25/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

MPRN abre seleção para assessor jurídico em Alexandria; salário é de R$ 5.246,24 mais benefícios

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu processo seletivo para o cargo de assessor jurídico ministerial de Alexandria. O recebimento de currículos começa nesta segunda (25) e segue até a sexta-feira (29), exclusivamente pelo e-mail selecao@mprn.mp.br. A carga é de 40 horas semanais e a remuneração é de R$ 5.246,24 mais auxílio-alimentação e auxílio-saúde.

O candidato deve ter nível superior em Direito. Para assumir o cargo, é necessária a suspensão do registro na Ordem dos Advogados do Brasil. O cargo é classificado como de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração pelo Procurador Geral de Justiça.

No edital do processo seletivo, o MPRN reforça que a seleção é um instrumento democrático para preenchimento de cargos e tem se mostrado como um recurso eficaz na seleção de pessoal com base no perfil e competências necessárias para ocupação de cargos.

O processo seletivo é composto da análise dos currículos, prova com elaboração peça jurídica/questões subjetivas e entrevista técnica. A triagem de currículos será realizada pela promotora de Justiça em atuação perante a Promotoria de Justiça de Alexandria e serão selecionados no processo os candidatos que, no entendimento do gestor e em atendimento aos requisitos da vaga, mais atenderem ao perfil desejável.

Entre as atribuições do cargo estão realizar atividades de nível superior, fornecendo o suporte jurídico ao exercício das funções dos órgãos do MPRN; elaborar minutas de pareceres, despachos e peças jurídicas em processos administrativos e judiciais; manter arquivos, registros e controles dos atos que sejam exarados pelo órgão do MPRN, perante o qual oficiar; analisar e pesquisar legislação, doutrina e jurisprudência; realizar a indexação de documentos e atender o público; confeccionar os relatórios que lhe sejam determinados por sua chefia imediata; e desempenhar outras atividades correlatas a sua área que lhe forem delegadas por chefia imediata ou institucional.

Compartilhe:
25/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Salve vidas, torne-se doador de sangue regular

Salve vidas, torne-se doador de sangue regular | Foto: Ministério da Saúde

No Brasil, cerca de 3,3 milhões de pessoas são doadoras de sangue. Isso significa que 16 a cada mil pessoas doam sangue regularmente. Esse ato solidário de salvar vidas é comemorado no dia 25 de novembro, Dia Nacional do Doador de Sangue. O dia tem o objetivo de agradecer a todos doadores regulares, aqueles que doam com frequência, além de lembrar que a data precede um período de estoques baixos nos bancos de sangue, devido à proximidade das férias, de datas comemorativas de fim de ano e feriados prolongados.

“É importante que a população se conscientize sobre a doação de sangue e se torne um doador regular para que os estoques de sangue tenham sempre uma margem positiva de bolsas coletadas e nunca falte para quem precisa. O processo é rápido e seguro para o doador e pode salvar milhares de vidas. Conheça, converse com quem é doador e procure um hemocentro mais próximo. Seu ato pode mudar uma vida”, disse o coordenador geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Rodolfo Duarte Firmino.

Embora o percentual de doadores de sangue de 1,6% da população brasileira esteja dentro da recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), de que pelo menos 1% da população seja doadora, o Ministério da Saúde trabalha constantemente para aumentar esse índice, estimulando que mais pessoas passem a ser doadores regulares, mantendo assim os estoques de sangue em níveis seguros.

É importante lembrar que não há um substituto para o sangue e a disponibilidade é essencial em diversas situações nos hospitais, como cirurgias e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a doença falciforme, a talassemia, e outras que, frequentemente, necessitam de transfusão sanguínea. A manutenção dos estoques de sangue em níveis seguros em todo o país depende da doação regular de sangue que ainda é feita por uma pequena parcela da população brasileira.

Até setembro de 2019, 2,4 milhões de bolsas de sangue foram coletadas no Brasil. Levando em consideração que cada bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas, o quantitativo doado poderia salvar quase 10 milhões de pessoas, caso houvesse necessidade. A quantidade de bolsas de sangue coletadas no mesmo período de 2018 foi igual, 2,4 milhões. Em relação às regiões, o Sudeste foi o que realizou maior número de coletas de janeiro a setembro de 2019, com 1 milhão de bolsas de sangue, seguido pela região Nordeste (603 mil), Sul (435 mil), Centro-Oeste (211 mil) e Norte (178 mil).

Outro dado importante é com relação à frequência da doação. Dados divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apontam que 42,9% das doações realizadas em 2017 foram de 1ª vez, 42% de repetição e 15% esporádicas. Além disso, a agência divulgou que, nas doações, há a prevalência dos tipos O+ e A+, contabilizando 43% e 30,7% das doações realizadas em 2017, respectivamente.

Quem pode doar sangue

No Brasil, pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue. Para os menores (entre 16 e 18 anos) é necessário o consentimento dos responsáveis e entre 60 e 69 anos a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. É preciso pesar no mínimo 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação, não fumar e não estar de jejum. No dia da doação, é imprescindível levar documento de identidade com foto.

A frequência máxima de doações por ano é 4 vezes para o homem e de 3 doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de 2 meses para os homens e de 3 meses para as mulheres. A doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independente de parentesco. “Doe sangue regularmente. Tem sempre alguém precisando de você. Procure o hemocentro mais próximo e seja um doador regular”, reforça o coordenador geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Rodolfo Duarte Firmino.

Segurança do sangue

Todos os litros de sangue coletados na rede pública de saúde passam por um teste chamado sorologia para identificação de doenças. Além disso, é realizado outro exame, chamado Teste NAT, que reduz a chamada janela imunológica para HIV, Hepatite C e B, tempo em que o vírus já está presente no doador e ainda não é possível sua detecção.

A coleta da bolsa dura cerca de 15 minutos, mas o processo de doação, da triagem até a doação leva em média 40 minutos. A coleta das bolsas de sangue é feita com material descartável, estéril, e de uso clínico.

Com informações do Ministério da Saúde

Compartilhe:
24/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Prazo para descontos de até 95% em operações rurais com BNB termina em dezembro

Restam menos de 30 dias úteis para produtores rurais aproveitarem os benefícios da Lei 13.340/2016, que prevê descontos de até 95% sobre o saldo devedor de operações de crédito em atraso com o Banco do Nordeste. O instrumento tem vigência até 30 de dezembro de 2019.

O saldo de dívidas regularizadas pelo BNB supera R$ 12 bilhões. Já são 343 mil operações repactuadas. No Ceará o montante é de R$ 1,5 bilhão, distribuído em 58,7 mil operações de crédito que estavam em atraso.

Os débitos renegociados podem ser estendidos até 2030, com pagamento das parcelas a partir de 2021. O benefício é válido para produtores rurais com dívidas contratadas até 2011, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

Os interessados em renegociar ou liquidar dívidas rurais em atraso podem procurar sua agência de relacionamento ou entrar em contato com o Banco do Nordeste pelo telefone 0800 728 3030.

Compartilhe:
24/11/2019
Por Danilo Evaristo em Esporte

Flamengo é campeão brasileiro e se torna primeiro time desde 1963 a ganhar Nacional e Libertadores no mesmo ano

Jogadores do Flamengo recebem a taça da Libertadores — Foto: Getty Images

GloboEsporte.com

Depois de ter sido campeão da Libertadores no último sábado, o Flamengo conquistou também o título do Campeonato Brasileiro neste domingo, com a derrota do Palmeiras para o Grêmio por 2 a 1. Com o feito, o Rubro-Negro se tornou o primeiro time desde 1963 a ganhar o Brasileiro e a Libertadores no mesmo ano.

A única equipe que obtivera tal feito havia sido o Santos, ao conquistar as edições de 1962 e 1963 da Taça Brasil – que ganhou status de Brasileiro após resolução da CBF em 2010 – e da Libertadores. Comandado por Pelé, o Peixe dominou o futebol do país naquela década e conquistou o status de um dos melhores times de todos os tempos.

Desde então, nenhum time do país conseguiu ganhar o maior título nacional e a Libertadores na mesma temporada.

Como o jogo da 34ª rodada contra o Vasco havia sido antecipado para o dia 13, o Flamengo conquistou o Brasileirão sem nem entrar em campo. Faltando quatro jogos para cada equipe, o Rubro-Negro soma 13 pontos a mais do que Santos e Palmeiras.

Em 34 partidas até agora, o Flamengo venceu 25, empatou seis e perdeu três. A equipe tem os dois principais artilheiros da competição: Gabigol, com 22 gols, e Bruno Henrique, com 18. O Rubro-Negro não perde desde a 13ª rodada, quando foi derrotado pelo Bahia por 3 a 0. De lá para cá, foram 18 vitórias e três empates.

Compartilhe:
24/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Torcedor que infartou após gol do Flamengo havia marcado consulta com cardiologista

Foto: Marcela de Lima

Diário do Nordeste

O empresário Washington Vasconcelos, de 40 anos, que morreu na tarde deste sábado (23), após passar mal depois do segundo gol do Flamengo enquanto assistia ao jogo em casa, no bairro Conjunto Ceará, havia marcado uma consulta com o cardiologista. O velório dele aconteceu neste domingo (24), no Memorial Fortaleza, em Maracanaú.

De acordo com a irmã do torcedor, Graziane Vasconcelos, o médico informou a família que a causa da morte foi uma arritmia cardíaca. Ela relembra que há três meses ele chegou a passar mal. “A vista escureceu, aí ele fez uma bateria de exames e realmente não deu nada”.

O episódio teria motivado Washington a marcar uma consulta com o cardiologista. “Ele marcou o cardiologista para precaver, mas não deu tempo ele ir para essa consulta”, lamenta.

Graziane afirma que o empresário não apresentava problemas de saúde. “Ele não sentia nada, fazia caminhada, por último agora estava pedalando, tinha muita saúde. Era uma pessoa dedicada mesmo para a família, para o trabalho e para a filha dele.”

A vida ativa e a forma como aconteceu a morte de Washington pegou familiares e amigos de surpresa. É o caso de Sidney Barros, que costuma assistir aos jogos com o amigo. “Nós não esperávamos isso realmente acontecer, porque ele não demonstrava esse fanatismo todo pelo time.[…] Ele nunca foi de estar brigando em rede social, discutindo, nada”, afirma.

Washington chegou a trocar mensagens com o amigo sobre o time carioca horas antes do jogo, em um grupo de WhatsApp que os dois participavam. “ Eu até brinquei: ‘O River já ganhou, daqui pra lá o jogo já terminou e já estão comemorando’. Aí ele retrucou “Hoje temos que ser todos Flamengo pois estará representando nosso país”.

Segundo a mãe do torcedor rubro-negro, Graça Vasconcelos, o filho era “apaixonado pelo Flamengo”, um amor que começou ainda na infância. “Primeiro que ele nasceu no Rio [de Janeiro], ele é carioca. Então, desde pequenininho que vem acompanhando os primos, a família, os primos que moram no Rio”, disse.

O empresário era considerado pelos parentes como uma pessoa que valorizava muito a família. “Ele tinha um carinho enorme pela família dele, fosse avô, fosse tio…todos ele tratava com muito respeito e com muito carinho. Vai deixar muitas saudades”, afirma o tio do torcedor, Mailton Martins.

Washington Martins era casado e deixa uma filha de oito anos.

Compartilhe:
24/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

INSS começa pagar segunda parte do 13º salário nesta segunda

O INSS deposita, nesta segunda-feira, a segunda parcela do décimo terceiro salário, juntamente com a competência 11/2019, no período de 25/11/2019 a 06/12/2019, conforme calendário de pagamento de benefícios.

Quem quiser consultar o valor a receber, o contracheque já está disponível no Meu INSS, no Extrato de Pagamento de Benefício.

A segunda parcela do 13º salário é paga a todos os beneficiários da Previdência Social, sejam estes aposentados, pensionistas, titulares de auxílio-doença, de auxílio-reclusão, entre outros. Porém, por lei, não têm direito ao 13º salário os seguintes benefícios: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora, salário-família e amparo assistencial ao idoso e ao deficiente.

Aposentados e pensionistas, em sua maioria, recebem 50% do valor do benefício antecipados em setembro e a segunda parte em dezembro. A parcela corresponde à metade do valor correspondente ao salário de benefício.

Compartilhe:
24/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Mega-Sena acumula e poderá pagar R$ 38 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas neste sábado (23) no sorteio 2.210, da Mega-Sena. Foram sorteados as seguintes dezenas: 11, 17, 24,25, 33, 34. O prêmio acumulou para o sorteio da próxima quarta-feira (27). Segundo a Caixa Econômica Federal (CEF), a previsão é pagar R$ 38 milhões.

Cada uma das 85 pessoas que acertaram a quina receberá R$ 36.572,74. A quadra vai pagar prêmio de R$ 716,07 para 5.910 apostadores. Conforme a CEF, a probabilidade de acerto na Mega-Sena com aposta de seis números é de um em mais de 50 milhões.

Com o sorteio deste sábado (23), a Caixa arrecadou mais de R$ 51,8 milhões. Do montante arrecadado, 43,35% são destinados ao pagamento de todos os prêmios e sorteios especiais como a Mega-Sena da Virada.

Já está disponível para aposta a Mega-Sena da Virada (concurso 2220), que até o momento tem valor acumulado de R$ 87,3 milhões.

Agência Brasil

Compartilhe:
23/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Doação de órgãos de Gugu Liberato pode beneficiar até 50 pessoas

Correio Braziliense

Após a morte de Gugu Liberato nesta sexta-feira (22/11), aos 60 anos, a família do apresentador de televisão autorizou a doação total dos órgãos, respeitando a vontade externada por ele ainda em vida. A decisão foi divulgada por meio de uma nota oficial. Segundo o hospital Orlando Health Medical Center, a estimativa é de que ao menos 50 pacientes sejam beneficiados.

Gugu bateu a cabeça na quarta-feira (20/11), após cair do sótão da casa, localizada em um condomínio da famosa cidade da Flórida. A queda foi de aproximadamente 4m. Ele foi levado em estado grave com sangramento intracraniano a um hospital da cidade.

Foto: Divulgação.

Compartilhe:
23/11/2019
Por Danilo Evaristo em Esporte

Gabigol marca duas vezes, Flamengo vence River Plate de virada e conquista bicampeonato da Libertadores

Foto: Guadalupe Pardo

Após 38 anos, o Flamengo voltou a levantar a taça Libertadores da América, neste sábado (23), após uma vitória emocionante, de virada, sobre o River Plate, por 2 a 1 no Estádio Monumental de Lima (Peru).

O atacante Gabigol, artilheiro da Libertadores, fez história ao marcar os dois gols da virada rubro-negra nos cinco minutos finais da partida, garantindo o bicampeonato para o time carioca. Coincidentemente, o primeiro título da Libertadores foi conquistado pelo Flamengo no dia 23 de novembro de 1981, quando o Rubro-Negro derrotou o Cobreloa, do Chile, com dois gols do craque Zico.

Agência Brasil

Compartilhe:
23/11/2019
Por Danilo Evaristo em Notas

Micro e pequenas empresas geraram mais de 73 mil empregos em outubro

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil

Em outubro, as micro e pequenas empresas do país abriram mais de 73 mil novos postos de trabalho, melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos, segundo levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

De acordo com o Sebrae, os pequenos negócios foram o único segmento a gerar novos empregos com carteira assinada em outubro. As médias e grandes corporações (MGE), por sua vez, tiveram saldo negativo de 2.119 empregos. Na administração pública o saldo também foi negativo, com a dispensa de 427 trabalhadores.

Uma dessas empresas que abriu novas vagas em outubro foi a Biosolvit, uma startup da área de biotecnologia aplicada especialista em remediação ambiental. Em entrevista à Agência Brasil, o fundador da empresa, Guilhermo Pinheiro de Queiroz, contou que, no mês passado, sua empresa contratou mais três pessoas. Para o ano que vem, ele estima contratar mais 50 pessoas. No entanto, diz ele, o número poderia até ser maior, se o cenário econômico brasileiro fosse melhor. “O ambiente econômico está desfavorável para todos, inclusive para as startups. Se estivéssemos em um ambiente favorável, as startups estariam contratando muito mais. A questão é que as startups, por definição, já crescem mais do que o normal. Isso é uma premissa de um modelo inovador”, falou.

De janeiro a outubro foram abertas 752,4 mil vagas em todo o país, o que corresponde a dez vezes mais que o saldo de empregos gerados pelas médias e grandes empresas e 10,5% superior ao saldo registrado pelasno mesmo período do ano passado. A expectativa é de que esse ano sejam geradas mais vagas nas micro e pequenas empresas do que em 2018. “Nossas pesquisas mostram que o empresário de pequeno negócio está retomando a confiança e o otimismo com a economia e isso se reflete na contratação de empregos. A proximidade com o Natal também já começa a aquecer o surgimento de vagas, principalmente no comércio e nos serviços”, disse Carlos Melles, presidente do Sebrae.

Compartilhe:

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros