28/02/2016
Por Danilo Evaristo em Notas

Deputado Beto Rosado defende a venda dos campos maduros desativados pela Petrobras

Foi com preocupação que o deputado federal Beto Rosado recebeu as informações publicadas pelo jornal Tribuna do Norte esta semana sobre o desligamento de três máquinas perfuratrizes da Petrobras. Segundo o Sindipetro, o desligamento vai derrubar em 60% a perfuração de novos poços e, consequentemente, causar a demissão de cinco mil trabalhadores do setor até o mês de setembro.

Como presidente da Frente Parlamentar do Petróleo e Gás, Beto Rosado subiu à tribuna da Câmara para endurecer o discurso pela venda dos campos maduros, que estão sendo deixados de lado pela Petrobras, para a iniciativa privada. Como as empresas contratam serviços de fornecedores locais, tem um custo de exploração menor do que a estatal e mais condições de investimento.

Beto Rosado explica que vender os campos maduros significa liberar somente os poços de baixa produção que a Petrobras está deixando de lado. “Ou seja, a estatal continuará explorando o petróleo em terra com os poços mais produtivos. Isso garante o emprego daqueles que atuam nesses poços, sem prejudicar a abertura de novos empregos a partir da exploração dos campos maduros pela iniciativa privada. A nossa briga é pelo emprego”, concluiu.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros