31/01/2022
Por Danilo Evaristo em Notas

Micro e pequenas empresas do Rio Grande do Norte receberam R$ 322 milhões em 2021

O Banco do Nordeste aplicou R$ 322 milhões em crédito para micro e pequenas empresas (MPE), no Rio Grande do Norte, em 2021. Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e internos do Banco.

A principal finalidade apontada pelos empresários potiguares no momento da contratação foi investimento. Os financiamentos para esse fim somaram R$ 172,2 milhões, no estado. Para capital de giro, foram R$ 148,2 milhões.

Os ramos de atividade que mais captaram recursos do Banco do Nordeste, no Rio Grande do Norte, foram comércio (45,9%) e serviço (37,6%).

Nordeste, MG e ES

O BNB forneceu crédito, em toda sua área de atuação, no valor total de R$ 3,87 bilhões em empresas de micro e pequeno portes, em 2021. O BNB atua em todos os estados do Nordeste e em parte de Minas Gerais e Espírito Santo. A destinação dos recursos para investimento representou 64,2% do total liberado.

O presidente do BNB, José Gomes da Costa, destaca que o banco dedicará ainda mais atenção às MPEs. “Temos o compromisso de melhorar a competitividade das nossas entregas no segmento de varejo. Há espaço para expandirmos o volume de negócios com MPEs e o faremos em 2022 com injeção de tecnologia e agilidade nos processos. O varejo é muito importante para a geração e manutenção de emprego e renda na nossa região.”

O setor de comércio foi o principal demandador, sendo atendido com 42,3% dos recursos aplicados num volume total de R$ 1,63 bilhão, seguido pelo de serviços com 40% da demanda (R$ 1,54 bilhão).

Acima da média

As operações realizadas ano passado ficaram cerca de R$ 340 milhões acima da média dos últimos cinco anos. De 2017 a 2021, o BNB aplicou um total de R$ 17,67 bilhões em MPE em sua área de atuação, sendo uma média de R$ 3,53 bilhões por ano.

Compartilhe:
30/01/2022
Por Danilo Evaristo em Esporte

“Em casa”, ABC bate Santa Cruz de Natal e reassume liderança do estadual

Foto: Rennê Carvalho/ABC

Por Redação do ge

O ABC reassumiu neste domingo a liderança do primeiro turno do Campeonato Potiguar. O Alvinegro bateu o Santa Cruz de Natal por 3 a 1, com gols de Kelvin, Wallyson e Daniel Porozo.

O jogo foi realizado no Frasqueirão, estádio do ABC, mas com mando do Santa Cruz. O Alvinegro foi comandado mais uma vez pelo auxiliar Altair Coimbra – o técnico Moacir Júnior, mesmo testando negativo para Covid, segue afastado.

Com a quinta vitória na competição, o ABC chegou aos 15 pontos, dois a mais que o rival América-RN. O Santa Cruz segue com cinco pontos, mas caiu para a sétima posição.

Compartilhe:
30/01/2022
Por Danilo Evaristo em Caicó

Helicóptero com Bolsonaro chegará a Caicó antes do início da noite, no dia 08/02, se não houver atrasos

Confirmado o pernoite do presidente da República na cidade de Caicó no próximo dia 08 de fevereiro. Aeronave com Bolsonaro deve pousar na cidade antes do início da noite, isso se não houver atrasos.

O pernoite do presidente será em área militar (1º BEC). No dia seguinte, a previsão é que Bolsonaro deixe Caicó por volta das 09h da manhã, e segue para o evento das águas do São Francisco em Jardim de Piranhas.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que encabeça o projeto de Transposição do Rio São Francisco, acompanhará o presidente na tão importante missão para o Seridó, e o Rio Grande do Norte.

Via blog Jair Sampaio

Compartilhe:
30/01/2022
Por Danilo Evaristo em Saúde

Teste do Olhinho é primeiro passo para identificar doenças oculares

Agência Brasil

O Teste do Olhinho, conhecido como teste do reflexo vermelho, feito ainda na maternidade, até 72 horas de vida do bebê, é o primeiro exame que ajuda na detecção precoce de doenças oculares que podem afetar crianças. Entre essas doenças está o retinoblastoma, um tipo raro de tumor intraocular maligno primário, ou câncer no olho, de origem genética, mais comum entre as crianças de até 5 anos de idade. Ele tem origem em células da retina e pode afetar um olho (unilateral) ou os dois. A estimativa é que, por ano, cerca de 6 mil crianças no mundo sejam afetadas por essa doença. 

O alerta foi dado hoje (30), em nota conjunta, assinada pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) e pela Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica (SBOP). Ontem (29), o jornalista Tiago Leifert e sua mulher Daiana Garbin anunciaram que a filha de 1 ano tem a doença e fizeram um alerta aos pais.

“Lamentamos o ocorrido e nos colocamos de forma solidária ao lado desta família para ajudar no que for preciso. No entanto, nossas entidades entendem que a discussão sobre o assunto, que cresceu nas últimas horas, deve ser pautada por conhecimento fidedigno, com validade científica e relevante. Em momentos assim, lacunas de informação podem abrir espaço para distorções que impedem acesso à compreensão sobre como o retinoblastoma se manifesta, pode ser diagnosticado e deve ser tratado”, ressaltou o presidente do CBO, Cristiano Caixeta Umbelino.

Segundo ele, pais e responsáveis devem optar pelos cuidados de médicos especializados, como oftalmologistas, uma vez que tratamentos como ‘self-healing’ (auto cura) ou prática de exercícios oculares, “não têm comprovação científica e, portanto, não servem para curar o retinoblastoma ou qualquer outra doença que afeta o aparelho da visão”, como glaucoma, catarata, doenças retinianas, entre outras. Na avaliação de Umbelino, essas abordagens podem retardar o início de tratamentos corretos, com chance de comprometerem parcial ou totalmente a visão e, inclusive, a vida do paciente, em caso de tumores.

Exames completos

O CBO e a SBOP recomendaram que o Teste do Olhinho deve ser repetido pelo pediatra pelo menos três vezes ao ano, nos três primeiros anos de vida da criança. Bebês de seis a 12 meses devem passar por um exame oftalmológico completo e, posteriormente, entre 3 e 5 anos de idade, devem ser submetidos a uma segunda avaliação semelhante.

A presidente da SBOP, Luísa Hopker, afirmou que os exames oftalmológicos completos são fundamentais para detecção de condições que afetam a saúde ocular das crianças.

“Em caso de suspeita, no consultório, o paciente passa por exame oftalmológico com a pupila dilatada. Se houver necessidade, é realizado outro teste, sob sedação, em centro cirúrgico. A ultrassonografia ocular deve ser realizada e pode mostrar pontos brilhantes intralesionais consistentes com cálcio. A tomografia computadorizada também pode mostrar as calcificações quando a ultrassonografia não está disponível. A ressonância de crânio é necessária para realizar o estadiamento do tumor”, explicou.

O tratamento para a retinoblastoma depende de vários fatores, entre os quais, a localização e o tamanho do tumor, disseminação além do olho e possibilidade de preservação da visão. Diferentes procedimentos podem ser adotados, incluindo quimioterapia (intravenosa, intra-arterial, periocular e intraocular), terapia focal e métodos cirúrgicos. Luísa informou que nas últimas décadas, as técnicas de tratamento do retinoblastoma têm apresentado avanços consideráveis, com taxas de cura superiores a 95%, uma vez adotado o tratamento adequado.

Diagnóstico precoce

O diagnóstico precoce é muito importante, na avaliação dos presidentes do CBO e da SBOP. A presidente da SBOP disse que o tratamento terapêutico é individual, adaptado a cada caso e baseado em aspectos como lateralidade, localização e tamanho do tumor primário, presença de metásteses e prognóstico visual estimado.

Os pais e responsáveis devem estar atentos para alguns sinais que podem indicar a presença do retinoblastoma, entre elas, uma alteração do reflexo vermelho dos olhos, observada em fotografias e caracterizada por um reflexo branco na pupila, chamado reflexo do olho de gato. Essa mancha esbranquiçada é denominada leucocoria e pode impedir a passagem de luz. Estrabismo também pode estar associado ao retinoblastoma.

De acordo com os especialistas, essa doença está associada a uma anormalidade genética no cromossomo número 13. Apenas 10% dos pacientes têm um membro da família com retinoblastoma e 40% manifestam uma forma genética herdada do tumor, mesmo que ninguém mais na família tenha o problema. Na maioria dos casos, em torno de 90%, o retinoblastoma aparece de repente, sem nenhum evento associado e sem aviso prévio, não estando associado a fatores externos dos pais, como fumar, beber etc.

Outras informações sobre o retinoblastoma podem ser obtidas no site da SBOP.

Compartilhe:
29/01/2022
Por Danilo Evaristo em Notas

Governo Federal lança programa para garantir capacitação profissional e oportunidades a trabalhadores desempregados

Foto: Estevam Costa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, nesta sexta-feira (28/01), a medida provisória que institui o Programa Nacional de Serviço Civil Voluntário para dar oportunidade de trabalho a jovens com idades entre 18 e 29 anos, além de pessoas com mais de 50 anos, que estão desempregadas. A iniciativa tem o objetivo de oferecer vagas para atividades de interesse público nos municípios, juntamente com cursos de capacitação profissional e transferência de renda com a bolsa qualificação.

O Governo Federal, desde a chegada da Covid-19, tem tomado medidas para combater o desemprego e garantir renda à população e o programa lançado reforça esses objetivos.

O programa é executado pelo Ministério do Trabalho e Previdência e vai durar até o final deste ano. O público prioritário são os jovens entre 18 e 29 anos e as pessoas acima de 50 anos que estão fora do mercado há mais de dois anos. As prefeituras vão receber o público-alvo para trabalhar e será paga uma bolsa no valor de meio salário mínimo, vale transporte e seguro de acidentes pessoais. Serão disponibilizados mais de 200 cursos de qualificação.

A meta é abrir as portas do mercado para os jovens, aumentar a empregabilidade para quem tem mais idade e amenizar os impactos sociais da crise causada pela Covid-19 na área do emprego.

“Tomamos muitas medidas em 2019 que, com toda certeza, influenciaram no ano 2020, o ano onde começamos enfrentar algo ainda desconhecido para nós, a pandemia, a Covid-19. Não foi fácil, mas o Executivo fez sua parte, assinamos muitos contratos, começamos a combater também a onda de desemprego que se aproximava de todos nós e todos trabalharam. Programas foram feitos como o BEm, o Pronampe, a Lei da Liberdade Econômica, desburocratizações, desregulamentações”, disse o presidente Jair Bolsonaro.

E acrescentou: “Os gastos, em 2020, com o Auxílio Emergencial, com os números já corrigidos, equivaleram a 15 anos de Bolsa Família”.

Trabalho e qualificação

A adesão dos municípios ao Programa Nacional de Serviço Civil Voluntário é facultativa. Ao longo do ano, o contratado deverá participar de pelo menos dois cursos de capacitação ofertados pelos serviços nacionais de aprendizagem e pelo Sebrae, priorizando qualificação nas atividades econômicas mais importantes no município e em sua região.

Compartilhe:
29/01/2022
Por Danilo Evaristo em Saúde

Mais de 53 milhões de brasileiros estão aptos a tomar a dose de reforço da vacina

Foto: Myke Sena/MS

Cerca de 53 milhões de brasileiros acima de 18 anos que concluíram o esquema vacinal com a primeira e a segunda dose da vacina Covid-19 já podem retornar aos postos de vacinação para tomar a dose de reforço. O número é a soma do público-alvo referente a janeiro, que é de 32 milhões, e a fevereiro, que corresponde a 21 milhões de pessoas. De acordo com dados do LocalizaSus, 38,5 milhões foram vacinados com a dose de reforço.

Com o aumento de casos da variante Ômicron, o Ministério da Saúde reduziu para quatro meses o intervalo entre a segunda dose e a dose de reforço, fundamental para garantir a proteção dos brasileiros contra a doença. A medida tem como objetivo ampliar a proteção e frear o avanço da doença. Até agora, mais de 38 milhões de pessoas já reforçaram sua imunização.

Campanha

Na maior campanha de vacinação do País, o Pasta distribuiu mais de 407 milhões de doses para todos os estados e ao Distrito Federal, respeitando critérios de igualdade e proporção populacional. Destas, 352 milhões já foram aplicadas, sendo 163,3 milhões como primeira dose, o que equivale a quase 92% da população acima de 12 anos que integra o público-alvo, e 151,2 milhões de segunda dose, cerca de 85% desse público.

Giurla Martins
Ministério da Saúde

Compartilhe:
29/01/2022
Por Danilo Evaristo em Seridó

Geoparque Seridó debate preservação e desenvolvimento

Geoparque Seridó – Foto: Cícero Oliveira

“Nosso pilar mais importante é a nossa comunidade, um geoparque é feito de pessoas para pessoas”. A fala é de Janaina Luciana de Medeiros, diretora executiva do Consórcio Público Intermunicipal Geoparque Seridó (CPIGS) e responsável por representar a equipe do patrimônio  no  IV Simpósio de Geoparques e Geoturismo no Chile e no Geoparque Mundial. A discussão, realizada nessa quinta-feira, 27, buscou apresentar o território do parque, disposto em uma área de 2.802 km², e seu papel na valorização e desenvolvimento do Seridó (RN). Atualmente, ele conta com 21 geossítios e atravessa os municípios de Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas.

Entende-se por geoparque toda região geográfica com relevância aos estudos da terra e voltada ao desenvolvimento sustentável, fomento à educação e proteção socioambiental. Janaina Medeiros reconhece que na região do Seridó ocorre uma grande adesão aos projetos do Geoparque Seridó, mas o caminho a ser percorrido em prol de melhorias à comunidade permanece longo. Nesse trajeto, um dos principais desafios é transmitir a relevância e o significado do Geoparque aos cidadãos seridoenses, a fim de que possam se apropriar do sentido e participar dos processos que envolvem a sua preservação. “Um geoparque precisa promover o desenvolvimento econômico local e sustentável, por meio do geoturismo e dos visitantes, bem como as pessoas locais precisam ser capazes de encontrar informações relevantes no Geoparque”, argumenta.

Para promover o desenvolvimento e a manifestação de conhecimentos sobre os patrimônios geológicos, os Geoparques Mundiais da Unesco são incentivados a trabalhar em parceria com as instituições acadêmicas e estimular pesquisas em campos como as Ciências da Terra. Janaina adverte que eles também devem favorecer a integridade do meio ambiente e informar o uso sustentável dos recursos naturais, sejam eles extraídos ou reaproveitados. A participação em feiras, da escala estadual à regional, e em projetos como Os cinco sentidos do Geoparque Seridó  são algumas iniciativas do parque orientadas ao maior reconhecimento da preservação socioambiental.

Sobre a participação no simpósio internacional, Janaina explica que um dos principais resultados foi alcançar o fortalecimento do trabalho em equipe, uma vez que a articulação entre os integrantes da Rede Mundial de Geoparques é requisito indispensável ao avanço das economias locais. Além disso, outra conquista foi o aumento da percepção em torno das atividades realizadas na unidade do Seridó: “É preciso promover a divulgação e a visibilidade das ações do território do Geoparque através da socialização junto aos demais territórios”, defende a diretora.

Além do papel prestado à história dos territórios, os parques geológicos promovem oportunidades de emprego e formam a renda das famílias locais. A representante do geoparque seridoense explica que isso acontece a partir da criação de pequenas empresas ligadas à fabricação de geoprodutos e ao artesanato, e pelo impulsionamento das atividades turísticas. Ela defende ainda que o desenvolvimento turístico traz visibilidade não apenas aos municípios contemplados pelo Geoparque Seridó, como também ao RN e ao Brasil. “Com a obtenção da chancela da Unesco, estaremos promovendo projeção e visibilidade internacional”, comenta.

Em dezembro de 2021, o Conselho Mundial de Geoparques da Unesco avaliou solicitações de parques geológicos que almejam ingressar no seu grupo de  Geoparques Mundiais. A avaliação contou com mais de 50 observadores e representantes de mais de 30 Estados-Membros, resultando no encaminhamento de oito propostas ao Conselho Executivo da Unesco, que vai decidir, em abril deste ano, quais territórios serão reconhecidos por sua organização. Entre eles, representam o Brasil o Geoparque Seridó (RN) e o Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul (RS/SC).

As atividades desenvolvidas no Geoparque Seridó, desde 2010, são resultado dos esforços da UFRN em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e o Ministério de Minas e Energia (MME), que lançaram o projeto O inventário do patrimônio geológico. Hoje, a Universidade administra a ação de extensão Geoparque Seridó, que reúne alunos de cursos como Geologia, Geografia e Turismo. O objetivo é tornar o território da região não apenas a base para pesquisas e investigações científicas, como também um meio de construção de conhecimentos junto à comunidade local.

 IV Simpósio de Geoparques e Geoturismo no Chile

O evento é organizado pelo programa Transferência e Inovação do Turismo para a Kütralkura Geopark, vinculado à Universidad Mayor Sede Temuco e oferecido na modalidade híbrida. O objetivo é estimular a divulgação científica e o intercâmbio de conhecimentos e experiências entre os projetos e geoparques do Chile, Caribe e de  toda a América Latina. Para isso, as reuniões são focadas na apresentação de trabalhos ligados aos geoparques e às atividades de geoturismo. Os próximos encontros acontecem nos dias 28 e 29, na região de La Araucanía, localizada no Chile.

Compartilhe:
28/01/2022
Por Danilo Evaristo em Saúde

Covid-19: afastamento de até 10 dias do presencial não exige atestado

REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil

O Ministério do Trabalho e Previdência informou que trabalhadores com sintomas de covid-19 ou com diagnóstico confirmado para a doença não precisam apresentar atestado médico às empresas e devem ser afastados do trabalho presencial. De acordo com a pasta, a apresentação de atestado só é necessária caso o afastamento dure mais de 10 dias.

Portaria interministerial publicada esta semana prevê que trabalhadores que tiverem contato com pessoas com diagnóstico confirmado de covid-19 também devem ser afastados do trabalho presencial sem a necessidade de apresentação de atestado médico. “Contudo, se o trabalhador precisar ficar afastado por mais tempo, o atestado se faz necessário”, destacou o ministério à Agência Brasil.

Ainda de acordo com a portaria, a empresa pode reduzir o período de afastamento das atividades presenciais para sete dias desde que o trabalhador esteja sem febre há 24 horas, sem uso de medicamento antitérmicos e com remissão de sinais e sintomas respiratórios. Deve ser considerado o primeiro dia de isolamento o dia seguinte ao início dos sintomas ou a data da coleta de teste RT-PCR ou de teste de antígeno.

O texto também destaca que a empresa deve orientar os empregados afastados a permanecerem em suas residências, além de assegurar a manutenção da remuneração durante o período de afastamento.

As medidas, segundo a pasta, foram adotadas com o objetivo de evitar um aumento ainda maior de infecções por covid-19 provocadas pela alta incidência da variante Ômicron.

Compartilhe:
28/01/2022
Por Danilo Evaristo em Notas

Justiça nega pedido do MP e da Defensoria para que Estado proíba realização de grandes eventos no RN

O juiz Cícero Macedo, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal, indeferiu pedido de concessão de liminar feito pelo Ministério Público e pela Defensoria Pública do Estado para que fossem canceladas as autorizações concedidas através do Decreto nº 31.265/2022, do Poder Executivo Estadual, às empresas promotoras de eventos para realização de shows e festas em locais abertos ou fechados com grande público (com capacidade acima de 100 pessoas), em todo o território do Estado.

O magistrado não enxergou ilegalidade no agir do Estado do RN ao decidir pela liberação, com o cumprimento rigoroso dos protocolos sanitários, especialmente o comprovante de vacinação. “Evidente que o Governo do Estado – assim como nenhum outro, penso – tomaria uma decisão de editar um ato normativo sem levar em consideração a análise dos diversos indicadores sobre a pandemia, como a exigência do passaporte da vacina, por exemplo”, disse.

O caso

A decisão vem em resposta a uma Ação Civil Pública ajuizada pelo MPRN e pela Defensoria Pública contra o Estado do Rio Grande do Norte. Nela, os entes públicos afirmam que no atual quadro de pandemia da Covid-19, com o avanço da variante Ômicron, no início de janeiro, houve a explosão do número de casos de contaminação no Estado, ocasionando o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid para 74,17%.

Nesse sentido, alegam que medidas mais efetivas de contenção do avanço da doença devem ser tomadas pelo Estado do RN, com a aplicação de todas as diretrizes da Recomendação nº 33 do Comitê de Especialistas da Sesap para o enfrentamento da pandemia, uma vez que poderá haver agravamento da situação epidemiológica.

Os dois órgãos defendem que ato normativo do Governo do Estado, preconizado no Decreto 31.265/2022, não seguiu tal recomendação, possibilitando a realização de eventos abertos ou fechados, públicos ou privados, embora com imposição da exigência do passaporte sanitário, ou seja, a comprovação da vacinação contra a Covid-19.

Decisão

Em sua análise da matéria, o juiz Cícero Macedo entendeu que possíveis alegações de inconstitucionalidade do Decreto Estadual nº 31.265/22, publicado em 18 de janeiro de 2022, não se sustentariam. Explicou que o ato normativo foi editado como meio de combate a propagação do coronavírus, sendo, portanto, uma medida de proteção à saúde, que se enquadra na competência comum da União, Estados e Municípios, na forma do artigo 23, inciso II, da Constituição Federal.

“Nesses termos, em conformidade com a posição do Supremo Tribunal Federal acerca da matéria, não vislumbro qualquer vício de inconstitucionalidade no decreto questionado. Trata-se de ato legítimo do Poder Executivo Estadual, lavrado a partir do juízo administrativo que o governante entendeu ser conveniente e oportuno”, emendou.

Para ele, são razoáveis os argumentos do Estado do RN, reforçados com informações como a suspensão de apoio financeiro estatal para quaisquer eventos de massa. “A exigência do comprovante de vacinação para acesso a esses eventos, como posto no Decreto, é, ao nosso sentir, uma imposição legal razoável e recomendada, que se coaduna com a ideia de se liberar a realização desses eventos desde que cumpridos todos os protocolos sanitários e exigido o comprovante de vacinação”, concluiu o magistrado.

Compartilhe:
28/01/2022
Por Danilo Evaristo em Notas

Atendimento presencial da Caern ocorre das 7h30 às 13h45

A Caern tem adotado uma série de medidas de biossegurança diante do aumento de casos de gripe e de covid no Estado. Uma delas foi a redução do horário de atendimento presencial nos escritórios. O atendimento está ocorrendo das 7h30 às 13h45. O objetivo é garantir mais segurança para os clientes e para os empregados da Companhia. Lembrando que é importante o agendamento no site www.caern.com.br para comparecer no horário marcado. No acesso ao prédio da Caern é preciso apresentar cartão de vacina, além da obrigatoriedade no uso de máscara. CANAIS VIRTUAIS

A Caern dispõe de canais virtuais para atendimento dos clientes. Na agência virtual, o www.caern.com.br é possível acessar todos os serviços da Companhia. A Caern dispõe também para contato dos clientes o WhatsApp (84) 98118-8400, o telefone gratuito 115 e o aplicativo Caern Mobile.

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros