11/11/2018
Por Danilo Evaristo em Notas

Governo do RN lança plano de atenção à saúde de adolescentes do sistema socioeducativo

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), no intuito de garantir o direito à saúde dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, lançou nesta sexta-feira (9), no auditório do UNI-RN, o Plano Estadual de Atenção Integral à Saúde do Adolescente no Atendimento Socioeducativo (PEAISAAS/RN). O documento é uma parceria entre diversas entidades que traz orientações em relação ao fluxo e assistência em saúde a estes jovens.

A gestão do Plano é de responsabilidade da Sesap em parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) – responsável pelo Sistema Socioeducativo, e da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado do Rio Grande do Norte (FUNDASE), órgão responsável pela execução das medidas de privação e restrição de liberdade.

“É uma importante ação para o trabalho de inclusão e ressocialização destes jovens, de terem o direito de serem atendidos em unidades do seu território, conforme preconiza o SUS, de forma justa, inclusiva, e acolhedora”, disse Antônia Célia de Melo, coordenadora do Grupo Auxiliar de saúde da criança e adolescente da Sesap.

O plano atua em onze linhas de ação: Avaliação Admissional de Saúde; Crescimento e Desenvolvimento; Saúde Bucal; Imunização; Saúde Mental; Prevenção de Violências e Acidentes; Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva; Controle de Agravos e Doenças em Eliminação; Saúde do Trabalhador; Educação em Saúde e Educação Permanente.

No ano de 2017 foram realizados 981 atendimentos em saúde aos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. Com o Plano a expectativa é garantir avanços imprescindíveis para a garantia de direitos à saúde dessa população, ampliando o acesso aos serviços de saúde nos três níveis de complexidade do SUS, tendo como prioritárias as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde.

“A discussão coletiva é o que faz a diferença. Por isso a importância de um plano construído de forma intersetorial, dentro dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) de universalidade, equidade e integralidade”, disse Bruna Gisele de Oliveira, representante da Coordenação Geral de Saúde da Criança e do Adolescente do Ministério da Saúde.

Participaram do lançamento do Plano Estadual de Atenção Integral à Saúde do Adolescente no Atendimento Socioeducativo secretários de saúde dos municípios que possuem unidades socioeducativas – Natal, Mossoró, Parnamirim e Caicó, coordenadores e trabalhadores destas unidades, além de representantes do Ministério Público.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros