30/07/2017
Por Danilo Evaristo em Notas

‘Vivia a melhor fase de sua vida’, diz Abel Braga sobre o filho em velório

Abel com o filho caçula, João Pedro – Foto: Arquivo Pessoal

O técnico Abel Braga, que perdeu tragicamente o filho caçula, João Pedro, de 18 anos, no último sábado, foi confortado por amigos ao longo da noite, no salão nobre do Fluminense, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, local do velório.

O presidente do clube, Pedro Abad, desdobrou-se durante todo o dia. Chegou a ir ao Instituto Médico Legal e foi o primeiro a chegar ao clube, antes mesmo de Abel, que em nenhum momento esteve só. Querido pelo grupo, o treinador recebeu o abraço de Diego Cavalieri, Douglas e Gustavo Scarpa, que encabeçaram a fila de solidariedade, repleta de jogadores, nas Laranjeiras.

Aos familiares de Abel, o perito responsável pelo caso sustentou que João Pedro, que fazia uso de medicamento anticonvulsivo, caiu acidentalmente de costas, do sexto andar do apartamento no Leblon, atravessando o basculante do banheiro, onde tomava banho. A janela, grande e vertical, era baixa, acima de uma mureta de aproximadamente 90 centímetros e não estava travada. A hipótese de uma convulsão ganhou força porque, durante o acidente, o vaso sanitário chegou a ser quebrado. Na queda, João Pedro fraturou as duas pernas e a coluna.

Inconsolável, Abel lembrou que o filho vivia “a melhor fase de sua vida, feliz com a universidade”. O treinador admitiu que o rapaz, fazendo tratamento para convulsões, talvez tivesse se esquecido de tomar o medicamento. O sepultamento será neste domingo, por volta das 11 horas, no Memorial do Carmo, na Zona Norte do Rio.

EXTRA


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Busca no Blog

Facebook


Twitter


Parceiros