29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Campanha de Vacinação contra a gripe será antecipada em todo o País

Foto: Agência Brasil

Com informações do Ministério da Saúde e Voz do Brasil

O inicio da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza foi antecipada para o dia 23 de março. A antecipação faz parte da estratégia do Ministério da Saúde, que pretende diminuir a quantidade de pessoas com gripe nesse inverno. Além disso, o órgão quer facilitar o diagnóstico do coronavírus pelos profissionais de saúde, já que as doenças abrangidas pela imunização seriam descartadas após receber a dose da vacina. Tradicionalmente a campanha ocorre na segunda quinzena de abril.

As primeiras pessoas a receberem a dose da vacina serão as gestantes, crianças de até seis anos, mulheres até 45 dias após o parto e os idosos. Esse público é mais vulnerável à gripe e o risco de morte é maior. Para a campanha, o Instituto Butantan produziu 75 milhões de doses que previne contra os três tipos de vírus de influenza que mais circularam no ano anterior.

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a antecipação vai favorecer o trabalho dos profissionais de saúde. “Na hora que o individuo, um mês, dois meses depois, se ele tem um quadro gripal e ele informa que ele foi vacinado, ele auxilia muito o raciocínio desse profissional para pensar na possibilidade de outras viroses que não são aquelas que são cobertas pela vacina. Um instrumento importante nesse momento. Porque você diminui o espiral de epidemia desses outros vírus”, afirmou o ministro.

Mandetta lembrou a importância de ampliar a cobertura vacinal e destacou que a vacina é uma das medidas mais importantes para a prevenção de doenças. “As influenzas A e B são mais comuns que o coronavírus e a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe diminui a situação endêmica dos vírus respiratórios no País, por isso é tão importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha procurem uma unidade de saúde”, concluiu.

O ministro destacou ainda que, neste ano, a Campanha de Vacinação vai atender outros grupos. “Nós devemos fazer forças de segurança, população presidiária completa, agentes penitenciários. Devemos fazer ampliação de segmentos para diminuir circulação epidêmica”, disse.

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Concurso TJRN: provas da seleção temporária de 33 cargos de TI serão aplicadas neste domingo (1º)

O Núcleo Permanente de Concursos da UFRN (Comperve) realiza neste domingo (1º) as provas objetivas do processo seletivo simplificado para provimento de cargos de servidores temporários do quadro de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Poder Judiciário potiguar. Ao todo, foram inscritos 1.549 candidatos para a disputa de 33 vagas em seis diferentes funções.

As provas para o cargo de nível médio serão aplicadas pela manhã, e as provas para os cargos de nível superior serão aplicadas no turno da tarde. Os candidatos podem consultar o local de prova AQUI.

Este é o primeiro concurso público lançado pelo TJRN na área de TI e tem o objetivo de reforçar a equipe técnica que sustenta o sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe), conforme orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Acesso aos locais de prova

De acordo com o edital, o acesso dos candidatos ao local de prova ocorrerá das 7h20 às 8h; e das 13h20 às 14h para as provas de cargos de nível superior. O candidato que chegar ao local após às 8h ou após às 14h não terá acesso e estará eliminado do processo seletivo. A recomendação é para que os candidatos cheguem com antecedência mínima de 30 minutos antes do fechamento dos portões.

A prova objetiva de múltipla escolha será composta de 50 questões, sendo 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões sobre Lei de Organização Judiciária e 30 questões de conhecimentos específicos.

Serão classificados para a segunda etapa, de análise profissional específica, os candidatos que obtiverem, pelo menos, 50% de acertos das questões válidas da prova objetiva de múltipla escolha.

 

Confira abaixo as demandas parciais para cada cargo

NÍVEL MÉDIO

Técnico de suporte sênior – 12 vagas – 1.121 inscritos – Demanda de 93,42 candidatos por vaga

NÍVEL SUPERIOR

Coordenador técnico de atendimento e suporte – 1 vaga – 35 inscritos – Demanda de 35 candidatos por vaga

Analista de suporte pleno (infraestrutura) – 6 vagas – 156 inscritos – Demanda de 26 candidatos por vaga

Analista de suporte pleno (banco de dados) – 6 vagas – 95 inscritos – Demanda de 15,83 candidatos por vaga

Analista de sistemas sênior – 5 vagas – 96 inscritos – Demanda de 19,20 candidatos por vaga

Administrador de sites (web master) – 3 vagas – 46 inscritos – Demanda de 15,33 candidatos por vaga

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Ministério da Saúde lança campanha de prevenção ao coronavírus

O Ministério da Saúde lançou, nesta sexta-feira (28), a campanha publicitária de prevenção ao coronavírus que já começou a ser veiculada em TV aberta, rádio e internet. As peças publicitárias orientam a população a prevenir a doença adotando hábitos de higiene, como lavar as mãos com água e sabão várias vezes ao dia, fazer uso do álcool em gel a 70% e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Até esta sexta-feira (28), 182 casos suspeitos de coronavírus são monitorados no Brasil. Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde e demonstram o aumento da sensibilidade da vigilância da rede pública de saúde devido à inclusão de 15 países, além da China, que apresentam transmissão ativa do coronavírus. No total, 16 estados informaram o Ministério da Saúde sobre os casos suspeitos.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, explicou sobre as notificações que foram analisadas em relação ao boletim anterior. “Boa parte dessas notificações não se enquadraram como casos suspeitos e por isso não entraram na contabilidade desta sexta-feira (28). É importante reforçar que para se enquadrar como caso suspeito, o paciente precisa ter viajado para um dos 16 países com transmissão ativa do vírus e apresentar febre e mais um sintoma de gripe, como tosse ou falta de ar, por exemplo”, explicou.

Atualmente, os países com transmissão local do coronavírus são: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China. As pessoas que passaram por esses 16 países e apresentarem febre e mais um sintoma de gripe passam a se enquadrar na definição de caso suspeito da doença pelo monitoramento brasileiro.

A campanha publicitária será veiculada durante o mês de março e, além de informações para prevenção da doença, apresenta os principais sintomas do coronavírus, que são febre, tosse e dificuldade para respirar. A ideia é orientar a população sobre os sinais e sintomas da doença e o que deve ser feito nesses casos. Em caso de dúvida, a população pode buscar mais informações pelo ouvidoria do SUS (136) ou pelo site saúde.gov.br/coronavirus.

CASOS DE CORONAVÍRUS

Até o momento, 182 casos suspeitos são monitorados e 71 casos já foram descartados em todo o Brasil, que permanece apenas com o registro de um caso confirmado da doença no estado de São Paulo.

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Todas as notificações de casos suspeitos no país foram recebidas, avaliadas e discutidas com especialistas do Ministério da Saúde, caso a caso, junto com as autoridades de saúde dos estados e municípios. Esses descartes aconteceram principalmente por causa do resultado positivo para outros vírus respiratórios.

Excepcionalmente neste fim de semana, dias 29/2 e 1º/3, não haverá atualização dos dados pela Plataforma IVIS para consolidação e validação das notificações enviadas pelos estados.

Por Natália Monteiro, da Agência Saúde

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

De cinco casos suspeitos, Sesap descartou dois para o coronavírus

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e secretarias municipais de Saúde de Natal e Parnamirim reuniram a imprensa, na manhã desta sexta-feira, 28, para comunicar os casos classificados como suspeitos de infecção humana pelo Covid-2019 (Novo Coronavírus) no Rio Grande do Norte, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS).

Até o momento a situação epidemiológica é de três casos classificados como suspeitos. As amostras coletadas nestes pacientes foram enviadas ao Instituto Evandro Chagas, no Pará, e deverão ter os resultados liberados no prazo de sete dias úteis. As três pessoas estão em isolamento domiciliar, com estado de saúde bom, apresentando sintomas leves, como tosse e coriza. Todos os casos têm histórico de viagem à Itália.

Na tarde de quinta-feira (27) havia cinco casos suspeitos em investigação, informados no banco de dados do Ministério da Saúde. Dois foram excluídos por terem diagnóstico positivo para a Influenza B (gripe). A investigação no caso de uma criança foi concluída e o caso foi excluído, ou seja, não chegou a ser notificado como suspeito por não se enquadrar nos critérios do MS.

O protocolo define que a coleta é feita após o primeiro relato dos sintomas, e uma análise inicial é feita no Laboratório Central do RN, o Lacen. Caso seja detectado outro vírus respiratório, diferente do coronavírus, o caso é considerado descartado. Em caso de resultado negativo ou inconclusivo para influenza, a amostra é enviada para o laboratório de referência nacional, o Instituto Evandro Chagas, no Pará.

O infectologista André Prudente lembrou que os critérios do Ministério da Saúde foram ampliados. “Neste momento é natural que mais casos se enquadrem como casos suspeitos por se tratarem de pessoas que estiveram em outros países e contraíram influenza, mas precisam ser investigadas [para o novo coronavírus]”, explicou.

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Luchesi, ressaltou que o Hospital Giselda Trigueiro e o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes são unidades de referência para os casos que necessitem de internação. “A rede municipal de saúde está sensibilizada para o atendimento e coleta de material para exames”. A partir de hoje a Sesap vai emitir boletins epidemiológicos com atualização dos casos no RN.

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Bandeira tarifária segue verde em março; conta não terá cobrança extra

Foto: Beth Santos/Secretaria-Geral da PR

Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem (28) que manterá no mês de março a bandeira tarifária na cor verde, sem cobrança extra na conta do consumidor. A bandeira foi a mesma aplicada em fevereiro.

De acordo com a agência, a decisão de manter a bandeira na cor verde se deve a recuperação nos níveis dos reservatórios em virtude do volume razoável de chuvas no mês de fevereiro.

“Em fevereiro, os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentaram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês. A previsão para março é de manutenção dessa condição hidrológica favorável, o que aponta para um cenário com elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN, reduzindo a necessidade de acionamento do parque termelétrico”, informou a Aneel.

Segundo a agência, o volume de chuvas refletiu-se na redução do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Criado pela Aneel , o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores: verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2), que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

“Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca, informou a Aneel.

O acréscimo cobrado na conta pelo acionamento da bandeira amarela passou é de R$ 1,34 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1, o valor a mais cobrado é de R$ 4,16 a cada 100 kWh e no patamar 2 da bandeira o valor é de R$ 6,24 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Potigás abre inscrições para seleção de projetos

A Companhia Potiguar de Gás abre na próxima segunda-feira, 02, as inscrições para o recebimento de projetos de responsabilidade social. O Edital de Seleção Pública de Projetos de Responsabilidade Social, Cultural e Esportiva nº 001/2020 foi publicado nesta sexta-feira, 28, no Diário Oficial do Estado (DOE), e tem como objetivo apresentar uma contribuição efetiva para o desenvolvimento social, a preservação dos valores artísticos e culturais e incentivo às iniciativas de promoção da educação, saúde e qualidade de vida do povo potiguar.

O prazo para o recebimento das inscrições segue aberto até o dia 20 de março, através do preenchimento da Ficha de Inscrição, entrega de uma via do Projeto, declarações de Conformidade e Exclusividade e Responsabilidade Legal, além de documentos de comprovação de Habilitação Técnica, Jurídica, Fiscal e Trabalhista. A íntegra do edital e seus anexos estão disponíveis no site da Potigás: www.potigas.com.br/responsabilidade.

O edital contempla projetos a serem desenvolvidos ao longo de 2020, nas áreas de Cultura, Esporte, Educação Ambiental e Saúde. Os projetos passarão por análise de uma comissão interna, além de habilitação jurídica, fiscal e trabalhista, de caráter eliminatório. A seleção final será baseada na qualidade técnica do projeto, atendimento aos interesses da comunidade, viabilidade financeira e condições de sustentabilidade do projeto, além da potencialidade de consolidação da imagem da Potigás.

A previsão do cronograma do edital e divulgar o resultado final da seleção pública até o dia 27 de abril. “A Potigás é uma empresa comprometida com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte em todas as áreas, não somente econômica, mas também social, cultural e ambiental. Por esse motivo, entendemos a importância de apoiar projetos de forma democrática e transparente”, destaca a diretora presidente, Larissa Dantas Gentile.

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Nelter cobra recapeamento da RN-118 e perfuração de poços em Santana do Matos

Entendendo que a situação precária da RN-118 no trecho que liga os municípios de Caicó, Ipueira e São João do Sabugi causa extremo perigo aos motoristas que nela trafegam diariamente, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) cobrou ao Governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), que realize em caráter de urgência o recapeamento asfáltico do trecho da rodovia.

“Pleito de grande importância. Esta solicitação se justifica uma vez que a atual malha asfáltica deste trecho da rodovia encontra-se em alto grau de deterioração, colocando em risco a vida de condutores e pedestres que nela trafegam”, justificou o parlamentar, acrescentando que a má conservação desta rodovia também estraga os veículos que nela transitam, aumenta as distâncias entre os municípios em questão e facilita a ação de criminosos, uma vez que os veículos são obrigados a circular em baixíssima velocidade devido aos buracos existentes.

Outra demanda encaminhada por Nelter Queiroz ao Governo do Estado, desta vez através da Secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH), diz respeito a perfuração e instalação de poços tubulares nas comunidades Belo Monte e Caiçara, ambas localizadas no município de Santana do Matos. O pleito em questão foi demandado ao deputado pela vereadora santanense Wiara Luiz Azevedo Fernandes.

Compartilhe:
29/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

SETUR e IFRN lançam novas turmas para curso de espanhol

As inscrições para a segunda fase do projeto de extensão “Conoce, Comprende y Dime en Español – TURISMO”  já estão abertas. O projeto tem por objetivo capacitar profissionais do segmento, realizado por meio de Acordo de Cooperação Técnica entre a Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte e o Núcleo de Estudos e Pesquisas de Espanhol como Língua Estrangeira (NUPELE) do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), com o apoio das categorias de classe do setor contemplado. Para essa fase haverá turma para o setor hoteleiro, por meio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN (ABIH-RN), bugueiros pelo Sindicato dos Bugueiros do RN (Sindibuggy), e artesãos do Programa Estadual do Artesanato (PROART-RN).

Neste segundo momento, o projeto está com inscrições abertas nas turmas “Comprende” de nível intermediário voltado para mensageiros, camareiras, recepcionistas e bugueiros, que já participaram das turmas anteriores ou que tenham conhecimento compatível em língua espanhola. Além disso, uma nova turma de “Conoce” para nível iniciante com foco em artesãos será ofertada.

“A proposta do projeto é contribuir com a qualidade linguística em espanhol dos profissionais do segmento do turismo, por meio da oferta de cursos com conteúdos mais práticos, com ênfase na conversação relacionada à vivência no trabalho dessas pessoas que atendem diretamente o turista, por isso as turmas são ofertadas por categoria”, explica a subsecretária de Turismo, Solange Portela.

Os interessados deverão se inscrever exclusivamente através de e-mail institucional constante no Anexo II do Edital nº 04/2020-DG/CNAT/RE/IFRN, no período das 6h do dia 28 de fevereiro às 22h do dia 04 de março de 2020, horário local. No dia 10 de março, às 17h30, será realizada a aula inaugural dos cursos no miniauditório Central do CNAT, a partir das 17h30. Clique AQUI para ter acesso ao edital.

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Jucurutu/RN

Jucurutu: “Nossos foliões merecem ter essa festa”, diz Betinha ao avaliar o carnaval 2020 promovido pela CDL

Falando nesta quinta-feira (27), no programa Jucurutu Notícias, sobre a realização do carnaval 2020 em Jucurutu, a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Betinha, disse que “não foi o melhor carnaval da vida, mas foi o carnaval que a CDL pôde fazer”.

“Minhas palavras são de agradecimentos ao comércio que de uma forma muito pronta chegou até nós e quis realmente que Jucurutu tivesse um carnaval, que a gente pudesse aquecer a economia. O comércio foi aquecido com as festas do carnaval”, disse Betinha.

“Quero agradecer também ao deputado Nelter Queiroz, que nos ajudou e todos os dias falava comigo e perguntava como o carnaval estava”, agradeceu Betinha, lembrando que o evento contou ainda com apoio da maioria dos vereadores.

Sem o apoio da prefeitura municipal, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jucurutu promoveu mais uma edição do carnaval de Jucurutu. Foram 4 noites com atrações animando os foliões na praça de Eventos Autran Lopes.

Betinha fala sobre o Carnaval 2020 realizado mais vez em Jucurutu sob a coordenação da CDL

Posted by Jucurutu Notícias on Thursday, February 27, 2020

Compartilhe:
27/02/2020
Por Danilo Evaristo em Notas

Último FPM do mês entra nesta sexta-feira

Foto: USP/Imagens

Quase R$ 2,3 bilhões serão partilhados entre os 5.568 governos municipais, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor do terceiro e último repasse do mês já considera o porcentual destinado ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Sem essa retenção, o decêndio chega ao montante de mais R$ 2,8 bilhões.

Os recursos entram nas contas das prefeituras nesta sexta-feira, 28 de fevereiro, e serão 11,76% maiores que as transferências feitas em 2019. Ao somar o repasse deste decêndio com os dois anteriores, o crescimento do Fundo sobe para 19%. Enquanto os Municípios receberam R$ 10,7 bilhões em fevereiro do ano passado, este ano, o mês alcança com R$ 12,8 bilhões em recursos destinados aos cofres municipais.

Conforme mostra levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), com base nos relatórios da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), entre os dias 11 a 20, a última transferência representa 30% do valor total repassado no mês. No entanto, a entidade mostra que o crescimento fica menos expressivo quando se aplica a inflação, respectivamente, 7,21% e 15,44%, em relação ao mesmo decêndio e ao mesmo mês de 2019.

Por Raquel Montalvão/Agência CNM de Notícias

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros