orientação médica e manter-se hidratado. Também é preciso buscar um diagnóstico médico o quanto antes.

Dengue – coceiras, náuseas e vômitos, dor de cabeça, febre alta, manchas vermelhas na pele e dores nas articulações.

Chikungunya – dor de cabeça constante, vermelhidão nos olhos, febre baixa, coceiras, manchas vermelhas na pele e dores nas articulações.

Zika – vermelhidão nos olhos, febre baixa, coceiras, manchas vermelhas na pele e dores nas articulações  e dor de cabeça.

Com informações do Ministério da Saúde e Voz do Brasil

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Mega-Sena

Mega-Sena pode pagar R$ 200 milhões nesta quinta-feira

O concurdo 2.237 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 200 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio acontece nesta quinta-feira (27) no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50.

O prêmio é o terceiro maior da história da Mega-Sena em concursos regulares (excluída a Mega da Virada, cujos sorteios são no dia 31 de dezembro).

O valor do prêmio pode garantir um rendimento de quase R$ 518 mil por mês, caso o apostador escolha investir na poupança da Caixa. Se preferir aplicar o dinheiro em bens, o ganhador poderá comprar 40 coberturas de luxo, de 500 metros quadrados, em Copacabana, no Rio, segundo a Caixa.

Maiores prêmios da Mega-Sena — Foto: Arte G1

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Comarca de São Tomé vai destinar R$ 69 mil para projetos

O juiz José Ronivon Beija-mim de Lima, titular da Vara Única de São Tomé, publicou edital para destinação de recursos de penas pecuniárias, que são multas aplicadas a crimes sem necessidade de prisão. O montante do edital é de R$ 69.127,06 e será destinado a instituições públicas e privadas, com finalidade social, em diversas áreas de atuação, que tenham seus projetos aprovados. As inscrições podem ser feitas de 2 a 31 de março.

Veja AQUI o edital completo.

Os projetos apresentados devem seguir o roteiro técnico constante no edital. Eles serão analisados e avaliados pelo juízo responsável, sendo uma responsabilidade da entidade beneficiada a prestação de contas dos recursos recebidos.

A inscrição de projetos deverá ser feita no horário das 8h às 15h, de segunda a quinta-feira, e das 7h às 14h na sexta-feira, na Secretaria Judiciária da Comarca de São Tomé, que funciona na Rua Ladislau Galvão, nº 184, Centro, São Tomé.

Saiba mais

Os recursos são oriundos de multas aplicadas a crimes sem necessidade de prisão, as chamadas penas pecuniárias, cujo dinheiro é revertido para projetos sociais. São crimes de menor potencial ofensivo, como desacato, lesão corporal, delitos de ameaça, dentre outros.

O apoio financeiro das penas pecuniárias é garantido desde junho de 2012, quando o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) editou a Resolução nº 154, que criou uma política institucional do Poder Judiciário para a utilização desses recursos e cada entidade, legalmente constituída, que tenha finalidade social e desenvolva atividade preferencialmente na área de segurança pública, saúde e educação poderá se inscrever.

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Candidato deve respeitar limites de gastos na campanha eleitoral

TSE

Todos os candidatos das Eleições Municipais de 2020 precisam respeitar os limites de gastos para a realização de suas campanhas e para a contratação de pessoal. O registro e os limites de tais despesas eleitorais estão fixados na Resolução TSE nº 23.607/2019, que dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos e candidatos, bem como sobre a prestação de contas nas eleições.

Os gastos eleitorais sujeitos ao registro e aos limites estão especificados no artigo 35 da norma. O dispositivo inclui como despesas de registro obrigatório, e para as quais os candidatos devem respeitar as balizas legais, as seguintes: confecção de material impresso de qualquer natureza, propaganda e publicidade direta ou indireta por qualquer meio de divulgação; aluguel de locais para a promoção de atos de campanha eleitoral; e despesas com transporte ou deslocamento de candidato e de pessoal a serviço das candidaturas.

A norma também abrange os gastos com: correspondências e despesas postais; instalação, organização e funcionamento de comitês de campanha; remuneração ou gratificação paga a quem preste serviço a candidatos e a partidos políticos; montagem e operação de carros de som; realização de comícios ou eventos destinados à promoção de candidatura; produção de programas de rádio, televisão ou vídeo; realização de pesquisas ou testes pré-eleitorais; criação e inclusão de páginas na internet; impulsionamento de conteúdos; e produção de jingles, vinhetas e slogans para propaganda eleitoral.

Despesas com pessoal

A contratação direta ou terceirizada de pessoal para prestação de serviços referentes a atividades de militância e mobilização de rua nas campanhas eleitorais também está sujeita a limites determinados de gastos.

As despesas com pessoal devem ser detalhadas com a identificação integral dos prestadores de serviço, dos locais de trabalho, das horas trabalhadas, da especificação das atividades executadas e da justificativa do preço contratado.

De outro lado, estão excluídos dos limites de gastos a militância não remunerada, o pessoal contratado para apoio administrativo e operacional, os fiscais e delegados credenciados para trabalhar nas eleições e os advogados dos candidatos ou dos partidos políticos e das coligações.

Despesas com combustível

Os gastos com combustível são consideradas gastos eleitorais apenas na hipótese de apresentação de documento fiscal da despesa do qual conste o CNPJ da campanha, para abastecimento de veículos em eventos de carreata, até o limite de 10 litros por veículo, desde que apresentada, na prestação de contas, a indicação da quantidade de carros e de combustíveis utilizados por evento.

Também são considerados gastos eleitorais a locação ou cessão temporária de geradores de energia e de veículos utilizados a serviço da campanha, devidamente comprovados na prestação de contas.

Gasto excessivo

De acordo com a norma, gastar recursos além dos limites estabelecidos sujeita os responsáveis ao pagamento de multa no valor equivalente a 100% da quantia que exceder o limite estabelecido. O infrator também pode responder por abuso do poder econômico, conforme previsto no artigo 22 da Lei Complementar nº 64/1990 (Lei de Inelegibilidades), sem prejuízo de outras sanções cabíveis.

Confira todas as regras sobre limites de gastos eleitorais na Resolução nº TSE nº 23.607/2019.

Acesse também as demais resoluções que disciplinarão as Eleições Municipais de 2020 no Portal das Eleições.

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Fies: candidatos já podem acessar resultados

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

O resultado da seleção do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) para o primeiro semestre de 2020 já está disponível. A lista de pré-selecionados da chamada única pode ser consultada no site do programa ou nas instituições de ensino participantes.

Na modalidade Fies, o estudante deve complementar a inscrição pelo site do programa no período de 27 de fevereiro a 2 de março. Já os pré-selecionados na modalidade P-Fies deverão comparecer à instituição de ensino para validação das informações de sua inscrição e contratação do financiamento.

Os estudantes não pré-selecionados na modalidade Fies foram automaticamente incluídos na lista de espera e devem acompanhar sua eventual pré-seleção entre 28 de fevereiro e 31 de março de 2019, na página do Fies. Na modalidade P-Fies não existe a etapa de lista de espera.

Neste semestre, o programa vai oferecer 70 mil vagas para financiamento estudantil em instituições privadas de ensino superior. Ele está dividido em duas modalidades: o Fies a juros zero para quem tem renda familiar de até três salários mínimos por pessoa e o P-Fies para aqueles com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos, com juros que variam de acordo com o banco e a instituição de ensino. Essa última modalidade funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes.

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros