22/07/2015
Por Danilo Evaristo em Segurança

Governador lança programa Ronda Cidadã em Mãe Luíza

ronda ci

Foto: Demis Roussos

Está oficialmente lançado pelo governador Robinson Faria o programa Ronda Cidadã, de ação preventiva, que integra o trabalho da Polícia Militar, Polícia Civil e a comunidade. O lançamento foi hoje (22) no Centro Pastoral Padre João Perestrello, em Mãe Luíza, um dos três primeiros bairros a receberem o programa da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), em parceria com outras Secretarias de Estado, inicialmente na Área Integrada de Segurança Pública 4 (AISP 4), que compreende também Areia Preta e Petrópolis.

O governador Robinson Faria lembrou que esse é um antigo “sonho” seu, de quando ainda era deputado estadual e propôs o projeto de lei que criava o Ronda Cidadã, que nunca veio a ser implantado em governos anteriores. “Desde o primeiro dia em que assumi o Governo do Estado tinha em mente implantar esse projeto e não abriria mão dele”, disse o chefe de Estado, explicando aos moradores de Mãe Luíza que o programa se inspira em experiências que deram certo em outros países, como Colômbia e, mais perto, no estado do Ceará. “Nossa primeira medida foi valorizar os policiais militares e civis, dando-lhes promoções para motivá-los a trabalhar. Agora, estamos inaugurando a polícia integrada e preventiva, idealizada com a equipe de excelência da Sesed, que vai defender as pessoas, o comércio, as donas de casa, os estudantes. Polícia eficaz é aquela que evita o assalto, o roubo, o homicídio, o estupro”, enumerou ele.

A metodologia do Ronda Cidadã é trabalhar com duas frentes: a reativa e proativa. A primeira, contará com o pelotão atuando na prevenção e repressão qualificada, a partir do Patrulhamento Motorizado Ronda Cidadã (viaturas), Patrulhamento Motorizado Ronda Cidadã com motocicletas, Patrulhamento Ronda Cidadã a pé e pelo Patrulhamento Ronda Cidadã com Bicicletas (Ciclo patrulhas); o segundo, com o pelotão proativo, o trabalho consistirá no acolhimento e inclusão social, por meio do Ronda Cidadã Escolar, Ronda Cidadã de Visitas Comunitárias, Ronda Cidadã de Apoio às Vítimas de Violência, que funcionará nos moldes da Lei Maria da Penha, da Base Móvel Ronda Cidadã (veículos adaptados que darão suporte no atendimento especializado e qualificado) e do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros